A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Divisão celular

Pré-visualização | Página 1 de 1

Divisão celularDivisão celular
• Assim como todo ser vivo, a célula
também se multiplica, essa
multiplicação celular recebe o nome de
divisão celular ou ciclo celular.
• Há dois tipos de divisão celular:
mitose e meiose:
• Mitose: as células filhas mantém o
número de cromossomos. 
• Meiose: as células filhas possuem
metade do número de cromossomos.
• O processo de divisão celular possui
fases distintas. 
• Uma delas é a interfase em que a
célula cresce e faz uma cópia do seu
DNA.
A interfase possui 3 fases: 
• G1:Durante a fase G1, também
chamada de primeira fase de intervalo,
a célula cresce e torna-se fisicamente
maior, copia organelas, e fabrica os
componentes moleculares que precisará
nas etapas posteriores.
A outra é a fase em que a célula se
divide chamada fase mitótica (M) em
que a célula separa seu DNA em 2
conjuntos e divide o citoplasma
formando duas novas células
 • S: Na fase S, a célula sintetiza uma
cópia completa do DNA em seu núcleo.
Ela também duplica uma estrutura
organizadora de microtúbulos
chamada de centrossomo. Os
centrossomos ajudam a separar o DNA
durante a fase M. 
• G2: Durante a segunda fase de
intervalo, ou fase G2, a célula cresce
mais, produz proteínas e organelas, e
começa a reorganizar seu conteúdo
em preparação para a mitose. A fase
G2 termina com o início da mitose.
 • As fases G1 e G2 juntas são
chamadas de interfase. O prefixo
inter significa entre, refletindo que a
interfase ocorre entre uma fase
mitótica (M) e a próxima. 
 • A mitose é o processo pelo qual a
célula-mãe se divide para formar 2
células-filhas geneticamente idênticas
a ela. 
 • Grande parte das divisões celulares
no nosso corpo é devido à mitose. 
•Ela está associada ao
desenvolvimento, crescimento e
regeneração celular. Ela preenche o
organismo com células. 
 • Para os eucariontes unicelulares, ela
é todo o processo de reprodução: ela
não adiciona mais células ao
organismo mas sim mais indivíduos à
população.
 • O objetivo é garantir que cada
célula receba um conjunto inteiro e
perfeito de cromossomos.
 • Falha nesse processo (quantidade
errada de cromossomos) pode causar
mal funcionamento, câncer ou até
morte.
 • Assim a mitose não é um processo
aleatório, feito de qualquer maneira.
 • Ela possui passos bem organizados
para duplicar e separar seu DNA em
células-filhas.
 • De maneira didática, a mitose é
composta por 4 fases: prófase,
metáfase, anáfase e telófase. (PRO-
METa-ANA-TELefonar).
mitosemitose meiosemeiose
 • A meiose só serve para um propósito:
produção de gametas (espermatozoide
e óvulo).
 • Assim, o objetivo da meiose é fazer
células-filhas com exatamente metade
dos cromossomos da célula-mãe
(diploide -> haploide).
 • A meiose conserva certa semelhança
com a mitose. Muitas etapas e
estratégias são similares.
 • Na meiose ainda é necessário
separar as cromátides-irmãs (as duas
metades do cromossomo duplicado)
como na mitose. Mas também devem
separar os cromossomos homólogos (os
cromossomos similares que vieram, um
do pai e um da mãe).
 • Esse processo tem 2 etapas: meiose I
e meiose II.
 • Meiose I: há a separação dos pares
homólogos.
• Meiose II: separação das cromátides-
irmãs (como na mitose).
 • Essas 2 etapas implica que a divisão
celular ocorre 2 vezes. Assim, uma
célula-mãe pode produzir 4 células-
filhas (gametas).
 • Tanto na meiose I quanto na meiose
II há os 4 estágios: prófase, metáfase,
anáfase e telófase.
 - prófase 
• Cromossomos condensam (para
facilitar a separação).
