A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
Atlas histologia Tecido Ósseo, Tecido Adiposo, Tecido Nervoso

Pré-visualização | Página 1 de 2

Nome da estrutura: Osteócito 
Características de identificação: 
Células achatadas aprisionadas na matriz óssea
Função: 
Manutenção do tecido ósseo através de secreção e degradação de matriz óssea
Localização: 
Pequenos espaços no interior da matriz rígida, denominados lacunas 
 Trabécula óssea Mesênquima 
Nome da estrutura: Osteoblasto
Características de identificação: 
Célula ativa (núcleo arredondado)
Célula inativa (núcleo achatado) 
Citoplasma basófilo 
Oriundo de células osteoprogenitoras
Função: 
Mineralização da matriz
Produz a parte orgânica da matriz, como proteoglicanos, colágeno tipo I e glicoproteínas
Localização: 
Superfície óssea 
Nome da estrutura: Osteoclasto 
Características de identificação: 
Multinucleadas e gigantes
Citoplasma muito acidófilo (cora pela eosina) e granuloso
Função: 
Reabsorvem o tecido ósseo, participando dos processos de remodelação óssea
Localização: 
Em contato com a superfície da matriz óssea
Maior aumento
Menor aumento 
Nome da estrutura: Sistema de Havers 
Características de identificação: 
Canais de Havers
Lamelas
Lacunas
Canalículos
Localização: 
Tecido ósseo secundário
 Canal de Havers
Lacunas 
 Lamelas Canalículos
Zonas de ossificação endocondral
1- Zona de repouso: cartilagem hialina sem alterações 
2- Zona proliferativa: proliferação ativa de condrócitos em coluna
3- Zona hipertrófica: condrócitos hipertróficos e calcificação da matriz territorial
4- Zona de calcificação: matriz calcificada em finos tabiques 
5- Zona de ossificação: invasão de células osteoprogenitoras e diferenciação em osteoblastos
 1
 
