A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
HANSENIASE

Pré-visualização | Página 1 de 1

HANSENIASE: Mycobacterium leprae
01) A Mycobacterium leprae é o agente patológico da Lepra ou Hanseníase e seus primeiros registros foram feitos muito antes de Cristo no Egito, China e Índia, além de ser citada como uma doença curada por Jesus na Bíblia. Sobre as características gerais desse microrganismo, julgue as assertivas:
I – São bacilos álcool-ácido resistente e por isso não são corridos por Gram.
II – A doença infectocontagiosa atinge nervos, pele e vasos periféricos.
III – É uma bactéria de fácil cultivo “in vitro’’.
IV – O tatu bola é um exemplo de reservatório animal da micobactéria.
a) Todas são verdadeiras.
b) Todas são falsas.
c) I, II e IV são falsas.
d) I, II e IV são verdadeiras.
02) Quanto à transmissão da M. leprae, assinale incorreta:
a) Tocar a pele da pessoa doente não transmite a Hanseniase e as lesões podem ser anestésicas.
b) A transmissão se dá por contato com contato de gotículas da saliva ou do nariz.
c) Fatores genéticos não influenciam.
d) O contato rápido com infectados não transmite a doença, mas o convívio muito próximo com pessoas infectadas que não estão em tratamento pode ser perigoso.
03) Sobre a Hanseníase Intermediária, assinale correta:
a) É um tipo de Hanseníase raro.
b) As lesões geralmente são únicas, mais claras que a pele saudável, sem alteração de relevo, bordas delimitadas e secas.
c) Há perca de sensibilidade, térmica ou dolosa com função tátil preservada.
d) A biópsia da pele pode confirmar o diagnóstico, muitas vezes descartando os achados clínicos.
04) Acerca da Hanseníase Tubercolóide, assinale incorreta:
a) Assim como a Hanseníase intermediária apresenta mancha clara com alto relevo, totalmente anestesiada e um centro muito mais claro.
b) A baciloscopia é positiva por ser um estágio avançado da doença.
c) É comum encontrar bacilos por meio da biópsia e raramente os exames subsidiários são necessesários.
d) Todas as alternativas são incorretas.
05) Sobre a Hanseníase Virchowiana, assinale incorreta:
a) É a forma mais contagiosa da doença a qual não apresentar machas.
b) Caroços escuros, endurecidos e anestesiados são os sintomas mais comuns.
c) Caibras e formigamentos em mãos e pés aparentemente saudáveis são queixas comuns.
d) Os exames reumatológicos são bastante eficientes e possuem um alto intervalo de confiança.
06) Associe as colunas:
( )Manchas disseminadas com características dos três tipos de Hanseníase.
( ) Apresenta múltiplas lesões papúlo-nodulares com infiltração difusa nos lóbulos, face e tronco.
( ) Possui bordas internes muito bem definidas e externas mal definidas com pouca ou completa analgesia.
1 – Hanseníase Dimorfa Virchowiana
2 – Hanseníase Dimorfa Tuberculóide.
3 – Hanseniase Dimorfa Hipocromiante.
07) Ainda sobre as formas de Hanseníase, julgue as assertivas e assinale alternativa.
I – A Hanseníase Tuberculóide apresenta nódulos e lesões acastanhadas com áreas extensas de anestesia.
II – A Hanseniase Indeterminada apresenta lesões completamente anestesiadas e limites imprecisos.
III – A hanseníase tuberculóide e a lepromatosa apresentam baciloscopia positiva, sendo essa última mais evidente.
IV – A Hanseníase Tuberculóide apresenta granuloma com muitos linfócitos e a Indeterminada possui granuloma negativo com poucos linfócitos.
V – As células de Virchow são macrófagos cheios do bacilo M. leprae.
VI – O teste de Mitsuda se baseia na aplicação de uma suspensão de bacilos mortos via intradérmica e sua leitura é em 21 dias.
VII – O diagnóstico clínico envolve a avaliação dermato-neurológica por testes de sensibilidade, apalpação de nervos, força motora.
VIII – Casos que contém mais de 5 lesões podem ser Dimorfa ou Virchowiana.
IX – Casos com menos de 5 lesões podem ser indeterminadas e tuberculóide.
X – A hanseníase indeterminada apresenta pouca anestesia.
Quais são verdadeiras? 
08) Ainda sobre a Hanseníase, assinale correta.
a) A baciloscopia é feita pela coloração de Gram.
b) Pode se coletar plasma sanguíneo para o diagnóstico.
c) Os esquemas de tratamento são multibacilar, duração de dose meses e Pau bacilar, com duração de 6 meses. No caso do tratamento das formas Dimorfas e Virchowiana acrescenta-se Clofazimina.
d) O tratamento da Hanseníase Tuberculóide pode exigir mais drogas que Rifampicina e Dapsona, de modo que após o tratamento não há mais risco de infecção.
RESPOSTA:
01) D
02) C
03) C
04) D
05) D
06) R: 3, 1 e 2.
07) R: 4 a 10.
08) C
09)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.