A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Relatório 3 tecido cartilaginoso

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
INSTITUTO DO NOROESTE FLUMINENSE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR 
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS, BIOLÓGICAS E DA TERRA 
DISCIPLINA: Histologia e Embriologia 
PROFESSORA: Ellen Cortez 
ALUNA: Alessandra Peixoto 
 
 
 
 Tecido Cartilaginoso 
 
Sua consistência e rígida e é um tecido especializado do conjuntivo composto por células 
chamada de condrócito e matriz extracelular muito especializada é um tecido avascular 
composto por fibras e substancia fundamental, é um tecido flexível e resistente que reveste 
superfícies articulares absorvendo choques mecânicos, diminui o atrito facilitando na 
articulação, ele dá suporte para tecidos moles exemplo temos a traqueia. Para a formação dos 
ossos no desenvolvimento fetal a cartilagem é como um molde para o crescimento dos ossos 
longos. As funções do tecido cartilaginoso dependem principalmente da estrutura da matriz, 
que é constituída por colágeno ou colágeno e elastina. Além disso, há grande quantidade de 
proteoglicanos (proteínas + glicosaminoglicanos), ácido hialurônico e diversas glicoproteínas 
associadas às fibras de colágeno e elásticas. 
As células que participam do sistema condrogênico > são originarias das células 
mesênquimas, são fusiformes e estreita, um ou dois núcleos ovóides. 
condroblastos -> é uma célula diferenciada e madura, originaria da mesenquimais e 
condrogênicas, são arredondadas e secretam a matriz. 
Condrócito-> ela vem do condroblasto e é circundada pela matriz, habitando nas lacunas (que 
está envolta do condrócito), ela faz a manutenção da matriz. os condrócitos podem formar 
grupos de até 32 células. 
Pericôndrio-> são envolvidos por uma bainha conjuntiva que recebe o nome de 
pericôndrio, contém nervos e vasos sanguíneos e linfáticos. Essa bainha se continua 
gradualmente com a cartilagem por sua face interna e com o conjuntivo adjacente pela face 
externa. 
 
 
 
 
 
 
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
INSTITUTO DO NOROESTE FLUMINENSE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR 
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS, BIOLÓGICAS E DA TERRA 
DISCIPLINA: Histologia e Embriologia 
PROFESSORA: Ellen Cortez 
ALUNA: Alessandra Peixoto 
 
 
 
Crescimento cartilaginoso 
 
São dois tipos de crescimento cartilaginoso que podem ser intersticiais: processo que forma 
uma nova cartilagem dentro de uma massa cartilaginosa existente. 
Ex: o condrócito dentro da lacuna, entra em mitose que se duplica e formam os grupos 
isógenos, se distanciando e formando uma matriz, sendo assim aumentando por dentro sua 
cartilagem. 
 
 
 
 
 
 
E aposicionais que é um processo que forma nova cartilagem na superfície de uma cartilagem 
existente. 
Ex: As células condrogênicas na região do pericôndrio a sua diferenciação fica no 
condroblasto que fazendo a síntese da matriz extracelular faz que o acrescimento pela 
periferia aumente o crescimento. 
 
 
 
 
 
 
 
 
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
INSTITUTO DO NOROESTE FLUMINENSE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR 
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS, BIOLÓGICAS E DA TERRA 
DISCIPLINA: Histologia e Embriologia 
PROFESSORA: Ellen Cortez 
ALUNA: Alessandra Peixoto 
 
 
Tipos de cartilagem 
Existem 3 tipos de cartilagens para cada necessidade funcionais do organismo a mais comum 
é a Cartilagem hialina constituída por colágeno tipo II e fibrilas na matriz. Fornece uma 
superfície de baixo atrito, participa da lubrificação das articulações sinoviais, a cartilagem é 
avascular, na fase embrionária forma pequenos moldes, participa da formação do crescimento 
dos ossos longos. 
 
 
 
 
 
 
Cartilagem elástica: poucas fibrilas de colágeno tipo II e muitas fibras elásticas, apresenta 
fibras elásticas na matriz, mais flexível que a cartilagem hialina contínuas com as do 
pericôndrio. A elastina confere a esse tipo de cartilagem uma cor amarelada quando 
examinada a fresco. 
 
 
 
 
 
 
Fibrocartilagem: grossas fibras colágenas tipo I, é um tecido com características 
intermediárias entre o tecido conjuntivo denso modelado e a cartilagem hialina, não há 
pericôndrio circundante, os condrócitos estão dispersos entre fibras de colágeno em fileiras e 
em grupos isógenos.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.