A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
01 Direito do Trabalho I anotações aula

Pré-visualização | Página 1 de 5

Direito do Trabalho I
Dicionário:
Dicas de ouro:
· A súmula representa uma unanimidade dentro de um tribunal. A súmula implica em duas questões: material e processual (e fico impedida de recorrer de uma tese do tribunal para o TST se o meu pedido for contrário à súmula, isso impede que meu recurso suba. simplesmente vai sair um despacho informando que o TST não vai julgar minha ação);
· Súmula não é lei, é orientação jurídica (OJ);
aula dia 23/02/22:
evolução do trabalho humano:
Na Antiguidade, o trabalho era ligado aos servos, e eles não eram vistos como seres humanos, mas sim como coisas. Então o trabalho era visto como algo que não era feito por pessoas. Neste período, aqueles que tinham poder ordenavam e quem não podia fazia.
No século XII, começamos a migrar para um sistema um pouco diferente com a dominação das terras Europeias por reis e eram divididas entre os senhores feudais. Os senhores feudais também não trabalhavam, pois eles tinham de ajudar os reis nas campanhas de expansão territorial. Então quem trabalhava era, mais uma vez, os servos e eles davam quase tudo para os senhores feudais e viviam em situações precárias. Suserania e Vassalagem.
Corporações de ofício: Na sequência da idade média, começa a se formar um embrião do que mais tarde iriamos entender como corporativismo (cooperações de ofício). isso começou com espécies de associações de produtores. naquela época o trabalho era totalmente artesanal, então os trabalhadores eram livres, mas não tinham nenhum tipo de direito. entre aspas, era um trabalho autônomo, mas sem direitos assegurados. foi aí que essas corporações começaram a enxergar essa situação de desigualdade e ficar descontentes. esse sistema fundamenta o sistema sindical. nestas corporações existiam os mestres, que mandavam, e os companheiros e os aprendizes, que executavam o trabalho de acordo com as orientações. em determinado momento, companheiros e aprendizes começaram a sair das corporações, justamente por ser um sistema muito engessado em que um companheiro geralmente nunca iria se tornar um mestre, pois isso era bastante hereditário, além de que eram eles que faziam o trabalho pesado.
na revolução francesa, extinguem as corporações de ofício e também as bases do sistema capitalista vão surgir. o que aconteceu na revolução francesa eu já sei. foi a partir daí que passamos a ter uma lógica de produção e de trabalho humano que mudou muito pouco até os dias atuais. nesta época que começamos a ter uma noção, com base nas ideias iluministas, estado mínimo, já que a burguesia exigiu do estado que ele não afetasse nas relações de trabalho e que fosse mínimo, pois isso beneficiava a burguesia. também surgiram as noções de sociedade industrial, trabalho assalariado – nova forma de escravidão-, sistema capitalista voltado para o crescimento econômico (lucro) – quanto mais lucro o capitalista for, mais bem-sucedido ele é -, fim do ócio – ninguém pode ficar sem fazer nada. se não faz nada é vagabundo e tem que ser preso. até uns anos atrás tínhamos em nosso código penal a infração penal de vadiagem -, acúmulo de capital, surgimento dos chamados “países do primeiro mundo”.
documentos importantes: declaração dos direitos do homem (1789) – homem segundo a burguesia; ideias libertárias de igualdade.
temor do rompimento da relação trabalhista = começou em 1848 com o manifesto comunista de Marx e Engels – luta de classes; evolução para o reconhecimento dos direitos individuais e coletivos do trabalho; liberdade sindical; mudança no perfil do estado: de liberal para intervencionista a fim de equalizar atividade econômica – século XIX – pensamento socialista; temor da luta de classes fazendo com que os detentores do capital, empregadores, fizessem concessões aos trabalhadores, que se transformaram em leis; evolução dos direitos sociais – luta dos trabalhadores pela conquista dos direitos fundamentais por meio de legislação ordinária e constitucional.
