A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
524 pág.
Apostila_Anbima_CEA_Topinvest_2022-1

Pré-visualização | Página 47 de 50

O produtor (ou a cooperativa de produtores) que quer emitir uma CPR vai
contratar um banco ou uma seguradora para prestar serviço de aval. Então, o
banco vai assumir o risco da operação.
Isso pode ser entendido como se o banco, ao prestar esse serviço de seguro
(aval), dissesse aos investidores:
"Investidores que pensam em comprar a CPR desse produto, podem comprar
semmedo que se o produtor tiver algum problema com sua safra, eu pago o
valor da CPR".
Características:
• o lastro do título é, costumeiramente, o penhor rural;
• não tem cobertura do FGC;
• pode ser negociado no mercado primário ou secundário;
• pode ser negociado no mercado de balcão sem registro na clearing;
• para ser negociado nomercado secundário é imprescindível que tenha sido
registrado na clearing de ativos;
• será custodiada na clearing da B3;
• investidor PF está isento de IR;
• investidor PJ vai pagar IR conforme a Tabela Regressiva;
200
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
• é possível a liquidação física do título. Em outras palavras, o investidor pode
comprar uma CPR para um produtor de soja, por exemplo, e no vencimento
do título não recebe dinheiro, mas recebe a soja produzida. Esse tipo de
contrato é muito comum entre os produtores e as exportadoras. A empresa
que vai exportar, financia a produção para ser vendida no mercado externo.
Esse tipo de negociação pode ser dispensado do registro na clearing.
3.33 - Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA)
O CDCA é um título de crédito nominativo, de livre negociação e representativo
de promessa de pagamento em dinheiro, vinculado a direitos creditórios
originários de negócios realizados entre produtores rurais (ou suas cooperativas)
e terceiros, inclusive financiamentos ou empréstimos.
CDCA é a negociação dos CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio);
Emitido exclusivamente por cooperativas de produtores rurais e outras PJ com
atividades relacionadas;
Características:
• pode ser negociado com taxa pré-fixada ou pós-fixadas;
• isenção fiscal para pessoa física quando há aquisição deste título;
• esses títulos apresentammaiores garantias e retornos mais atrativos do que
os usualmente praticados no mercado;
• é emitido com alienação fiduciária dos direitos creditórios vinculados ao
título, o que aumenta ainda mais as garantias dos investidores nessa
operação.
3.34 - Títulos ASG
O termo representa investimentos cujos emissores buscam prezar pela
sustentabilidade, responsabilidade social e governança, vamos a alguns
exemplos:
201
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
3.35 - Títulos verdes (Green Bonds)
São papéis de dívida emitidos especificamente para financiar projetos com
benefícios ambientais. O que os caracteriza é justamente a destinação de
recursos (ou ‘use of proceeds’, no jargão do mercado).
O dinheiro captado via green bond é carimbado e só pode ser destinado para o
projeto específico que foi declarado pela empresa ou governo no momento da
emissão.
Os tipos mais comuns de projetos associados à emissão de títulos verdes são
energia renovável, eficiência energética, prevenção e controle de poluição,
agricultura e pecuária sustentável e transporte limpo, mas o uso varia.
No Brasil, uma série de instrumentos financeiros de dívida podem receber o ‘selo
verde’: debêntures, debêntures de Infraestrutura, Certificados de Recebíveis do
Agronegócio (CRA), Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e cotas de
Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC).
3.36 - Social Bonds
É uma espécie de primo dos green bonds, o social bonds segue a mesma lógica
de dinheiro carimbado, mas, no caso, os projetos financiados têm que ter
benefícios sociais definidos.
Exemplos: acesso a infraestrutura básica, como água, esgoto, saneamento,
transporte e energia; acesso a serviços essenciais, como saúde e educação;
habitação a preços acessíveis; alívio a desemprego decorrente de crises (ex:
pandemia); segurança alimentar e sistemas alimentares sustentáveis (ex:
combate a desperdícios).
3.37 - Sustainability - Linked Bond (SLB)
Diferentemente dos green bonds e social bonds, o dinheiro não é carimbado, o
que dá mais liberdade no uso dos recursos. Mas, ao emitir um SLB, a empresa
tem que se comprometer commetas ambientais e ou sociais objetivas dentro
de determinado prazo.
Caso falhe em atingi-las, sofre uma penalidade, na forma de um prêmio sobre a
202
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
taxa de juro, que encarece o seu custo de crédito. Esse mecanismo é chamado
de ‘step up’ de taxa. (Há emissões em que ocorre o contrário: há um ‘step down’,
ou seja, a taxa cai caso a meta seja cumprida, mas esse tipo de incentivo é
menos popular entre investidores).
A ideia aqui é financiar a melhoria da performance ESG das empresas;
Basicamente, a empresa tem que selecionar bons indicadores-chave de
desempenho, os famosos KPIs, e definir metas claras a serem cumpridas. E a boa
prática rege que tanto indicadores quanto metas têm que atender ao princípio
de materialidade, ou seja, precisam ser relevantes dentro da atividade da
empresa.
3.38 - Títulos de Transição (Climática)
Título ou valor mobiliário de renda fixa que levanta capital destinado a projetos
novos ou existentes relacionados à transição climática.
Estes instrumentos são normalmente utilizados por indústrias com altas
emissões de gases de efeito estufa (GEE) e lhes permitem assegurar
financiamento para um transição para atividades comerciais de menor emissão
de carbono.
3.39 - Títulos ODS
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são título ou valor mobiliário de
renda fixa que levanta capital destinado a atividades verdes, sociais ou climáticas
novas ou existentes vinculadas com os ODS.
Os ODS representam um plano de ação global para eliminar a pobreza extrema
e a fome, oferecer educação de qualidade ao longo da vida para todos, proteger
o planeta e promover sociedades pacíficas e inclusivas até 2030.
Em Setembro de 2015, foi lançada a Agenda 2030, com os 17 Objetivos de
Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS).
A Agenda de 2030 entende planeta, pessoas, prosperidade, paz e parceria como
áreas cruciais para o desenvolvimento saudável da vida e determina objetivos a
serem atingidos até 2030 para a erradicação de problemas relacionados a cada
uma delas.
203
https://www.youtube.com/c/Topinvestbrasil
https://www.facebook.com/TopInvestBrasil/
https://t.me/topinvest_oficial
https://www.instagram.com/topinvest_oficial/?hl=pt-br
https://www.topinvest.com.br/cursos/curso-anbima-cea?utm_source=Apostila&utm_medium=Banner&utm_campaign=Rodape_CEA
3.40 - 17 Objetivos Internacionais:
• 1 - Erradicação da pobreza: Acabar com a pobreza em todas as suas formas,
em todos os lugares;
• 2 - Fome zero e agricultura sustentável: Acabar com a fome, alcançar a
segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura
sustentável;
• 3 - Saúde e bem-estar: Assegurar uma vida saudável e promover o
bem-estar para todos, em todas as idades;
• 4 - Educação de qualidade: Assegurar a educação inclusiva e equitativa de
qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida
para todos;
• 5 - Igualdade de gênero: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar
todas as mulheres e meninas;
• 6 - Água potável e saneamento: Assegurar a disponibilidade e