A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
DIGESTÃO E ABSORÇÃO NO TRATO GASTROINTESTINAL capítulo 66 Guyton

Pré-visualização | Página 2 de 6

no intestino delgado superior, duodeno e jejuno, sob a influência de 
enzimas proteolíticas da secreção pancreática. Imediatamente ao entrar no intestino delgado, provenientes do estômago, 
os produtos da degradação parcial das proteínas são atacados pelas principais enzimas proteolíticas pancreáticas: 
tripsina, quimotripsina, carboxipolipeptidase e elastase. Tanto a tripsina como a quimotripsina clivam as moléculas de 
proteína em pequenos polipeptídeos; a carboxipolipeptidase então libera aminoácidos individuais dos terminais carboxila 
dos polipeptídeos. A proelastase, por sua vez, é convertida em elastase que, então, digere as fibras de elastina, 
abundantes em carnes. Apenas pequena porcentagem das proteínas é digerida completamente, até seus aminoácidos 
constituintes pelos sucos pancreáticos. A maioria é digerida até dipeptídeos e tripeptídeos. 
 
 Digestão de Peptídeos por Peptidases nos Enterócitos Que Revestem as Vilosidades do Intestino Delgado: 
O último estágio na digestão das proteínas no lúmen intestinal é feito pelos enterócitos que revestem as vilosidades do 
intestino delgado, especialmente no duodeno e no jejuno. Essas células apresentam borda em escova, que consiste em 
centenas de microvilosidades que se projetam da superfície de cada célula. Nas membranas de cada uma dessas 
microvilosidades, encontram-se múltiplas peptidases que se projetam através das membranas para o exterior, onde 
entram em contato com os líquidos intestinais. Dois tipos de peptidases são especialmente importantes, 
aminopolipeptidase e diversas dipeptidases. Elas continuam a hidrólise dos maiores polipeptídeos remanescentes em 
tripeptídeos e dipeptídeos e de uns poucos aminoácidos. Aminoácidos, dipeptídeos e tripeptídeos são facilmente 
transportados através da membrana microvilar para o interior do enterócito. Finalmente, no citosol do enterócito, 
existem várias outras peptidases específicas para os tipos de aminoácidos que ainda não foram hidrolisados. Em minutos, 
praticamente todos os últimos dipeptídeos e tripeptídeos são digeridos a aminoácidos, que então são transferidos para o 
sangue. Mais de 99% dos produtos finais da digestão das proteínas absorvidas são aminoácidos; raramente, peptídeos e, 
ainda mais raramente, proteínas inteiras são absorvidas. Mesmo essas raríssimas moléculas de proteínas absorvidas 
inteiras podem, por vezes, causar sérios distúrbios alérgicos ou imunológicos. 
 
DIGESTÃO DE GORDURAS 
 
 Gorduras na Dieta: 
As gorduras mais abundantes da dieta são as gorduras neutras, também conhecidas como triglicerídeos; estes são 
formados por glicerol esterificado com três moléculas de ácidos graxos. A gordura neutra é um dos principais 
constituintes dos alimentos de origem animal, mas muito mais rara nos alimentos de origem vegetal. Na dieta usual 
existem também quantidades pequenas de fosfolipídios, colesterol e ésteres de colesterol. Os fosfolipídios e os ésteres de 
colesterol contêm ácidos graxos e, portanto, podem ser considerados gorduras. O colesterol, no entanto, é um composto 
esterol que não contém ácido graxo, mas exibe algumas das características químicas e físicas das gorduras; além disso, é 
derivado das gorduras e metabolizado como elas. Portanto, o colesterol é considerado, do ponto de vista dietético, 
gordura. 
 
 A Digestão de Gorduras Ocorre Principalmente no Intestino Delgado: 
Pequena quantidade de triglicerídeos é digerida no estômago pela lipase lingual secretada pelas glândulas linguais na 
boca e deglutida com a saliva. Essa digestão é menor que 10% e, em geral, sem importância. Essencialmente, toda a 
digestão das gorduras ocorre no intestino delgado. 
 