 2
 3
 4 
 5
Disco epifisário
Osso esponjoso ou trabecular
Osso compacto
Nome da estrutura: Neutrófilo segmentado
Características de identificação:
Citoplasma claro e abundante 
Núcleo multilobulado com 4-6 constrições 
Funções: 
Defesa de organismos
Fagocitose e digestão de microrganismos
Nome da estrutura: Neutrófilo bastonete
Características de identificação:
Núcleo em forma de bastão recurvado
Citoplasma com finas granulações
Funções:
Defesa de organismos
Fagocitose e digestão de microrganismos
Nome da estrutura: Basófilo
Características de identificação:
Citoplasma com muitos grânulos grosseiros e basofílicos (coram pela hematoxilina)
Núcleo multilobulado com cromatina densa 
Funções:
Atuam sobre infecções liberando histamina e heparina 
Localização:
Corrente sanguínea
Nome da estrutura: Eosinófilo
Características de identificação:
Núcleo com 2-4 constrições em forma de altere
Citoplasma com grânulos avermelhados. 
Funções:
Mediação de processos inflamatórios (alergia, helmintos, etc.)
Localização: 
Sangue periférico
Nome da estrutura: Mastócitos
Características de identificação:
Célula achatada de forma elíptica 
Citoplasma granuloso, que pode encobrir o núcleo
Grânulos metacromáticos
Funções:
Colaboram com reações imunes, por ter grânulos ricos em heparina e histamina
Nome da estrutura: Plasmócito 
Características de identificação:
Núcleo com cromatina disposta em roda de carroça
Citoplasma basófilo rico em RER e complexo de Golgi 
Funções:
Síntese de anticorpos 
Atual em inflamações crônicas 
Nome da estrutura: Macrófago
Características de identificação:
Célula esférica e relativamente grande
Citoplasma eosinofílico 
Funções:
Elementos de defesa imunológica
Células secretoras de substâncias de defesa e reparo tecidual
Nome da estrutura: Linfócito 
Características de identificação:
Células mononucleadas e pequenas 
Núcleo que ocupa quase toda a célula
Delgada camada de citoplasma 
Funções:
Reconhecimento específico de antígenos 
Desencadeamento de respostas imunitárias
Nome da estrutura: Fibroblasto
Características de identificação:
Citoplasma basófilo abundante e rico em RER e complexo de Golgi
Núcleo com extremidades arredondadas
Funções:
Processo de cicatrização
Nome da estrutura: Fibrócito 
Características de identificação:
Núcleo delgado e com extremidades agudas
Citoplasma pouco visível 
Funções:
Fibroblastos quiescentes 
Nome da estrutura: Fibras elásticas 
Funções:
Garantir elasticidade ao tecido, a fim de que ele possa ser tracionado 
Fibras elásticas fenestradas 
Nome da estrutura: Fibras colágenas
Características de identificação:
Acidófilas (cora pela eosina)
Estrutura longa com percursos sinuosos dispostas paralelamente 
Tricrômico de Masson 
Tricrômico de Mallory
Nome da estrutura: Fibras reticulares
Características de identificação:
Argirófilas e coram com tonalidades escuras 
Delgadas
Funções:
Formam redes que alojam células
Impregnação por prata 
Coloração por PAS
Tecido conjuntivo propriamente dito frouxo
Características de identificação: 
Quantidade de fibras e células equiparadas 
Encontrado nas papilas da derme, hipoderme, membranas serosas e glândulas
Funções: 
Suportam estruturas sujeitas a pressão e a atritos pequenos
Pele
Tecido conjuntivo denso não modelado 
Características de identificação: 
Fibras colágenas desorganizadas 
Predominância de fibras colágenas
Encontrados na derme profunda da pele
Funções:
Pela organização de suas fibras, conferem resistência à tração
Tecido conjuntivo denso modelado
Características de identificação: 
Feixes de colágeno paralelos, organizados em resposta às forças de tração exercidas em um determinado sentido 
Funções: 
Resistência à tração 
Proteção de choques mecânicos
Tecido elástico
Características de identificação: 
Feixes espessos e paralelos de fibras elásticas
Presente no ligamento suspensório do pênis e no ligamento amarelo da coluna vertebral
Funções:
Garantir força e elasticidade
Tecido reticular
Características de identificação: 
Estrutura trabeculada semelhante a uma esponja
Constituído de fibras reticulares associadas a fibroblastos e macrófagos
Funções: 
Criar uma rede tridimensional que abriga órgãos hematopoiéticos
Tecido mucoso
Características de identificação: 
Fibroblastos como principais células
Poucas fibras e consistência gelatinosa
Presente na geleia de Wharton e na polpa jovem de dentes
Tecido adiposo multilocular
Características de identificação: 
Formado por células com inúmeras gotículas de lipídios e muitas mitocôndrias
Funções:
Manutenção da temperatura corporal em bebês
Tecido adiposo unilocular 
Características de identificação: 
Células com apenas uma gotícula de lipídio ocupando quase todo o citoplasma
Cada célula adiposa é envolvida por uma lâmina basal
Pode ser encontrado isolado ou no tecido conjuntivo frouxo
Funções:
Reserva energética
Isolamento térmico
Atividade secretora
Absorve choques mecânicos
Preenche espaços entre outros tecidos
Auxilia a manter certos órgãos em sua posição normal
Condrócitos
Características de identificação: 
Células esféricas ou poliédricas 
Localizados em lacunas 
Citoplasma basófilo com muito RER
Funções:
Participam do crescimento intersticial da cartilagem 
 Lacunas 
Grupos isogênicos
Grupos de condrócitos próximos entre si, resultantes da divisão de uma única célula durante o crescimento intersticial
Condroblastos 
Características de identificação: 
Células indiferenciadas encontradas na superfície da cartilagem 
Células gigantes e multinucleadas
Funções:
Crescimento aposicional da cartilagem, quando se transformam em fibrócitos 
Matriz territorial (1) e interterritorial (2)
Acúmulo de matriz em torno dos condrócitos ou de grupos isogênicos 2 1
Cartilagem elástica
Presença de fibras elásticas e colágeno 
Composição menos homogênea
Encontrada no pavilhão auditivo 
 Pericôndrio
Cartilagem fibrosa

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.