A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
QUESTOES CONSTITUCIONAL

Pré-visualização | Página 1 de 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO DINÂMICA DAS CATARATAS
MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS
Questões – Revisão Direito Constitucional II – Noturno
Iniciar a resolução das questões no horário da aula, servindo como revisão e atividade avaliativa.
O prazo final para entrega será até início da aula do dia 30 de março, via e-mail: jacksanderson.rizatti@udc.edu.br 
Na aula do dia 31 de março as questões serão objeto de correção.
1. Qual o conceito e características do Estado (visão moderna) e as diferenças entre Estado Unitário x Estado Federal
A diferença é que no Estado Unitário é apenas descentralização administrativa, agora no Estado federal vigoram as descentralizações política e administrativa. 
2. Diferencie: Forma de Governo x Sistema de Governo
Forma e governo: o conceito de forma de governo está relacionado com a maneira como se dá a relação entre governantes e governados. O brasil adota a forma republicana. 
Sistema de Governo: a forma com que se dá a relação entre o poder legislativo e o poder executivo no exercício das funções governamentais consubstancia outro importante aspecto da organização estatal. O brasil adota o regime presidencialista. 
3. Como é feita a repartição de competência entre os entes Federados? Faça uma análise da decisão proferida acerca do tema pelo Supremo Tribunal Federal: 
https://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=441447&ori=1 
 
O constituinte dividiu as competências em dois grandes grupos, competência administrativa e competência legislativa. 
 *Competência privativa seria onde o político que titularia transfere, no todo ou em parte, determinada parcela de poder para execução de tarefas de outra entidade federativa, como as medidas protetivas contra o covid.
 *Competência concorrente mais de um ente federativo exerce o poder de legislar sobre o covid. 
 *Competência suplementar é os Estados e Distrito Federal suprem vazios. Adicional esclarecem e aperfeiçoam, legislativamente, matérias de interesse regional.
 *Competência residual é aquela que sobra depois de o constituinte distribuir todas as competências para os entes federativos. 
 *Competência delegada se transfere de uma entidade para outra
 *Competência originária é criada a favor de determinado ente federativo 
4. Acerca da União, diferencie sua atuação no âmbito internacional (soberania) e interno (autonomia);
Soberania: associação de Estados soberanos ou pela associação de unidades estatais que, em pé de igualdade, conservam apenas uma autonomia de ordem interna, enquanto o poder soberano é investido num órgão central. 
Autonomia: dependentes de outro Estado na condução dos negócios externos, pagamento de tributo. 
5. Quais os requisitos para criação de um novo Estado e/ou Município?
Estabelece os requisitos mínimos de população e renda pública e a forma de consulta prévia as populações locais para a criação de novos municípios e dá outras providencias. 
6. Município faz parte da Federação, como ente autônomo? Explique.
Não é necessário que um Estado ostente todas as características elencadas pela doutrina para que seja considerado como uma Federação, mas é indispensável que, para tanto, haja uma autonomia mínima dos estes federados, o que se dá principalmente por meio da repartição de competências. É por meio de analise dessa repartição de competências que se verifica o grau de centralização ou descentralização de um Estado.
7. A atuação do Legislativo no âmbito Federal é bicameral. Quais as distinções entre Deputados Federais x Senadores?
Enquanto o primeiro tem, entre as suas atribuições privativas, a missão de aprovar a designação de embaixadores, de magistrados e de titulares de outros cargos previstos na constituição, a segunda tem a primazia sobre a discussão de projetos originados no executivo. 
8. Quais as espécies de imunidades parlamentares? Em que circunstâncias podem ser afastadas?
Nos casos em que as ofensas são divulgadas pelo próprio parlamentar na internet, a inviolabilidade material somente abarca as declarações que apresentem nexo direito e evidente com o exercício das funções parlamentares. O parlamento é o local por excelência para o livre mercado de ideias, não pra o livre mercado de ofensas. 
9. Acerca da Comissões Parlamentares, esclareça no que consiste uma Comissão Parlamentar de Inquérito (como pode ser instituída; poderes; prazo; objetivo; consequências);
10. No processo legislativo, é possível iniciativa popular em Proposta de Emenda Constitucional? Explique.
Ainda na Lei Maior, em eu seu art. 14, inciso III, estabelece-se que a soberania popular será exercida mediante a iniciativa popular. Se o poder emana do povo, e a soberania do povo é exercida pelo plebiscito, pelo referendo e pela iniciativa popular, não há que se negar que as propostas de emenda à Constituição também pode ser apresentadas por meio de iniciativa popular. 
11. Qual a natureza jurídica dos tratados internacionais, quando incorporados ao ordenamento jurídico pátrio? 
N. 186/2008, tendo sido incorporada ao ordenamento jurídico brasileiro com status de norma constitucional. Os Tratados e convenções internacionais de outra natureza, quando aprovados e introduzidos no ordenamento jurídico interno, terão natureza jurídica de lei ordinária. 
12. Diferencie os sistemas parlamentarista x presidencialista;
Parlamentarista é um sistema de governo em que o poder legislativo define o representante do poder executivo, todos os projetos, lei e outras decisões do governo são submetidos a votação do parlamento. 
Presidencialista é um sistema de governo em que o governo em que o presidente é o chefe de estado e chefe de governo, este presidente é o responsável pela escolha dos ministros e deve se submeter seus projetos de lei ao parlamento. 
13. Como ocorre o julgamento do Presidente da República, nas hipóteses de crimes de responsabilidade e crimes penais?
Admitida a acusação contra o presidente da República, por dois terços da Câmara do deputados, será ele submetido a julgamento perante o supremo tribunal federal, nas infrações penais comuns, ou perante o senado federal, nos crimes de responsabilidade.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.