A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
37 pág.
EMPRESARIAL

Pré-visualização | Página 1 de 9

DIREITO EMPRESARIAL
Caderno de Revisão esquematizado – OAB XXXV – Método de revisão Constante 
Material elaborado por Samara Gomes de Freitas (@esquematizaquestoes) 
O material é de uso pessoal e o compartilhamento é PROIBIDO! 
1 
 
TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL 
(tema de alta incidência) 
 
Permanecerá SOLIDARIAMENTE obrigado por 01 ANO com 
o adquirente 
 
CRÉDITOS VENCIDOS: conta-se da PUBLICAÇÃO 
CRÉDITOS VINCENDOS: conta-se da data do VENCIMENTO. 
 
Depende do pagamento de todos os credores ou; 
 
Do consentimento destes, de forma expressa ou tácita. 
 
Prazo de 30 dias a partir da notificação 
 
Arquivado na Junta Comercial + publicação na imprensa 
oficial. 
 
OBS: Essa regra não se aplica às microempresas, obrigando-
se tão somente a arquivar o contrato na Junta Comercial 
(art. 71 da LC 123/06) 
→
Existem duas estipulações: 
 
1. Não fazer a sub-rogação dos contratos 
 
2. Fazer a sub-rogação dos contratos 
 
Assim, o contrato de alienação do estabelecimento pode 
afastar ou não a sub-rogação do adquirente nos contratos 
celebrados anteriormente para sua exploração. 
Não havendo autorização expressa, o alienante do 
estabelecimento não pode fazer concorrência ao 
adquirente, nos 5 anos subsequentes à transferência. 
 
 
Caderno de Revisão esquematizado – OAB XXXV – Método de revisão Constante 
Material elaborado por Samara Gomes de Freitas (@esquematizaquestoes) 
O material é de uso pessoal e o compartilhamento é PROIBIDO! 
2 
 
É possível, desde que (Art.974): 
 
• Já o exercia anteriormente, enquanto capaz; 
• Autorização judicial (pode ser revogada pelo juiz); 
• Assistido, se for relativamente capaz e representado, caso seja absolutamente 
incapaz, no instrumento de alteração contratual; 
• Capital integralizado; 
• Vedado o exercício da administração da sociedade por ele. 
 
CUIDADO: Se o 
representante ou 
assistente do incapaz for 
pessoa que não pode 
exercer atividade de 
empresário, nomeará 
com a aprovação do juiz, 
um ou mais gerentes. A 
aprovação do juiz NÃO 
EXIME o representante 
ou assistente do menor 
ou do interdito da 
responsabilidade PELOS 
ATOS DOS GERENTES 
NOMEADOS. 
 
São impedidos legalmente de exercerem a atividade 
própria de empresário: 
1. falido não reabilitado 
2. aqueles condenados pela prática de cuja pena vede 
o acesso à atividade empresarial, 
3. Servidor público 
4. magistrados, 
5. membros do Ministério Público 
6. deputados, 
7. senadores 
8. militares na ativa. 
OBS: As obrigações assumidas pelo legalmente impedido, 
ao realizar atividades de empresário SÃO VÁLIDAS em 
relação ao terceiro que com ele contrate, e 
responderá ILIMITADAMENTE. (Art.973) 
 
Empresa é a atividade econômica organizada para a produção e/ou a 
circulação de bens e de serviços; empresário é o titular da empresa, 
quem a exerce em caráter profissional. 
 
Quem exerce atividade intelectual de natureza literária, artística ou 
científica, ainda que com o concurso de auxiliares e colaboradores, 
 
Exceção: Salvo se o exercício da profissão constituir elemento de 
empresa. 
 
Segundo o Art.967 CC, a inscrição é obrigatória antes do início da 
atividade, contudo o fato de não haver inscrição caracteriza apenas a 
condição de empresário irregular. 
 
Caderno de Revisão esquematizado – OAB XXXV – Método de revisão Constante 
Material elaborado por Samara Gomes de Freitas (@esquematizaquestoes) 
O material é de uso pessoal e o compartilhamento é PROIBIDO! 
3 
 
OBS: O conceito de empresário não depende de registro, se você pratica 
empresa, já é considerado empresário. Mas como condição de 
regularidade, é necessário a inscrição do empresário antes do início da 
atividade. 
 
OBS2: A inscrição na junta comercial é obrigatória em todos os casos, 
com exceção do empresário rural, cuja inscrição é facultativa. 
 
