A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
gabarito (micologia)

Pré-visualização | Página 4 de 5

tétano.
3	 De	forma	geral,	os	vírus	penetram	nos	organismos	pelo	contato	
com	 as	 células	 nas	 superfícies	 do	 corpo.	 Os	 sítios	 de	 entrada	
comumente	utilizados	por	vírus	incluem	as	mucosas	dos	sistemas	
respiratório	e	urogenital,	a	conjuntiva,	o	trato	gastrointestinal	e	a	
pele	(SANTOS;	ROMANOS;	WIGG,	2015).	Quando	a	transmissão	
dos	vírus	ocorre	de	forma	vertical?	Assinale	a	alternativa	correta.
a) ( ) É a transmissão de um animal para o humano.
b)	(	X)	 É	a	transmissão	de	mãe	para	o	feto	ou	o	embrião.
c) ( ) É a transmissão de um vetor para o hospedeiro.
d) ( ) É a transmissão de pai para filho.
e) ( ) É a transmissão via respiratória.
19
MICOLOGIA CLÍNICA E VIROLOGIA CLÍNICA
TÓPICO	2
1	 “O	Papiloma	Vírus	Humano	(HPV)	é	um	vírus	capaz	de	provocar	
lesões	 na	 pele	 e	 mucosas,	 sendo	 essas	 infecções	 frequentes	 e	
quase	 sempre	 regridem	 naturalmente.	 Há	 mais	 de	 cem	 tipos	
de	 HPV,	 sendo	 que	 quarenta	 podem	 contaminar	 o	 trato	 ano-
genital.	O	HPV	também	pode	ser	classificado	como	de	baixo	risco	
oncogênico	e	alto	risco	oncogênico”	(LIBERA	et al.,	2016,	p.	138).	
Com	relação	a	essa	afirmação,	quais	os	dois	vírus	mais	comuns	
nos	cânceres	cervicais?
a) ( ) HPV26 e HPV16.
b) ( ) HPV6 e HPV11.
c)	 (	X)	 HPV16	e	HPV18.
d) ( ) HPV16 e HPV11.
2	 O	número	de	novas	infecções	por	HIV	está	aumentando	em	cerca	
de	50	países	e	as	novas	infecções	globais	por	HIV	caíram	apenas	
18%	nos	últimos	sete	anos,	de	2,2	milhões	em	2010	para	1,8	milhão	
em	 2017.	 Apesar	 desse	 decaimento,	 ainda	 há	 um	 inaceitável	
elevado	número	de	novas	infecções	e	mortes	relacionados	à	AIDS	
que	ocorre	 a	 cada	ano.	Com	relação	ao	HIV/aids,	 classifique	V	
para	as	sentenças	verdadeiras	e	F	para	as	falsas:	
( ) O HIV é um retrovírus com genoma DNA que utiliza, para 
multiplicar-se, uma enzima denominada transcriptase reversa.
( ) Embora o HIV tenha sido isolado de vários fluidos corporais 
que contêm células inflamatórias, somente o contato com 
sangue, saliva, sêmen, secreções vaginais e leite materno têm 
sido implicados como fontes de infecção desse vírus. 
( ) Uma vez instalada a aids, as pessoas portadoras do HIV apre-
sentam sinais e sintomas de processos oportunistas, represen-
tados principalmente pelas seguintes doenças: infecções opor-
tunistas (meningite criptocóccica e histoplasmose disseminada), 
20
MICOLOGIA CLÍNICA E VIROLOGIA CLÍNICA
tumores (sarcoma de Kaposi e linfomas) e infecções bacterianas 
disseminadas como aqueles causados por Mycobacterium avium-
-intracellulare e Mycobacterium tuberculosis. 
Assinale	a	alternativa	com	a	sequência	CORRETA:	
a)	 (	X)	 F	–	F	–	V.
b) ( ) V – V – F. 
c) ( ) V – F – V. 
d) ( ) F – V – F. 
e) ( ) V – V – F. 
3	 Pessoas	 com	 AIDS	 geralmente	 apresentam	 uma	 série	 de	
infecções	oportunistas	em	razão	do	ataque	do	vírus	ao	sistema	
imunológico.	O	vírus	HIV	atinge	principalmente	 as	 células	de	
defesa,	chamadas	de:
a) ( ) linfócitos B.
b)	(	X)	 linfócitos	T	CD4.
c) ( ) linfócitos NK.
d) ( ) linfócitos T CD8.
4	 Comportamentos	 de	 risco	 relacionados	 à	 transmissão	 do	 HIV	
podem	ter	outros	efeitos	negativos	na	saúde,	como	problemas	de	
abuso	de	drogas	e	outras	 infecções	 sexualmente	 transmissíveis	
ou	transmitidas	pelo	sangue,	como	hepatite	B	ou	C,	que	podem	
aumentar	a	mortalidade	não	relacionada	ao	HIV.	No	que	se	refere	
à	transmissão	do	vírus	da	Imunodeficiência	Humana,	assinale	a	
alternativa	CORRETA:
a) ( ) É de transmissão exclusivamente sexual.
b) ( ) Somente é transmitido entre indivíduos do mesmo sexo ou 
usuários de drogas.
c) ( ) A fase aguda corresponde ao período em que são identificadas 
as diversas infecções oportunistas.
d)	 (	X)	 O	 aparecimento	 de	 infecções	 oportunistas	 e	 neoplasias	 é	
definidor	 da	 Síndrome	 da	 Imunodeficiência	 Adquirida	
(AIDS).
