A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
RELATÓRIO CARACTERIZAÇÃO DE ENZIMAS - aplicado a Nutrição

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE BIOFUNÇÃO
DISCIPLINA: BIOQUÍMICA APLICADA À NUTRIÇÃO I
PROFESSORA: ALINE MIRANDA
RELATÓRIO: CARACTERIZAÇÃO DE ENZIMAS
SALVADOR
2016
1. INTRODUÇÃO
As enzimas são proteínas especializadas na catálise de reações biológicas. Elas estão entre as biomoléculas mais notáveis devido a sua extraordinária especificidade e poder catalítico, que são muito superiores aos dos catalisadores produzidos pelo homem. Praticamente todas as reações que caracterizam o metabolismo celular são catalisadas por enzimas, sendo assim, consideradas as unidades funcionais do metabolismo celular. As enzimas são classificadas da seguinte forma:
- Oxidorredutases: transferência de elétrons (íons hidretos ou átomos de H).
- Transferases: reações de transferência de grupos.
- Hidrolases: reações de hidrólise (transferência de grupos funcionais da água).
- Liases: adição de grupos a ligações duplas, ou formação de duplas ligações pela remoção de grupos.
- Isomerases: transferência de grupos dentro de moléculas para produzir formas isoméricas.
- Ligases: formação de ligações C-C, C-S, C-O e C-N pelas reações de condensação acopladas à clivagem do ATP. 
2. OBJETIVO
Observar a atividade da enzima catalase em diferentes condições: temperatura, pH, variação da concentração do substrato e inibição da catalase pelo cianeto.
3. METERIAL E MÉTODOS
· Água de alface (500 mL de água destilada + folhas de alface trituradas no liquidificador)
· H2O2 4%
· Solução de albumina
· H2SO4 1N
· NaOH 1 N
· Soluções tampão pH 4,5; 7,0; e 10,0
· Solução do cianeto de sódio (NaCN) a 1%
3.1. EFEITO DA TEMPERATURA
 
a) Preparar uma bateria com 3 tubos de ensaio e enumerar.
b) Fazer outra bateria de 3 tubos, cada um contendo 3,0 ml de água de alface. Distribuir estes tubos da seguinte maneira: TUBO 1 no congelador (0º C), TUBO 2 à temperatura ambiente (30º C) e TUBO 3 à 100º C.
c) Tubo Nº 1: adicionar 1,0 ml de água oxigenada: 2,0 ml de água destilada; 6 gotas de solução de albumina e homogeneizar. Incubar a 0º C por 10 minutos. Adicionar, cuidadosamente, 3,0 ml de água de alface, devendo a mesma já se encontrar na temperatura indicada. Homogeneizar por uma única inversão, tampando o tubo com parafilme. Esperar 10 minutos. Anotar o resultado na tabela.
d) Tubo Nº 2: adicionar 1,0 ml de água oxigenada; 2,0 ml de água destilada; 6 gotas de solução de albumina. Homogeneizar. Incubar a 30º C (temperatura ambiente) por 10 minutos. Adicionar, cuidadosamente, 3,0 ml de água de alface, devendo a mesma já se encontrar na temperatura indicada. Homogeneizar por uma única inversão, tampando o tubo com parafilme. Esperar 10 minutos. Anotar o resultado na tabela.
e) Tubo Nº 3: adicionar 1,0 ml de água oxigenada; 2,0 ml de água destilada; 6 gotas de solução de albumina. Homogeneizar. Incubar a 100º C por minutos. Adicionar, cuidadosamente, 3,0 ml de água de alface, devendo a mesma já se encontrar na temperatura indicada. Homogeneizar por uma única inversão, tampando o tubo com parafilme. Esperar 10 minutos. Anotar o resultado na tabela.
f) Construir um gráfico analisando os resultados.
	Tubo
	Água Oxigenada (ml)
	Água Destilada (ml)
	Solução Albumina (gotas)
	Temperatura Água de alface(ml)
 (º C)
	Resultado (mm de espuma)
	1
	1,0
	2,0
	6
	 0 3,0
	40 mm
	2
	1,0
	2,0
	6
	 30 3,0
	35 mm
	3
	1,0
	2,0
	6
	 100 3,0
	0 mm
Gráfico encontrado: Atividade
 Enzimática
 40
 35
 0 30 100 (temperatura) 
Gráfico esperado: | 
 |
 |
 |
 |
 |
3.2. EFEITO DO pH
a) Preparar uma bateria de 5 tubos de ensaio
b) Distribuir os reagentes como indicado na tabela abaixo, respeitando a ordem dos mesmos (da esquerda para a direita)
c) Construir o gráfico, analisando os resultados.
	Tubo Água
 destilada (ml)
	Tampão (2 ml)
	Ácido Sulfúrico (gotas)
	NaOH (gotas)
	Água Solução
alface albumina
 (ml)
	H2O2 (ml)
	Resultado (mm de espuma)
	 1 2,0
	-
	2
	-
	 3,0 6
	1,0
	-
	 2 -
	4,5
	-
	-
	 3,0 6
	1,0
	2 mm
	 3 -
	7,0
	-
	-
	 3,0 6
	1,0
	35 mm
	 4 -
	10,0
	-
	-
	 3,0 6
	1,0
	31 mm
	 5 2,0
	-
	-
	2
	 3,0 6
	1,0
	1 mm
 
