Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
DENGUE

Pré-visualização | Página 1 de 1

DENGUE 
GRUPO A GRUPO B GRUPO C GRUPO D 
Febre por até 7 dias acompanhada de pelo 
menos dois sinais e sintomas inespecíficos: 
CEFALEIA, PROSTRAÇÃO, DOR RETRO-
ORBITÁRIA, EXANTEMA, MIALGIAS, 
ARTRALGIAS E HISTÓRIA EPIDEMIOLÓGICA 
COMPATÍVEL. 
Ausência de sinais de alarme 
Prova do laço negativa 
Ausência de manifestações hemorrágicas 
Sem comorbidades, grupo de riscos ou 
condições clínicas especiais 
Febre por até 7 dias acompanhada de pelo 
menos dois sinais e sintomas inespecíficos: 
CEFALEIA, PROSTRAÇÃO, DOR RETRO-
ORBITÁRIA, EXANTEMA, MIALGIAS, 
ARTRALGIAS E HISTÓRIA EPIDEMIOLÓGICA 
COMPATÍVEL. 
Ausência de sinais de alarme 
Prova do laço positiva ou 
Sangramento de pele espontâneo 
Condições especiais e/ ou grupos de riscos: 
lactentes < 2 anos, gestantes, adultos com 
idade > 65 anos, HAS, DM, DPOC, doenças 
hematológicas crônicas, DRC, hepatopatias 
e doenças autoimunes 
Febre por até 7 dias acompanhada de pelo 
menos dois sinais e sintomas inespecíficos: 
CEFALEIA, PROSTRAÇÃO, DOR RETRO-
ORBITÁRIA, EXANTEMA, MIALGIAS, 
ARTRALGIAS E HISTÓRIA EPIDEMIOLÓGICA 
COMPATÍVEL. 
Presença de algum sinal de alarme* 
Manifestações hemorrágicas presentes ou 
ausentes. 
 
Presença ou não de fenômenos 
hemorrágicos e presenças de sinais de 
choque: 
Taquicardia 
Extremidades distais frias 
Pulso fraco e filiforme 
TEC > 2 seg 
Pressão arterial convergente (abaixo de 20 
mmHg) 
Taquipneia 
Oligúria (abaixo de 1,5ml/Kg/hora) 
Hipotensão arterial 
Cianose 
Tratamento ambulatorial 
Hidratação via oral 
Orientar sobre retorno imediato ao serviço 
de saúde, caso apareça alguma sinal de 
alerta 
Esquema de hidratação adultos: 
60 a 80mL/Kg/ dia – sendo 1/3 de solução 
salina e o restante com outros líquidos. 
Hidratação deve ser mantida até o 
desaparecimento da febre 
Analgésicos 
Antieméticos 
Anti histamínicos 
Pacientes com prova do laço positiva – 
solicitar imediatamente um hemograma. 
Se hemograma sem alterações ou pouco 
específicas, deve ser feito hidratação com 
80ml/kg/dia. 
Reavaliação em 24 horas 
 
Se hemograma com plaquetopenia < 50.000 
ou Ht > 44% em mulheres e 50% em 
homens, manter paciente em observação e 
prescrever hidratação paraenteral com 
solução salina isotônica. Após, solicitar novo 
hemograma. Se não melhora, indicado 
internação. 
Hidratação vigorosa 
Solicitar hemograma, perfil bioquímico 
completo, gasometria venosa. 
Deve ser investigado derrames cavitários 
com radiografia de tórax e ultrassom de 
abdome. 
Monitorizar Ht a cada 4 horas e plaquetas a 
cada 12 horas. 
Em caso de instabilidade hemodinâmica, 
não responsivos a hidratação com solução 
cristaloide, está indicado a expansores 
plasmáticos coloides ou ate mesmo 
hemotransfusão. 
Dever ser avaliado a transfusão de 
concentrado de plaquetas e plasma fresco 
como tratamento de coagulopatia. 
*Sinais de alerta na dengue: dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, acúmulo de líquidos (ascite e derrames), hipotensão postural ou lipotimia, hepatomegalia acima de 2cm 
do rebordo costal, sangramento importante de mucosas, sonolência ou irritabilidade, aumento repentino do hematócrito 
 
 
 
 
Maria Cecília Valim