A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Unidade 5 Projeto de Arquitetura de Software

Pré-visualização | Página 5 de 5

organização de padrões
Banco de Dados Aplicação Implementação Infraestrutura
Dados / Conteúdo
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Interface do usuário
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Enunciado do problema...
Componentes
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Arquitetura
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Enunciado do problema... Nome(s) do(s) Padrão(ões)
Nome(s) do(s) 
Padrão(ões)
Fonte: Microsoft (2004) apud PRESSMAN; MAXIM, 2016, p. 358
21
UNIDADE Projeto de Arquitetura de Software 
É importante salientar que erros podem ocorrer durante o projeto baseado em padrões, 
como não ter dedicado tempo suficiente para entender o problema e seu contexto e 
forças, ocasionando em uma escolha inapropriada de um padrão para a solução exigida. 
Quando isso acontece, a tendência é forçar a utilização do padrão, mesmo que ele 
não se enquadre corretamente na solução do problema em questão. É possível evitar 
certos erros no projeto de software, para tal, por exemplo, pode-se utilizar técnicas de 
revisão e também convidar outros integrantes do time de desenvolvimento a revisar as 
representações arquiteturais e a tabela de organização de padrões. Vale ressaltar que a 
abordagem de projeto baseado em padrões não é utilizada de maneira isolada, portanto, 
deve ser utilizada de forma conjunta com outros conceitos e técnicas de projeto de 
software (PRESSMAN; MAXIM, 2016).
Importante
 “Não imponha um padrão, mesmo que ele atenda ao problema em questão. Se o contexto 
e as forças estiverem errados, procure outro padrão”. (PRESSMAN; MAXIM, 2016, p. 359)
Um vídeo sobre arquitetura de software num cenário de incertezas pode ser assistido a 
partir do link disponível em: https://bit.ly/3aSm4qP
22
23
Material Complementar
Indicações para saber mais sobre os assuntos abordados nesta Unidade:
 Sites
Biblioteca Cruzeiro do Sul Virtual
https://bit.ly/3jyGs4g 
OMG – Object Management Group
https://bit.ly/3a67gpi
The Hillside Group 
https://bit.ly/2Z4HNqc
 Vídeos
 Arquitetura de software num cenário de incertezas
https://bit.ly/3aSm4qP
 Leitura
 ISO/IEC 9126 
https://bit.ly/3jCdEaY
 FURPS 
https://bit.ly/3jBMdhy
23
UNIDADE Projeto de Arquitetura de Software 
Referências
BASS, L.; CLEMENTS, P.; KAZMAN, R. Software architecture in practice. 2.ed. 
Addison-Wesley, 2003.
BEZERRA, E. Princípios de análise e projeto de sistemas com UML. 3.ed. São 
Paulo: Elsevier, 2015.
FOWLER. M. UML Essencial: um breve guia para a linguagem-padrão de modelagem 
de objetos. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.
LARMAN, C. Utilizando UML e padrões: uma introdução à análise e ao projeto orien-
tados a objetos e ao desenvolvimento iterativo. 3.ed. Porto Alegre: Bookman 2007.
PRESSMAN, R. S.; MAXIM. B. R. Engenharia de software. 8.ed. Porto Alegre: 
AMGH, 2016.
SCOTT, K. O processo unificado explicado. Porto Alegre: Bookman, 2003.
WAZLAWICK, R. S. Análise e design orientados a objetos para sistemas de informa-
ção: modelagem com UML, OCL e IFML. 3.ed. Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2015.
24