 A Primeira Etapa na Digestão da Gordura é a Emulsificação por Ácidos Biliares e Lecitina: 
A primeira etapa na digestão de gorduras é a quebra física dos glóbulos de gordura em partículas pequenas, de maneira 
que as enzimas digestivas hidrossolúveis possam agir nas superfícies das partículas. Esse processo é denominado 
emulsificação da gordura e começa pela agitação no estômago que mistura a gordura com os produtos da secreção 
gástrica. A maior parte da emulsificação ocorre no duodeno, sob a influência da bile, secreção do fígado que não contém 
enzimas digestivas. Porém, a bile contém grande quantidade de sais biliares, assim como o fosfolipídeo lecitina. Essas 
duas substâncias, mas especialmente a lecitina, são extremamente importantes para a emulsificação da gordura. As 
porções polares (i. e., os pontos onde ocorre a ionização na água) dos sais biliares e das moléculas de lecitina são muito 
solúveis em água, enquanto quase todas as porções remanescentes de suas moléculas são muito solúveis em gordura. No 
entanto, as porções solúveis em gordura dessas secreções hepáticas se dissolvem na camada superficial dos glóbulos 
gordurosos, com as porções polares projetadas. As projeções polares, por sua vez, são solúveis nos líquidos aquosos 
circundantes, o que diminui, consideravelmente, a tensão interfacial da gordura e também a torna solúvel. 
Quando a tensão interfacial do glóbulo do líquido imiscível é baixa, esse líquido imiscível, sob agitação, pode ser dividido 
em pequenas partículas, muito mais facilmente do que pode quando a tensão interfacial é grande. Consequentemente, a 
principal função majoritária dos sais biliares e da lecitina, especialmente da lecitina na bile, é tornar os glóbulos 
gordurosos rapidamente fragmentáveis, sob agitação com água no intestino delgado. Essa ação é igual àquela que muitos 
detergentes que são largamente usados em limpadores domésticos para a remoção de gordura. 
Com a redução do diâmetro dos glóbulos de gordura, a área superficial total aumenta bastante. Na medida em que os 
diâmetros médios das partículas de gordura no intestino após a emulsificação são inferiores a 1 micrômetro, isso 
representa um aumento de até 1.000 vezes da área superficial total da fase lipídica. 
As enzimas lipases são compostos hidrossolúveis e podem atacar os glóbulos de gordura apenas em suas superfícies. Por 
conseguinte, essa função detergente dos sais biliares e da lecitina é muito importante para a digestão das gorduras. 
 
 Os Triglicerídeos São Digeridos pela Lipase Pancreática: 
A enzima mais importante para a digestão dos triglicerídeos é a lipase pancreática, presente em enorme quantidade no 
suco pancreático, suficiente para digerir em 1 minuto todos os triglicerídeos. Os enterócitos do intestino delgado contêm 
outra lipase adicional, conhecida como lipase entérica, mas esta não é normalmente necessária. 
 
 Os Produtos Finais da Digestão de Gordura São Ácidos Graxos Livres: 
Grande parte dos triglicerídeos na dieta é hidrolisada pela lipase pancreática em ácidos graxos livres e 2-monoglicerídeos. 
 
 Os Sais Biliares Formam Micelas Que Aceleram a Digestão de Gorduras: 
A hidrólise dos triglicerídeos é reação muito reversível; por conseguinte, o acúmulo de monoglicerídeos e de ácidos 
graxos livres na vizinhança do que está sendo digerido impede a continuação da digestão. Os sais biliares têm o 
importante papel adicional de remover os monoglicerídeos e os ácidos graxos das adjacências das partículas em digestão, 
quase tão rapidamente quanto esses produtos da digestão são formados. Os sais biliares, em concentração elevada o 
suficiente na água, tendem a formar micelas, que são agregados cilíndricos com 3 a 6 nanômetros de diâmetro 
compostos por 20 a 40 moléculas de sais biliares. Essas micelas se desenvolvem porque cada molécula de sal biliar é 
composta por núcleo esterol, muito lipossolúvel e grupo polar muito hidrossolúvel. O núcleo esterol envolve os produtos 
da digestão das gorduras, formando pequeno glóbulo de gordura no meio da micela resultante com os grupos polares dos 
sais biliares se projetando para fora, para cobrir a superfície da micela. Como esses grupos polares têm cargas negativas, 
eles permitem que todo o glóbulo de micela se dissolva na água dos líquidos digestivos e permaneça em solução estável 
até a absorção da gordura.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.