A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Associativismo e Gestão da Propriedade Rural

Pré-visualização | Página 1 de 1

OS RAMOS DOOS RAMOS DO
COOPERATIVISMOCOOPERATIVISMO
Associativismo e Gestão da Propriedade Rural
CONSUMO
Professor Celso Bergmaier
Alunas Laura H. Taglian, Eduarda Ely e Poliana
Volff G.
 
Santa Catarina se encontra na quarta
posição no ranking dos estados brasileiros
que mais praticam o ramo do Consumo, sendo
superada apenas por RJ, SP e MG.
Nosso estado conta com 16 cooperativas,
325.496 cooperados e 3.228 empregados.
 
 DADOS DE 2021,https://www.ocb.
org.br/
PANORAMA EM
SANTA
CATARINA
O ramo de cooperativas de Consumo é o segundo maior em quantidade de
cooperados no âmbito nacional
Assim como mostrado no filme 'Pioneiros de Rochdale', foi o ramo do
consumo que deu origem ao movimento cooperativista, na Inglaterra, ano
de 1844. Compõe esse ramo, principalmente, as cooperativas que tem como
objetivo a compra em comum de produtos dos associados (ou serviços),
como por exemplo a rede Alfa. Elas têm por objetivo aumentar o poder de
compra geral e participação dos cooperados no mercado, oferecendo
melhores serviços aos associados e reduzindo os custos para os mesmos,
beneficiando a todos, pois assim eles adquirem produtos de qualidade e
estabelecem relação de confiança com seus cooperados.
DEFINIÇÃO
E suas funções e principais objetivos;
A
B
ALGUMAS
COOPERATIVAS
Cooperativa Regional Alfa
Cooperativa de Produção e Consumo Concórdia,
Cooperdia
Fundada em 29 de outubro de 1967 com matriz situada em Chapecó-SC
COOPERATIVA
REGIONAL ALFA
A CooperAlfa conta 20.692 famílias
associadas e emprega cerca de 3.325
pessoas. A empresa atua incentivando e
comercializando a produção agropecuária de
seus associados, esta variando entre grãos
(milho, soja, trigo, feijão), que também
são industrializados pela empresa, e
derivados animais (avicultura, suinocultura
e leite). A cooperativa também produz
sementes, rações e suplementos e conta com
rede de supermercados, lojas agropecuárias
e postos de gasolina. 
Fundada em 05 de setembro de 1967, tendo o número inicial de 30 sócios.
COOPERATIVA DE
PRODUÇÃO E CONSUMO
CONCÓRDIA, COOPERDIA
 Inicialmente, o cultivo de grãos era a
principal atividade da cooperativa. Na década
de 80, esta cresceu e resolveu expandir para
o ramo da produção de suínos e aves, e também
começou a incentivar a produção de leite.
Neste período, se associou à cooperativa
Aurora para intensificar a suinocultura e a
fabricação de ração. 
Atualmente, a Cooperdia atua em mais de 200
municípios e conta com mais de 19.000
cooperados e 1.400 colaboradores. Ela também
produz mais de 250 milhões de litros de leite
e mais de 1,7 milhões de suínos por ano.
1
Alguns projetos que a cooperativa tomou para melhorar o funcionamento do
cooperativismo em nossa região;
ALFA EM AÇÕES
SOCIAIS
Alfa Mulher no
Rio Grande do Sul
2 Alfa Jovem
1
Alguns projetos que a cooperativa realizou para melhorar o funcionamento
do cooperativismo em nossa região;
COOPERDIA EM
AÇÕES SOCIAIS
2
COOPERJOVEM
Núcleos Femininos
Copérdia
ELIZA BRIERLEY
E ALICE ACLAND
As mulheres sempre tiveram igualdade de participação no
cooperativismo, antes mesmo de serem garantidas o direito de
votar, sendo a primeira associada Eliza Brierley, a única mulher
membro da "Sociedade Equitativa dos Pioneiros de Rochdale".
Posteriormente, Eliza serviu de inspiração à muitas mulheres
ingressarem no movimento, como Alice Acland, fundadora da
"Aliança Cooperativa das Mulheres", que organizou a primeira
reunião feminina dedicada ao movimento cooperativo, em 1883.
O cooperativismo nunca impôs limitações de gênero ou raça.
REFERÊNCIAS
https://www.youtube.com/watch?v=L-oXL6g00Og
https://portal.coperdia.com.br/nucleos-femininos/
https://www.youtube.com/watch?v=ivMnlh4DThU
https://www.cooperalfa.com.br/
https://portal.coperdia.com.br/#
http://www.ocesc.org.br/home
https://www.ocb.org.br/
https://www.cooperalfa.com.br/noticia/2019/04/alfa-jovem-um-
programa-transformador
https://www.mundocoop.com.br/especial/mulheres-nas-cooperativas-
conheca-o-historico-da-presenca-feminina-no-cooperativismo.html

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.