A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
eQUILIBRIO QUIMICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Letícia Mantovani- EQUILIBRIO QUIMICO 
EQUILIBRIO QUIMICO: 
Processo no qual o reagente estão se convertendo 
em produto e o produto se convertendo em 
reagentes. 
1. EQUILÍBRIO HOMOGÊNEO: mesmo 
estado físico; 
2. EQUILÍBRIO HETERÓGENO: diferentes 
estados físicos; 
 
 
 
 
 
A constante de equilíbrio se dá em mol/l, 
concentrações dos produtos elevada aos seus 
expoentes e a concentração dos reagentes 
elevada ao seu expoente que é o coeficiente. 
QUOCIENTE DA REAÇÃO: 
O valor de QQ permite avaliar em que sentido irá 
evoluir um sistema, até que se atinja o equilíbrio. 
Comparando QQ com KcKc, é possível prever como o 
sistema vai evoluir. 
Se: 
Q<KcQ<Kc – o sistema vai evoluir no sentido direto, 
do consumo dos reagentes e da formação de mais 
produtos. 
Q=KcQ=Kc – o sistema encontra-se em equilíbrio. 
Q>KcQ>Kc – o sistema vai evoluir no sentido inverso, 
do consumo dos produtos e da formação de mais 
reagentes. 
CONSTANTE DE EQUILIBRIO (KP): 
Como todos os participantes da equação química 
acima se encontram no estado gasoso, todos 
participam do cálculo da constante de equilíbrio Kp 
para esse sistema. Para realizar esse cálculo, 
levamos em consideração a pressão parcial de cada 
um dos componentes gasosos. 
 
Kp= produtos/reagentes. 
OBS.: entra somente em estado gasoso. 
PRÍNCIPIO DE LE CHATELIER. 
Se uma perturbação é feita em um sistema em 
equilíbrio, o equilíbrio ira se alterar para reduzir o 
efeito da perturbação. 
Os principais fatores que causam esse deslocamento 
no equilíbrio químico são: CONCENTRAÇÃO DOS 
REAGENTES OU PRODUTOS PARTICIPANTES 
DA REAÇÃO, PRESSÃO E TEMPERATURA. 
 
 
 
 Letícia Mantovani- EQUILIBRIO QUIMICO

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.