A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atenção Odontológica ao Paciente com Alterações Renais

Pré-visualização | Página 1 de 1

Paciente com Alterações Renais 
ATENÇÃO ODONTOL ÓGICA 
R I NS 
P r i n c i p a is F u n çõe s 
 Excreção de produtos residuais do metabolismo: 
 Ureia 
 Creatinina 
 Ácido úrico 
 Regulação do equilíbrio hídrico e eletrolítico 
 Regulação da pressão arterial 
 Regulação do equilíbrio ácido-base 
 Produção de hormônios 
D OE NÇA R ENAL 
A g u d a 
 Classificação: 
 Pré-renal 
 Intra-renal 
 Pós-renal 
 Rápido comprometimento 
 Reversível 
 Grave uremia (nível anormal de resíduos no 
sangue) 
 Mortal se não tratada 
 Procedimentos odontológicos eletivos devem ser 
adiados 
C r ô n i c a 
 Declínio lento e progressivo 
 Geralmente irreversível e bilateral 
 Mortal se não tratada 
 Perda da função e massa renal 
E ST A D IAME NT O I R C 
 
 G1  Discreta 
 G2  Leve 
 G3  Moderada 
 G4  Severa 
 G5  Falha renal 
T R A NSPL ANT E D E O R GÃOS E T E C IDOS 
 O transplante é um procedimento cirúrgico que 
consiste na reposição de um órgão (coração, 
pulmão, rim, pâncreas, fígado) ou tecido (medula 
óssea, ossos, córneas) de uma pessoa doente 
(receptor), por outro órgão ou tecido normal de 
um doador vivo ou morto. 
A NA MNESE 
P r i m e i r a C o n s u lt a 
H i s t ó r i c o M é d i c o 
 IRC a quanto tempo? 
 Qual a provável causa? 
 Quais as comorbidades? 
 O bservação dos sistemas envolvidos: 
 Respiratório 
 Hematológico 
 Cardiovascular 
 Dermatológico 
 Gastrointestinal 
 Endócrino 
 Neurológico 
 Trouxe exames complementares? 
 Realiza diálise? Qual tipo? Quais dias? 
 Recomendado ou não? 
 Profilaxia antibiótica 
 Quais as medicações em uso? 
 Drogas utilizadas no tratamento da IRC 
 Hipertensão 
 Hiperlipidemia 
 Kipercalemia 
 Hiperfosfatemia 
 Anemia 
 Hipocalcemia 
H i s t ó r i c o O d o nto l ó g i c o 
 Última visita? Teve alguma complicação? 
E XA ME F Í S ICO 
 Se faz diálise, qual o local da fístula 
arteriovenosa? 
 Anemia? 
E XA ME CL Í N I CO 
 Avaliação de tecidos moles 
 Odor amônia 
 Xerostomia: 
 Desequilíbrio eletrolítico 
 Restrição na ingestão de líquidos 
 Medicações anti-hipertensivas 
 Candidíase 
 Estomatite aftosa – estomatite urêmica 
 Petéquias e equimoses: 
 Defeito na adesão plaquetária 
 Defeito na ativação plaquetária 
  ADP, TXA, serotonina 
 Repetidas ativações durante a diálise 
 Redução dos receptores de adesão (Ex: 
GPlb) 
 Diminuição do fator 3 plaquetário 
 Anemia (fluxo, ADP, eritropoietina – 
receptores 
 Doença periodontal: 
 Mais agressivo ou não do que em 
pacientes sem IRC? 
 Diabetes 
 Xerostomia 
 Imunodeficiência 
 Coagulopatia 
 Subnutrição 
 Destruição alveolar 
 Status psicológico 
 Avaliação dos dentes: 
 Baixa prevalência da cárie 
 A prevalência é igual a população 
normal: 
 Aumenta com o tempo de 
diálise 
 Pobre condição oral contribui para o 
aumento da morbidade e mortalidade: 
 Inflamação sistêmica, doenças 
cardiovasculares, infecção 
 Erosão dentária 
 Retardo na erupção dentária 
 Hipoplasia do esmalte 
 Avaliação óssea: 
 Solicitação de radiografias panorâmica e 
periapicais de todos os dentes 
 Avaliação hematológica: 
 Glicemia (jejum) 
 Hemoglobina glicada (S/N) 
 Hemograma completo 
 Tempo de protrombina (TP; INR) 
 Tempo de tromboplastina parcial (TTP) 
 Tempo de sangramento (TS) 
 Sorologia para doenças infecciosas 
 Ureia e creatinina 
O s t e o d i st ro f i a : 
  Fosfato sérico;  Ativação da vitamina D  
aumento do PTH  secreção de fosfato e 
remoção de cálcio dos ossos 
 Solicitar PTH 
 Tratamento médico: 
 Remoção total ou parcial da glândula 
paratireoide 
 Tratamento medicamentoso 
 Aguardar o transplante 
 Lesões osteolíticas: 
 Diminuição da densidade do trabeculado 
ósseo – osso com aspecto de vidro fosco 
 Perda da lâmina dura em torno das 
raízes dentais 
 Esclerose óssea alveolar 
CONSUL T AS SE GUI NT ES 
D i a d o s P r o c e d im en to s 
 Aferição de P.A 
 Verificar se o paciente está alimentado 
 Se tomou as medicações normalmente 
Re a l i z a ç ã o d o s P r o c e d im e nto s 
 Atenção para: 
 Terceiros molares semierupcionados 
 Dentes com lesão de furca 
 Lesões periapicais 
P r e s c r i ç ã o M e d ic ame nto s a 
 Evitar drogas nefrotóxicas 
 Evitar drogas catabólicas (glicocorticoides e 
tetraciclinas) 
 Redução da dose 
 Intervalo da dose 
A I N E S : 
 Prostaglandinas  nefrotóxicas  reduzem o 
efeito de drogas anti-hipertensivas 
D r o g a s d e R o t i na : 
 Analgésicos: 
 Codeína; tramadol 
 AINES: 
 Paracetamol: 
 Utilizar a dosagem de 500mg 
 Aumento do intervalo para 6h 
se TGF entre 10 e 50 mL/min; 
8h se TGF < 10 mL/min 
 Removida pela hemodiálise, 
não pela diálise peritoneal 
 Dipirona: 
 Aumento do intervalo para 6h 
 Antibióticos: 
 Amoxicilina