Pesquisa em administração
232 pág.

Pesquisa em administração


DisciplinaPesquisa em Administração22 materiais119 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Portu-
guesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1997, p. 331-385 (História da vida privada no Brasil, 1).
EaD
221
PESQUISA EM A DMINI ST RAÇ ÃO
b) Matéria de jornal \u2013 artigos, editoriais, notícias, etc.
Nos artigos de jornal há duas possibilidades: os que dão entrada pelo nome do autor
(artigos assinados) e os que não entram pelo nome do autor (artigos não assinados). A
entrada será pelo título do artigo. Estes últimos são de responsabilidade do jornal. Podem
também ser notícias, editoriais, etc., do jornal. Devemos ter o cuidado de referenciar de
modo diferente esses dois casos.
\u2013 Matéria assinada
SOBRENOME, Nome [Autor do artigo]. Título da matéria. Nome do jornal, Local de publi-
cação, dia, mês abreviado e ano. Número ou título do caderno, seção ou suplemento (se
tiver), página inicial-página final (se for o caso de ter suplemento a paginação virá junto a
este, caso contrário antecederá a data).
Exemplo: OLIVEIRA, Rosane de. Esqueleto no armário. Zero Hora, Porto Alegre, p. 10, 23
out. 2007.
\u2013 Artigo não assinado
TÍTULO do artigo. Título do jornal , Local de publicação, dia, mês abreviado, ano. Número
ou título do caderno, seção ou suplemento, página inicial-página final.
Exemplo: GUERRA ao tráfico. Zero Hora, Porto Alegre, p. 2, 23 out. 2007.
c) Periódicos
É o caso principalmente das revistas. Observe como devem ser referenciados esses artigos.
SOBRENOME, Nome [Autor do artigo]. Título do artigo. Título do periódico [pode ser
abreviado ou não], Local: Editora [recomenda-se no caso de revista acadêmica], número do
volume, número do fascículo, página inicial-página final, mês e ano.
Exemplo: HUTCHINSON, Samuel. Inferno polar: a cidade mais poluída do mundo. Galileu,
São Paulo, n. 116, p. 22-25, mar. 2001.
EaD Eni se Bart h Teixeira \u2013 Luci ano Z amb er la n \u2013 Pedro C ar los Rasia
222
d) Filmes e vídeos
TÍTULO. Autor [Indicar se é diretor, produtor, realizador, roteirista, etc.]. Coordenação (se
houver). Local: Produtora e distribuidora, data. Descrição física com detalhes de número de
unidades, duração em minutos, sonoro ou mudo, legendas ou de gravação.
Exemplo: E.T.: o extraterrestre. Direção: Steven Spielberg. Manaus: Universal, 2002. 2
DVDs (120 min), son., digital.
e) Internet
SOBRENOME, Nome [Autor do texto] ou NOME DA INSTITUIÇÃO ou NOME DO EDITOR.
Título. Disponível em: <cópia de todo o endereço eletrônico>. Acesso em: [dia, mês e ano].
Exemplo: REGINA, Glicer. Confiança é a palavr a-chave. Disponível em: <http://
www.administradores.com.br/artigos/confianca_e_a_palavra_chave/20184/>. Acesso em: 23
out. 2007.
f) Eventos Científicos
NOME DO EVENTO CIENTÍFICO, número do evento, ano de realização, local de realiza-
ção (cidade). Título: subtítulo da publicação. Local: Editora, ano de publicação. Número de
páginas ou volumes.
Exemplo: SIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO,
4, 1996, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 1996, v. 1. 552p.
E caso você necessite referenciar duas obras de um mesmo autor? Ao fazer a lista das
obras você não deve repetir o sobrenome. Basta colocar um traço sublinhado equivalente a
seis espaços seguido de um ponto, como no exemplo:
CAPRA, Fritjof. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos seres vivos. São Paulo:
Cultrix, 1998.
______. Sabedoria incomum. São Paulo: Cultrix, 1995.
EaD
223
PESQUISA EM A DMINI ST RAÇ ÃO
Para mais explicitações é sempre importante consultar a ABNT NBR 6023 \u2013 Referências
\u2013 Elaboração ou a que venha a sucedê-la.
Sugere-se que antes de iniciar cada seção/unidade/capítulo, seja feita uma sucinta
introdução, explicitando sobre o que será abordado. Ao encerrar a respectiva parte, procure
elaborar um resumo das principais questões tratadas.
