A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
violência sexual

Pré-visualização | Página 1 de 1

Atuação em Rede no Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes
Iniciado em	quarta, 22 jun 2022, 01:33
Estado	Finalizada
Concluída em	quarta, 22 jun 2022, 01:52
Tempo empregado	19 minutos 51 segundos
Avaliar	10,00 de um máximo de 10,00(100%)
Questão 1
Correto
Atingiu 2,00 de 2,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
Uma menina, de oito anos de idade, chamou a atenção da professora da escola por uma mudança de comportamento. De uma menina alegre, passou a ficar triste e a não socializar com os coleguinhas, passando inclusive a agredi-los. A educadora então, com os devidos cuidados e privacidade, chamou a criança para conversar. No meio da conversa, a menina começou a chorar e revelou estar sendo vítima de violência sexual, protagonizada por um tio, por várias vezes, inclusive recentemente. Esse suposto agressor, inclusive, era conhecido na localidade, pois quando era criança também fora vítima de violência sexual. O Conselho Tutelar foi acionado, e à luz do Estatuto da Criança e do Adolescente, tomou as seguintes medidas, visando a proteção e redução de danos:
a.
sem ouvir os professores, passou colher o relato da menina, que teve de repetir novamente todo o acontecido. Na ocasião, a menina foi aos prantos, tendo ficado muito abalada.
b.
abordou primeiramente os professores, para colher as informações. Num segundo momento, abordou novamente a criança, vez que desejava colher informações detalhadas, para elucidação do crime e auxílio da autoridade policial.
c.
requisitou atendimento de saúde, para medidas de profilaxia. Abordou inicialmente os professores, para colher as informações necessárias. Num segundo momento, ouviu também a genitora, para providenciar medidas de proteção em favor da criança. Também levou o caso à conhecimento do Ministério Público.
d.
abordou inicialmente os professores, para colher as informações necessárias. Num segundo momento ouviu também a genitora, para providenciar medidas de proteção em favor da criança. Também levou o caso a conhecimento do Ministério Público.
Feedback
Sua resposta está correta. Letra C
Questão 2
Correto
Atingiu 2,00 de 2,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
A violência sexual contra crianças e adolescentes é um dos tipos de violência que mais afeta esse público com possibilidade de prejuízos ao longo da vida, além de reverberar por toda a família. No caso dos atendimentos de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, é importante considerar que:
a.
crianças e adolescentes não falam a verdade nesses casos.
b.
é necessário cuidar apenas dos atendimentos em saúde.
c.
os profissionais da educação não podem atuar nos casos de violência sexual.
d.
o atendimento das crianças e adolescentes vítimas de violência sexual exige um atendimento urgente e em rede articulada.
Feedback
Sua resposta está correta. Letra D
Questão 3
Correto
Atingiu 2,00 de 2,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
Estudamos que o atendimento de crianças e adolescentes não é realizado por uma instituição isolada e cada uma delas tem seu papel, diante dessa afirmação, somado ao que você estudou, estabeleça a relação adequada entre as instituições e o seu papel na proteção das crianças e adolescentes, respectivamente:
(A) CONSELHO TUTELAR-CT
(B) CENTRO DE ATENÇÃO PISICOSOCIAL-CAPS
© CENTRO REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-CRAS
(D) CENTRO REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL-CREAS
(E) CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-CMDCA
I. Criado pela Lei 8.069/1991 como órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, é encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente.
II. Unidade da política de assistência à saúde mental de incumbência municipal, ligada a secretaria municipal de saúde.
III. Unidade pública municipal, de base territorial, localizada em áreas com maiores índices de vulnerabilidade e risco social, destinada à articulação dos serviços socioassistenciais no seu território e o mote do serviço é a prevenção.
IV. Unidade do serviço de assistência de “prestação de serviços a indivíduos e famílias que se encontram em situação de risco pessoal ou social”.
V. É um órgão deliberativo, formulador, propositor e fiscalizador de políticas públicas voltadas a crianças e adolescentes.
a.
I-A, II-B, III-C, IV-D, V-E
b.
II-A, III-B, II-C, IV-D, V-E
c.
V-A, IV-B, III-C, II-D, I-E
d.
III-A, IV-B, I-C, II-D, V-E
Feedback
Sua resposta está correta. Letra A
Questão 4
Correto
Atingiu 2,00 de 2,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
O atendimento destinado às crianças e adolescentes, em especial as vítimas de violência sexual, exige atuação de diversas instituições que formam o fluxo de atendimento. Assim, marque as opções verdadeiras que apresentam os encaminhamentos iniciais necessários em uma situação de violência sexual contra crianças e adolescentes.
I. Não precisa denunciar os casos de violência e deve-se deixar as famílias resolverem.
II. Sempre buscar comunicar o Conselho Tutelar e a polícia que deverão submeter a vítima, tão logo se saiba da violência, a exame de corpo de delito, vez que os sinais físicos de violência podem ser logo identificados.
III. Procurar o Ministério Público ou a Defensoria Pública, para que se providencie medidas de afastamento perimetral do violador e até mesmo o seu pedido de prisão preventiva por parte do Ministério Público.
IV. O Ministério Público, se for o caso, além de pedir a prisão do agressor pode adotar outras medidas de proteção à vítima.
V. Vendo uma situação de violência não se envolva, pois você não tem nenhuma responsabilidade com o caso.
São verdadeiras as proposições:
a.
I e II.
b.
III e V.
c.
II e III.
d.
II, III e IV.
Feedback
Sua resposta está correta. Letra D
Questão 5
Correto
Atingiu 2,00 de 2,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
A literatura aponta o serviço de educação como um dos principais identificadores de violência sexual, já que é no espaço da escola que a vítima, muitas vezes, encontra vinculo de confiança para falar sobre a violência sofrida. Um educador atento pode identificar não só sinais corpóreos, mas sobretudo sinais comportamentais de indicação de violência. No artigo 56, da Lei nº 8069/1990 – ECA, no Inc I, ao identificar sinais de violência, os dirigentes das escolas devem comunicar ao conselho tutelar os casos de:
a.
elevados níveis de repetência.
b.
maus-tratos envolvendo seus alunos.
c.
faltas injustificadas de seus alunos.
d.
todas as opções acima estão corretas.
Feedback
Sua resposta está correta. Letra D

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.