 
 
Atividade 35
enzimática 
 31
 
 
 2
 
 1
 
 4,5 7,0 10 pH
3.3. EFEITO DA CONCENTRAÇÃO DO SUBSTRATO
a) Distribuir os reagentes como indicado na tabela abaixo, respeitando a ordem dos mesmos (da esquerda para a direita).
b) Após a distribuição, homogeneizar os reagentes por uma única inversão, tampando os tubos. Esperar 10 minutos e anotar o resultado (em mm de espuma formada a partir da superfície do líquido). Anotar o resultado na tabela.
	Tubo H2O2 (ml)
	H2O destilada (ml)
	Albumina (gotas)
	Água alface (ml) Resultado (mm
 de espuma
	 1 -
	2,0
	6
	 5,0 0 mm
	 2 0,4
	1,6
	6
	 5,0 10mm
	 3 0,8
	1,2
	6
	 5,0 25mm
	 4 1,2
	0,8
	6
	 5,0 35mm
	 5 1,6
	0,4
	6
	 5,0 55mm
	 6 2,0
	-
	6
	 5,0 70mm
Concentração 
do substrato
 
 
 (S)
3.4. INIBIÇÃO DA CATALASE PELO CIANETO
a) Distribuir os reagentes como indicado na tabela baixo, respeitando a ordem dos mesmos (da esquerda para a direita).
b) Após a distribuição, homogeneizar os reagentes por uma punica inversão, tampando os tubos. Esperar 10 minutos e anotar o resultado (em mm de espuma formada a partir da superfície do líquido).
	Tubo
	H2O destilada (ml)
	H2O alface (ml)
	NaCN (gota)
	Albumina (gota)
	H2O2 (ml)
	Resultado ( mm de espuma)
	1
	2,0
	5,0
	3
	6
	 -
	0 mm
	2
	1,6
	5,0
	3
	6
	 0,4
	15 mm
	3
	1,2
	5,0
	3
	6
	0,8
	30 mm
	4
	0,8
	5,0
	3
	6
	1,2
	0 mm
	5
	0,4
	5,0
	3
	6
	1,6
	50 mm
	6
	-
	5,0
	3
	6
	2,0
	52 mm
	7
	1,6
	5,0
	 -
	6
	0,4
	8 mm
	8
	1,2
	5,0
	 -
	6
	0,8
	12 mm
	9
	0,8
	5,0
	 - 
	6
	1,2
	33 mm
	10
	0,4
	5,0
	 -
	6
	1,6
	50 mm
 
Sem Substrato
Com Substrato
4. DISCUSSÃO
1. TEMPERATURA
A temperatura ótima é 30º C, a atividade enzimática deveria ser menor no tubo 1 do que no tubo 2, porém não foi e no tubo 3 deu certo, porque a temperatura de 100º C não tem atividade enzimática.
2. pH
Nesse experimento onde se testou a atividade da catalase tendo o H2O2 como substrato, observamos com a medição da coluna de espuma, que houve uma maior atividade enzimática com o pH 7. A variação de pH afeta diretamente

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.