\u2013 CONCLUSÃO: parte final do texto, em que são sintetizados os resultados correspondentes
aos objetivos ou hipóteses a que se chegou, destacando a importância do estudo, de fatos
relevantes constatados, apresentados subsídios para continuidade ou avanços de conhe-
cimentos e aplicações práticas decorrentes do estudo.
\u2013 GLOSSÁRIO: é um vocabulário que procura explicar os principais termos, conceitos, pa-
lavras, expressões relevantes a determinada especializada técnica ou científica, empre-
gadas no trabalho e que, pelas características e peculiaridade da temática, podem ser
desconhecidas do leitor. Devem ser relacionadas em ordem alfabética.
\u2013 APÊNDICES: compreende os textos, documentos, formulários, questionários ou outro
material elaborado pelo autor e que pelas suas características e conteúdo complementam
sua argumentação e entendimento.
\u2013 ANEXOS: são textos ou documentos não elaborados pelo autor, que servem como supor-
tes ilustrativos para documentar, esclarecer, provar ou confirmar as idéias apresentadas
e/ou discutidas indispensáveis à compreensão do texto.
Quando houver mais de um apêndice ou anexo sua identificação deve ser feita por
letras maiúsculas. Devem ser todos devidamente anunciados no texto.
\u2013 ÍNDICE(S): elemento opcional, em que é apresentada enumeração detalhada dos assun-
tos, nome de pessoas, acontecimentos, com a indicação da página para facilitar a sua
localização no trabalho. Para sua elaboração aconselha-se consultar a ABNT NBR 6034
(2004), ou a que vier substituí-la.
EaD Eni se Bart h Teixeira \u2013 Luci ano Z amb er la n \u2013 Pedro C ar los Rasia
224
Seção 11.2
Regras Gerais de Apresentação
No decorrer da redação e/ou digitação Roesch (1996, p. 80) recomenda que o ideal é
acostumar-se a fazer certo já da primeira vez, apresentando um trabalho bem elaborado e
com boa apresentação gráfica.
Mesmo que o projeto gráfico seja de responsabilidade do autor do trabalho, aconse-
lha-se que os textos sejam elaborados, preparados e apresentados considerando orientações
para padronização da apresentação de trabalhos acadêmicos contidos na ABNT NBR 14724
(2005), das quais destacamos algumas orientações.
a) Folha: A 4 ou letter;
b) Editor de texto: Word for Windows 6.0 ou posterior;
c) Margens: esquerda e superior de 3 cm; direita e inferior de 2 cm;
d) Fonte: Times New Roman, tamanho 12, exceto as citações di retas com mais de 3 linhas
que poderão ser com fonte um pouco menor que a do texto;
e) Parágrafo: espaçamento anterior: 0; posterior: 0; justificado;
f) Espaçamento: todo o texto deve ser digitado com 1,5 de entrelinhas, exceto o resumo, as cita-
ções diretas com mais de 3 linhas e as referências, em que o espaçamento é 1,0 entrelinhas;
g) Os títulos sem codificação (pré-textuais e os pós-textuais) devem ser centralizados na
página;
h) Paginação: a partir da folha de rosto, todas as páginas devem ser contadas
seqüencialmente, mas nem todas são numeradas. A numeração começa a partir da pri-
meira folha da parte textual. Sendo assim, as páginas que iniciam as seções/capítulos
não levam indicação de paginação.
EaD
225
PESQUISA EM A DMINI ST RAÇ ÃO
i) Notas: podem ser de conteúdo, de observações, explicativas, esclarecimentos, de citação,
referência, de referência cruzada e utilizadas para apresentar esclarecimentos, comentá-
rios, explanações ou traduções que não possam ser incluídas no texto por interromper a
linha de pensamento. Publicação da UFPR (1995, p.16-18) destaca ainda que devam ser
breves, sucintas e claras. Elas podem ser apresentadas:
a) no final da seção/capitulo ou no final do trabalho. Sempre que necessário adotar o se-
guinte procedimento: a chamada da nota é feita por números arábicos, em ordem cres-
cente dentro da seção, colocados ao alto (sobrescrito) do termo no texto.
b) As notas de rodapé devem ser colocadas no pé das páginas em que são mencionadas,
separadas do texto por uma linha de 3 cm, a partir da margem esquerda.
SÍNTESE DA UNIDADE 11
Ao término desta unidade e deste livro nossa expectativa é de que,
de posse dos dados, de informações, orientações e normas você
seja capaz de preparar, comunicar e apresentar com signi ficativo
grau de adequação os resultados de trabalhos acadêmicos.
Ressaltamos que