21
MICOLOGIA CLÍNICA E VIROLOGIA CLÍNICA
TÓPICO 3
1	 Descreva	o	mecanismo	de	latência	do	HSV.
R.: O vírus deve entrar em contato com as superfícies mucosas ou 
pele não íntegra, para que a infecção seja iniciada. Os vírions 
da progênie entram nos axônios dos neurônios sensoriais que 
inervam a área afetada e viajam de forma retrógrada para os 
corpos celulares neuronais do gânglio trigeminal (TG), que se 
torna o local para a latência do HSV. 
2	 Com	relação	ao	HSV-1	e	HSV-2,	classifique	V	para	as	sentenças	
verdadeiras	e	F	para	as	falsas:		
( ) A infecção primária por HSV-1 ou HSV-2 resulta na replicação 
lítica produtiva do vírus e no estabelecimento de latência que 
dura toda a vida do hospedeiro. 
( ) A aquisição da infecção pelo HSV-2 é consequência da 
transmissão por contato sexual e é considerada uma IST. 
( ) A diferenciação entre HSV-1 e HSV-2 é extremamente relevante 
tanto para o tratamento, quanto para estudos epidemiológicos. 
( ) Vesícula local acompanhada de uma vermelhidão em torno da 
área afetada, formigamento ou queimação é a marca registrada 
da infecção por HSV-1. 
Assinale	a	alternativa	que	apresenta	a	sequência	CORRETA:	
a) ( ) F – F – V – F.
b) ( ) V – V – F – V. 
c) ( ) V – F – V – V. 
d) ( ) F – V – F – F. 
e)	(	X)	 V	–	V	–	F	–	V.	
3	 No	que	refere	à	estrutura	do	Vírus	da	Herpes,	assinale	a	alternativa	
CORRETA:	
22
MICOLOGIA CLÍNICA E VIROLOGIA CLÍNICA
a) ( ) Não apresenta um envelope lipídico. 
b)	(	X)	 As	 espécies	 Human hespesvirus 1 (HHV-1) e Human 
herpesvirus 2	 (HHV-2)	 são	 representados	 pela	 herpes	
simples	e	composto	por	um	grande	genoma	de	DNA.
c) ( ) O HSV-1 e HSV-2 pertencem subfamília Betaherpesviridae.
d) ( ) O mecanismo básico de entrada do HSV-1 na célula hospe-
deira, não necessariamente envolve glicoproteínas para a en-
trada viral. 
TÓPICO 4
1	As	 hepatites	 têm	 grande	 impacto	 na	 vida	 do	 paciente,	 quando	
se	 trata	da	hepatite	B	o	 caso	 agrava	 ainda	mais.	O	diagnóstico	
dessa	patologia	pode	se	dar	através	de	diferentes	testes,	contudo,	
a	busca	por	antígenos	e	anticorpos	ainda	é	a	mais	usada	devido	
à	 facilidade	 de	 realização,	 alta	 especificidade	 e	 sensibilidade,	
bem	como	o	baixo	custo.	Baseado	em	seu	conhecimento	sobre	os	
antígenos	e	anticorpos	que	são	identificados	reagente	na	infecção	
aguda	por	HBV,	assinale	a	alternativa	CORRETA:
a)	(	X)	 HBsAg,	HBeAg	e	Anti-HBc	IgM.	
b) ( ) HBsAg, Anti-HBc IgM e Anti-HBc IgG.
c) ( ) HBsAg, anti-HBS e Anti-HBc IgM. 
d) ( ) HBeAg, anti-HBS e Anti-HBc total.
2	 As	 hepatites	 estão	 entre	 as	 patologias	 mais	 frequentes	 no	
mundo	 todo,	 de	 modo	 geral,	 têm	 afinidade	 pelas	 células	 do	
fígado	e	variam	no	grau	de	gravidade	da	 infecção.	 	 “A	história	
das	 hepatites	 virais	 remonta	 vários	 milênios.	 Informações	
contidas	na	literatura	chinesa	já	faziam	referência	à	ocorrência	de	
icterícia	entre	sua	população	há	mais	de	cinco	mil	anos.	Surtos	
de	icterícia	foram	relatados	na	Babilônia	há	mais	de	2.500	anos.	
Escritos	de	Hipócrates,	que	viveu	provavelmente	300	a	400	anos	
antes	 de	 Cristo,	 revelam	 historicamente	 que:	 a	 icterícia	 seria	
23
MICOLOGIA CLÍNICA E VIROLOGIA CLÍNICA
provavelmente	de	origem	infecciosa	e	o	problema	poderia	estar	
no	fígado;	o	acúmulo	de	líquido	no	abdome	(ascite)	poderia	ser	
causado	 por	 alguma	 doença	 crônica	 nesse	 órgão”	 (FONSECA,	
2010,	 p.	 322).	 Com	 relação	 a	 esse	 trecho	 e	 no	 conhecimento	
prévio	 sobre	 a	 família	 e	gênero	do	HAV,	assinale	 a	 alternativa	
CORRETA:
a) ( ) Família Hepadnaviridae, gênero Orthohepadnavirus.
b) ( ) Família Flaviviridae,	gênero	Hepacivirus.
c)	 (	X)	 Família	Picornaviridae, gênero	Hepatovirus.
d) ( ) Família Flavivirideae, gênero Alphavírus. 
3	 A	 vacina	 é	 a	 principal	 medida	 profilática	 para	 o	 controle	 da	
hepatite	B.	Sua	administração	ocorre	em	três	doses:	a	primeira,	no	
nascimento;	a	segunda,	no	primeiro	mês	de	vida;	e	a	terceira,	aos	
seis	meses	(ROCHA,	2016).	Com	relação	aos	anticorpos	a	seguir,	
qual	é	considerado	um	marcador	de	imunidade	para	o	HBV?
a) ( ) Anti-HBc total.
b)	(	X)	 Anti-HBs.
c)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.