A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
AULA 1 REC.

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
*
Profª Priscila Bodziak Perez de Castro
Contato: priscila.castro@fpb.edu.br
*
*
Englobam uma série de técnicas nas quais o fisioterapeuta utiliza a mão e seu próprio corpo para promover mobilizações teciduais e manipulações articulares com o objetivo de promover relaxamento, estimular a circulação sanguínea, eliminar restrições teciduais e articulares bem como facilitar a restauração da função.
*
*
Na massoterapia o fisioterapeuta irá aplicar pressões ou vibrações sobre os tecidos moles do corpo, incluindo músculos, tendões, ligamentos, fascias e tecidos cicatriciais com o objetivo de estimular a circulação sanguínea, a mobilidade e a elasticidade tecidual, o alívio de stress psicológico e de tensões musculares, bem como o alívio de dores corporais.
*
*
*
*
*
*
A Liberação Miofascial pode promover analgesia e melhorar de forma qualitativa e quantitativa o movimento e a função.
Trata-se de uma técnica de manipulação tecidual muito difundida pelo fisioterapeuta John F. Barnes indicada para o tratamento de dores e disfunções tanto agudas como crônicas.
*
*
O terapêuta aplica uma pressão sustentada e promove um movimento tridimensional sobre o sistema fascial com o objetivo de eliminar restrições fasciais e de trazer à consciência padrões emocionais e sistemas de crenças que podem impedir a progressão do tratamento, restaurando o equilíbrio geral do indivíduo.
*
*
*
*
	
	A Mobilização Neural ou Neurodinâmica tem como um de seus grandes estudiosos David Butler. É uma ciência que estuda a relação entre a biomecânica e a fisiologia com o sistema nervoso. 
	
 
*
*
De forma simplista, ela avalia e trata a saúde física do sistema nervoso. Assim como os músculos e articulações, o sistema nervoso também tem propriedades que são essenciais ao movimento, que podem ser examinadas pela palpação do nervo e por testes neurodinâmicos. 
*
*
Partindo do pressuposto que o sistema nervoso é contínuo (central e periférico) o posicionamento da cabeça pode influenciar uma resposta neural na perna, por exemplo. 
*
*
Dessa maneira, é muito importante avaliar o paciente como um todo: músculo, tendão, fascia, articulação e também o sistema neural para se identificar com precisão onde está a causa primária do problema do paciente, para que se possa utilizar a técnica terapêutica apropriada.
*
*
*
*
O Método Maitland de manipulação articular foi idealizado pelo fisioterapeuta australiano Geoff Maitland na década de 60 e hoje em dia está incorporado na Fisioterapia moderna de todo mundo. 
*
*
Este método avalia e trata disfunções articulares tanto da coluna como das articulações periféricas. As técnicas de tratamento podem ser graduadas de acordo com o estágio da patologia, o que torna a manipulação muito confortável aos pacientes.
*
*
A partir de uma avaliação, o profissional identifica a restrição articular e através de manipulações articulares ele promove a liberação de restrições, restaurando a função articular com conseqüente alívio da dor.
*
*
*
*
A técnica de avaliação e tratamento de disfunções músculo esqueléticas chamada Positional Release Therapy (PRT) foi traduzida para o português como Terapia de Liberação Posicional. A base para o desenvolvimento desta técnica vem dos estudos do Dr Lawrence Jones e foi ampliada e organizada por Kerry D’Ambrogio e George Roth. 
*
*
Ela permite a redução da hipertonia relacionada tanto a espasmos musculares, causados por lesões traumáticas periféricas, quanto por espasticidade, conse-quência de lesões neurológicas, a partir do posicionamento do corpo com o objetivo de proporcionar o maior relaxamento muscular pos-sível. 
 
*
*
A normalização do tônus muscular,  ou seja, o relaxamento muscular, auxilia na melhora da mobilidade articular, no alongamento das fibras musculares, na flexibilidade de tecidos moles envolvidos com a lesão, bem como na analgesia e melhora da função.
*
*
*
*
PELA 
 
 ATENÇÃO 
 
 OBRIGADA!!!