Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Metodologia Científica3

Pré-visualização | Página 4 de 7

saber que “[...] é a conveniência da exposição que ditará qual a
estrutura mais apropriada” (CASTRO, 2011, p. 60). Assim, esses elementos têm
função informativa e devem ser atrativos ao leitor, interessado em conhecer o
conteúdo anunciado, não sendo excessivamente curto, nem longo demais. Deve
expressar a ideia central do assunto.
No tangente à configuração de margem, espaçamento, notas de rodapé,
paginação, disposição de ilustrações e tabelas é recomendado seguir as
orientações do manual institucional elaborado em conformidade com as normas
da ABNT em vigência.
Mas e quanto às referências? O que fazer para acertar a norma?
Essa é uma dúvida frequente entre os autores. Vale a regra básica de consultar
exaustivamente a ABNT referente e o manual de estilo acadêmico da instituição.
No entanto, para nos aprofundarmos, vejamos alguns elementos de destaque
sobre esse assunto a partir de agora.
3.2.1 Referências e citações
As referências bibliográficas e eletrônicas são convenções utilizadas em trabalhos
acadêmicos com o objetivo de relacionar todos os documentos citados e
consultados no desenvolvimento no trabalho. De acordo com a ABNT, em sua
norma NBR 6023/2000, esse elemento normalizador do trabalho acadêmico
representa “[...] o conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um
documento, que permite sua identificação individual”.  Eles podem ser localizados
em nota de rodapé, no final do texto do capítulo, em lista de referências no final do
trabalho e, no caso de resenhas ou resumos, identificada no cabeçalho do
trabalho. 
VOCÊ QUER LER?
25/04/2020 Metodologia Científica
https://fmu.blackboard.com/bbcswebdav/institution/laureate/conteudos/INS_METOCI_19/unidade_3/ebook/index.html#section_1 14/26
O Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) disponibiliza o acesso
a um so�ware gerenciador de referência bibliográfica. Entre os mais conhecidos e utilizados na
categoria estão o Mendeley e o Zotero. Acesse em: <https://www.ufrgs.br/bibliotecas/ferramentas-de-
producao/gerenciadores-de-referencias/ (https://www.ufrgs.br/bibliotecas/ferramentas-de-
producao/gerenciadores-de-referencias/)>.
A lista de referências é composta de elementos essenciais “[...] indispensáveis para
a identificação das fontes das citações de um trabalho”, bem como elementos
complementares “[...] opcionais que podem ser acrescentados aos essenciais para
melhor caracterizar as publicações referenciadas” (KOCHE, 2016 p. 156), como o
número total de páginas.
Comumente, em trabalhos acadêmicos, a sequência alfabética e o sistema autor-
data são preferenciais por sua ampla divulgação e uso na academia. Contudo, a
ordenação das referências pode ser do tipo:
Sequência alfabética: quando adotado o sistema autor-data;
Numérica: segundo a ordem de citação no texto e quando adotado o
sistema numérico; 
Cronológico: segue a ordem cronológica crescente, no caso de haver mais
de uma referência do mesmo autor.
A lista de referências no final do trabalho é separada entre si por um espaço
simples e alinhada somente à margem esquerda. As obras referenciadas podem
ser consideradas no todo, obra completa ou em parte, como capítulo, parte de
coletânea com autores e títulos específicos.
Vejamos, a seguir, dois exemplos de especificações mais recorrentes em trabalhos
acadêmicos. 
Exemplo de uso de referência com um autor pessoal: “SANTOS, Boaventura
de Sousa. O Discurso e o Poder. Ensaio sobre a sociologia da retórica
jurídica. Porto Alegre: Fabris, 1988.”;
Exemplo de uso de referência em capítulo de livro de diferente autoria:
“CHARLOT, Bernard. Formas do Aprender e Conexões de Saberes: os
significados da noção de conexão quando se trata de saberes. In: SILVA,
Veleida Anahí (Org.). Conexões de Saberes: um desafio, uma aventura, uma
promessa. São Cristóvão: Editora UFS, 2007.”.
https://www.ufrgs.br/bibliotecas/ferramentas-de-producao/gerenciadores-de-referencias/
25/04/2020 Metodologia Científica
https://fmu.blackboard.com/bbcswebdav/institution/laureate/conteudos/INS_METOCI_19/unidade_3/ebook/index.html#section_1 15/26
Ao organizar as referências, o nome do autor ou autores da obra é um destaque e
merece atenção para diferentes ocorrências. No caso de até três autores, são
citados todos separados por ponto e vírgula. Já nos casos em que há registro de
mais de três autores, é citado o primeiro autor, seguido da expressão latina et al.