 • Fuso mitótico começa a se formar
com auxílio dos centríolos.
 • Nucléolo desaparece.
 • Membrana nuclear se rompe.
 • Fuso cresce mais e começa a
capturar cromossomos
- metáfase
 • Fusos já capturaram os cromossomos
pelo centrômero.
 • Cromossomos ficam enfileirados no
centro da célula.
 • Cada centríolo está no seu lado da
célula.
 • Cada cromossomo está ligado em 2
fusos: um de cada lado.
- anáfase
 • Cromátides irmãs separadas e
puxadas para cada lado.
 • Cada cromátide irmã é agora
um cromossomo.
 • Os fusos que não se ligaram a
cromossomos se alongam e se
empurram separando os polos das
células.
- telófase
 • A célula está quase completamente
dividida e começa a restabelecer sua
estrutura normal.
 • Dois novos núcleos se formam. • As
membranas reaparecem
 • Os cromossomos começam a se
desenrolar.
 • Por fim há a citocinese: a ruptura
definitiva que separa as duas novas
células.
fases da mitosefases da mitose
fases da meiosefases da meiose
Meiose I
 • Antes de começar a meiose I, a
célula passe pela interfase, como na
mitose. Ela cresce da fase G1, duplica
o material genético na fase S e se
prepara para a divisão na fase G2.
– Prófase I
 • Cromossomos condensam (para
facilitar a separação).
 • Fuso mitótico começa a se formar
com auxílio dos centríolos.
 • Nucléolo desaparece.
 • Membrana nuclear se rompe.
 • Fuso cresce mais e começa a
capturar cromossomos.
 • Diferença da mitose: cromossomos
homólogos pareiam!
– Metáfase I
 • Os fusos já moveram os
cromossomos para o meio da célula.
 • Cada cromossomo se liga apenas
no microtúbulo (fuso) de apenas um
dos polos (na mitose ele se prende nos
microtúbulos dos dois polos.).
 • O alinhamento de cada
cromossomo (com o polo de cima ou o
de baixo) é aleatório.
– Anáfase I
 • Os homólogos são separados e
levados aos polos opostos.
 • Mas as cromátides irmã
permanecem unidas.
– crossing-over
 • Na Prófase I ocorre o fenômeno de
crossing-over.
 • Crossing-over é o processo no qual
os cromossomos homólogos trocam
partes.
 • A finalidade do processo é gerar
variabilidade genética fazendo com
que versões diferentes do mesmo gene
(alelos) sejam trocados entre os
cromossomos homólogos.
 • Assim, se no cromossomo que veio
do pai havia gene para olhos azuis,
com o crossing-over ocorrendo
naquela região o cromossomo que veio
do pai vai passar a ter olhos
castanhos..
Meiose I 
– Telófase I
 • Os cromossomos chegam aos polos
opostos.
 • Em alguns organismos a membrana
nuclear reaparece. Em outros não pois
a próxima etapa já vai começar.
 • A citocinese ocorre junto com a
telófase I
Meiose II
 • Da meiose I para a meiose II não há
cópia de DNA.
 • De certa forma, a meiose II é a
mitose das células haploides
 • As células que entram na meiose I já
são haploides (apenas um cromossomo
de cada par de homólogo) mas ainda
estão duplicados (com duas cromátides-
irmãs).
 • Assim, na meiose II, haverá a
separação destas cromátides.
– Prófase II
 • Os centrossomos se separam.
 • Os fusos são formados e começam
a capturar os cromossomos
– Metáfase II
 • Os cromossomos se alinham
individualmente no centro da célula.
– Anáfase II
 • As cromátides-irmãs são puxadas,
cada uma para um polo. • Os
fusos não ligados a cromossomos
empurram os polos.
 
 
 – Telófase II
 • As membranas nucleares se formam
novamente em torno dos cromossomos.
 • Estes se descondensam.
 • A citocinese separa de vez as células
gerando o produto final da meiose:
quatro células haploides.
 • Em humanos, estes produtos são os
espermatozoides e óvulos.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.