A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
ESTUDO DE UMA LÍNGUA ESTRANGEIRA_UM ESTUDO SOBRE O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA EM ESCOLAS PÚBLICAS

Pré-visualização | Página 3 de 3

inserção do Brasil em 
um contexto globalizado. 
No estudo realizado sobre as percepções dos professores, eles citaram ações que 
implementariam para melhorar a qualidade do ensino de inglês na rede pública. As propostas 
mostram a necessidade de ações conjuntas e sistemáticas, que envolvam mudanças 
institucionais, formativas, pedagógicas e de infraestrutura. Alterações em políticas públicas e 
no sistema de ensino são algumas das soluções vistas pelos docentes como capazes de 
amenizar a desvalorização do ensino de inglês e de padronizar alguns critérios curriculares em 
nível nacional. Os itens a seguir foram coletados em diversas fases da pesquisa e não estão em 
ordem de importância: 
· Iniciar o ensino do inglês no Fundamental I. 
· Aumentar a carga horária. 
· Formar turmas com menos alunos. 
· Dividir os alunos em turmas por nível de conhecimento. 
· Oferecer melhores salários e planos de carreira. 
4. REFERÊNCIAS 
CASTRO, M. F. P. (2005). Sobre o (im) possível esquecimento da língua materna. Os 
evangelhos: nas ondas da palavra. Campinas: Editora Academia Estadual de Linguística. 
CELCE-MURCIA, M. & LARSEN-FREEMAN, D. (1999). The grammar book: An 
ESL/EFL teachers course. 2nd edition. Boston: Thomson Heinle. 
CHOMSKY, N. (1986a). Knowledge of Language: Its Nature, Origin and Use. New York: 
Praeger. 
GAUTHIER, Clermont; TARDIF, Maurice. A pedagogia: teorias e práticas da Antiguidade 
aos nossos dias. 3.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014. 
 
 
GOVERNO DO ESTADO RIO GRANDE DO SUL. CONSELHO ESTADUAL DE 
EDUCAÇÃO. Resolução Nº 345, de 12 de dezembro de 2018. Institui e orienta a 
implementação do Referencial Curricular Gaúcho. 
 
https://www.britishcouncil.org.br/sites/default/files/estudo_oensinodoinglesnaeducacaopublicabra
sileira.pdf 
 
MITCHELL, R., & MYLES, F. (2002). Second language learning: concepts and issues. In C. 
Candlin & N. Mercer (Eds.), English language teaching in its social context: a reader (pp. 
417). London: Routledge. 
PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTENEGRO. SECRETARIA MUNICIPAL DE 
EDUCAÇÃO E CULTURA. Plano Municipal de Educação: 2014/2024. Montenegro, RS, 
2015 
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA. Proposta Educativa. 
Montenegro, 2018 
SPOSATI, Aldaíza. Território e gestão de políticas sociais. Serviço Social em Revista, 
Londrina, v. 16, n.1, p. 05-18, jul./dez. 2013. 
VILLAR, Maria Belén Caballo. A Cidade Educadora: nova perspectiva de organização e 
intervenção municipal. 2.ed. Lisboa: Instituto Piaget, 2007. 
 
 
 
https://www.britishcouncil.org.br/sites/default/files/estudo_oensinodoinglesnaeducacaopublicabrasileira.pdf
https://www.britishcouncil.org.br/sites/default/files/estudo_oensinodoinglesnaeducacaopublicabrasileira.pdf

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.