(outros). Nos casos de obras com vários autores, em que um deles ocupa a função
de organizador ou coordenador, o nome será citado, seguido da abreviação
característica da função exercida “Org.” ou “Coord.”.
O acesso crescente da internet e a possibilidade de uso dessa ferramenta como
suporte e apoio à pesquisa também exige atenção no trato dos materiais
consultados. A obra consultada por meio da internet deve ser referenciada (obra
no todo ou parte dela) com todos os elementos essenciais relativos ao gênero
(livro, artigo, jornal ou outros), acrescida da expressão “Disponível em: <endereço
eletrônico>” e data de acesso a referida obra com o termo “Acesso em:
00/00/0000” ou “Acesso em: 00 de xxxxxx de 0000”.
Na sequência, estudaremos um caso para entender melhor quanto a importância
do uso de bibliografias.
CASO
Helena é uma aluna da pós-graduação do curso de Administração e
Marketing. Ela está no final do curso e muito envolvida na escrita do seu
TCC. Como já trabalha na área, encontrar o foco de interesse para a escolha
do tema não foi uma dificuldade.
Depois de algumas reuniões com a professora orientadora, Helena deu
início a escrita do trabalho. Conforme o plano aprovado por sua
professora, ela iniciou a pesquisa bibliográfica com o objetivo de
identificar os conceitos científicos básicos para seu trabalho. Com
pesquisas na internet, acesso à biblioteca virtual da sua instituição de
ensino e livros de acervo pessoal, a aluna logo reuniu um farto material.
Além disso, durante a leitura, ela fazia anotações do material pesquisado
em fichas.
Com a proximidade do prazo final para a entrega do trabalho, Helena se
deu conta de que não havia organizado as referências do trabalho. Então,
retomou as fichas de anotações do material pesquisado. Nesse momento,
a estudante percebeu que não havia anotado todos os elementos
essenciais para compor as referências, conforme as normas da ABNT. Foi,
então, necessário retomar o levantamento de todo o material pesquisado,
25/04/2020 Metodologia Científica
https://fmu.blackboard.com/bbcswebdav/institution/laureate/conteudos/INS_METOCI_19/unidade_3/ebook/index.html#section_1 16/26
dessa vez com redobrada atenção para anotar todos os elementos
essenciais para a identificação das obras consultadas e elaborar as
referências em conformidade com as normas técnicas.
Em casos de submissão de artigos, papers em periódicos científicos, congressos,
colóquios e outros eventos acadêmicos, as determinações de estilo são
previamente especificadas e cabe aos interessados em submeter o trabalho seguir
as orientações na forma como aparecem. Por certo, elas vão estar de acordo com
as normas gerais regidas pela ABNT. 
VOCÊ SABIA?
As normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) foram inspiradas na
academia francesa. Atualmente, entre as normas previstas pela ABNT, as normas
bibliográficas vigentes nos Estados Unidos e as da França carregam divergências.
As pequenas diferenças precisam ser conhecidas, principalmente, no caso de
autores que pretendem submeter suas produções para publicação em periódicos
científicos internacionais.
A consistência de um trabalho acadêmico se dá, em parte, mediante a menção
feita pelo autor a outras obras e autores notoriamente reconhecidos em
determinado campo de saber. Garantir o reconhecimento da contribuição e a
autoria das obras consultadas é uma exigência e um dever para quem ocupa o
lugar de autor, além de oferecer credibilidade à sua própria obra. Esse
reconhecimento se faz por meio das normas de citação.
As citações podem ser do tipo citação direta curta, com a transcrição fiel em até
Página1234567