A inscrição na junta comercial é facultativa para quem desenvolve 
atividade rural, PORÉM, ele só será considerado empresário com o 
devido registro. 
 
OBS: Aqui, mesmo que ele não tenha se registrado, continua NÃO 
SENDO CONSIDERADO EMPRESÁRIO!! 
 
Não confundir com a situação do empresário urbano. 
 
 
Art. 971. O empresário, cuja atividade rural constitua sua principal 
profissão, pode, observadas as formalidades de que tratam o art. 968 e 
seus parágrafos, requerer inscrição no Registro Público de Empresas 
Mercantis da respectiva sede, caso em que, depois de inscrito, ficará 
equiparado, para todos os efeitos, ao empresário sujeito a registro. 
 
Parágrafo único. Aplica-se o disposto no caput deste artigo à associação 
que desenvolva atividade futebolística em caráter habitual e 
profissional, caso em que, com a inscrição, será considerada 
empresária, para todos os efeitos. (Incluído pela Lei nº 14.193, de 
2021)
 
 
Obedecem ao regime tributário do Simples Nacional, estão 
inseridas na Lei Complementar 123/2006 e no artigo 170, 
inciso IV da Constituição Federal. 
• Empresário Individual; 
• Empresário Individual de Responsabilidade Limitada; 
• Sociedade Simples e 
• Sociedade Empresária, menos por ações. 
 
• Capital máximo de R$ 81.000,00 (oitenta e um mil 
reais); 
• A responsabilidade da pessoa física se confundi com 
a da pessoa jurídica; 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2021/Lei/L14193.htm#art35
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2021/Lei/L14193.htm#art35
Caderno de Revisão esquematizado – OAB XXXV – Método de revisão Constante 
Material elaborado por Samara Gomes de Freitas (@esquematizaquestoes) 
O material é de uso pessoal e o compartilhamento é PROIBIDO! 
4 
 
• Pode ter apenas um empregado com carteira 
assinada; 
• Não pode ser sócio ou titular de outra empresa. 
 
➔ Art. 980-A. A empresa individual de responsabilidade 
limitada será constituída por uma única pessoa titular da 
totalidade do capital social, devidamente integralizado, que 
não será inferior a 100 (cem) vezes o maior salário-mínimo 
vigente no País. 
➔ § 1º O nome empresarial deverá ser formado pela 
inclusão da expressão "EIRELI" após a firma ou a 
denominação social da empresa individual de 
responsabilidade limitada. 
➔ § 2º A pessoa natural que constituir empresa 
individual de responsabilidade limitada SOMENTE PODERÁ 
FIGURAR EM UMA ÚNICA EMPRESA DESSA MODALIDADE. 
➔ § 3º A empresa individual de responsabilidade 
limitada também poderá resultar da concentração das 
quotas de outra modalidade societária num único sócio, 
independentemente das razões que motivaram tal 
concentração 
➔ § 6º Aplicam-se à empresa individual de 
responsabilidade limitada, no que couber, as regras 
previstas para as sociedades limitadas. 
➔ Capital mínimo de 100 (cem) salários mínimos; 
• Capital entre R$ 360 mil e 4,8 milhões; 
• Pode contratar até 99 funcionários, tiver no ramo da 
indústria, e de 10 a 49 funcionários, se for comércio; 
• Pode optar pelo Simples Nacional, desde que 
preencha os requisitos; 
• A depender do enquadramento (EIRELI ou Ltda), 
pode ser sócio em outras empresas. 
 
 
Opera sob firma constituída por seu nome, completo ou 
abreviado, ou por designação mais precisa da sua pessoa 
ou gênero da atividade 
 
O objeto social (apontar a atividade/propósito da 
empresa) é facultativo. 
Somente por meio de denominação. 
 
Caderno de Revisão esquematizado – OAB XXXV – Método de revisão Constante 
Material elaborado por Samara Gomes de Freitas (@esquematizaquestoes) 
O material é de uso pessoal e o compartilhamento é PROIBIDO! 
5 
 
Denominação: Tanto o nome civil, quanto qualquer 
outra expressão linguística que a doutrina costuma 
designar “elemento fantasia”. 
 
 
Não tem firma e nem denominação. 
Pode usar a razão social ou a denominação 
 
CC Art. 50. Em caso de abuso da personalidade jurídica, caracterizado pelo desvio de 
finalidade ou pela confusão patrimonial, pode o juiz, a requerimento da parte, ou do 
Ministério Público quando lhe couber intervir no processo, desconsiderá-la para que os 
efeitos de certas e determinadas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.