Aula dia 09/03/22:
princípio da primazia da realidade = o contrato de trabalho ou contrato de emprego é tanto um contrato quanto uma relação de trabalho. e essa relação é reconhecida pelo princípio da primazia da realidade. ele diz que se houver dúvida ou desacordo entre a realidade fática e o que nos transmite os documentos, deve-se privilegiar a verdade real. se o juiz percebe uma realidade fática, ele não precisa se apegar ao que diz no contrato ou na carteira de trabalho, ele vai se basear na realidade, no que realmente acontecia. o prova testemunhal é a mais importante prova no processo trabalhista. quem produz os documentos é o empregador, ele pode colocar o que ele quiser. por isso, a prova testemunhal é tão relevante no direito do trabalho. art 44. da CLT – contrato individual de trabalho é o acordo tácito ou expresso, correspondente à relação de emprego. tácito é uma coisa que acontece mesmo sem combinação, que acontece naturalmente.
princípio constitucional – não discriminação = art. 7, inciso XXX, proíbe diferença de critério de admissão, exercício de função e de salário por motivo
proíbe que um empregador que tem uma vaga de emprego a ofertar, escolha de forma discriminatória, sem critérios objetivos. EX: contrata-se mulher de até 40 anos, boa aparência... isso é proibido quando eu faço uma oferta pública, quando eu torno público (posto nas redes sociais, publico no jornal, coloca na frente da loja, etc). a pessoa que se sentir desfavorecida pode entrar com uma ação de danos morais. agora se eu, empregador, faço essa distinção no sigilo, então tudo bem. eu, enquanto candidato a uma vaga de emprego, tenho o direito de saber o porquê eu não fui classificada pra tal vaga e fulano foi.
todos esses princípios tem o fundamento principal de se dirigir a quem cria a lei e aquele que interpreta e aplica a lei quando há lide entre empregado e empregador.
fontes: 
fonte do direito segue o mesmo conceito de fonte de água, é de onde brota o direito.
fontes diretas: assim como todo o direito brasileiro, a principal fonte do direito do trabalho é a lei. a CLT é a deusa do direito do trabalho. também os arts 7 e 8 da CF/88. decretos, portarias, regulamentos do Ministério do Trabalho
fontes indiretas: jurisprudência, doutrina, princípios gerais do direito e o direito comparado. dando atenção especial para a jurisprudência. 
a jurisprudência só emana a partir dos tribunais (trf 4, trt 12, etc) as decisões dos juízes das varas não são jurisprudência. 
hierarquia: varas do trabalho (comarcas) > TRT 12 (da nossa região é o 12) > TST
no TRT e no TST existem turmas. 
é no TST que surgem as súmulas, quando as turmas se reúnem e dão uma única decisão, uniformizam uma decisão. quando as turmas se reúnem é chamado de pleno ou plenário. uma súmula é uma orientação para os tribunais inferiores, apesar de as sumulas do TST não serem vinculantes, ou seja, não são obrigatórias para os outros tribunais.
o TST além de se dividir em turmas, também se dividem em seções, que são a SBDI 1 e SBDI 2 e a SBDC
também existem fonte autônomas (criadas pelas próprias partes da relação de trabalho – contrato de trabalho e acordos coletivos e convenções coletivas do trabalho) e heterônomas (são aquelas que não são derivadas dos próprios sujeitos, são criadas por um terceiro que não são o empregado e o empregador, ou seja, são as leis, CF)
OBS: a jurisprudência no direito trabalhista é importantíssima, as vezes mais usada do que as leis.
conceito de empregado e empregador (arts 2, 3 e 7): 
empregador: 
art. 2 – considera-se empregador a empresa individual ou coletiva (ou seja, empregador pode ser pessoa física ou jurídica), que assumido os riscos da atividade econômica (princípio de que o empregador não pode transferir para o empregado os riscos da atividade econômica e também não tem o direito de passar o custo de um dano que ele sofreu para os empregados, descontar do salários dos empregados, só em caso de autorização expressa e as vezes essa autorização ainda é impugnada), admite, assalaria e dirige a prestação pessoal dos serviços. - nos traz o conceito de empregador.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.