A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
38 pág.
0010207_Aula_1_Fisiologia_na_gestacao

Pré-visualização | Página 2 de 2

aproximadamente). O ganho de peso materno exerce grande
influencia !!
Fatores que interferem no 
resultado da gestação 
FATORES QUE INFLUENCIAM NO RESULTADO OBSTÉTRICO
Estatura e peso pré-gestacional 
Ganho de peso gestacional
Idade materna
Intervalo entre partos e multiparidade
Infecções e anemia
Trabalho físico excessivo na gestação
O resultado da gestação é avaliado pelos índices: morbimortalidade
materna, peso ao nascimento e mortalidade perinatal
FATORES QUE INFLUENCIAM NO RESULTADO OBSTÉTRICO
Diabetes prévia (prévia ou gestacional)
Síndrome hipertensiva na gestação (SHG)
Condições socioeconômicas
Cigarro
Drogas ilícitas
Álcool 
Cafeína
Edulcorantes 
Medicamentos e radiação 
Problemas neurológicos 
Histórico clínico e problemas obstétricos
O Trabalho de Parto – o papel da ocitocina 
Ocitocina
Durante o trabalho de parto, a cabeça e o corpo do 
feto distendem o colo do útero, estimulando 
receptores localizados nessa região.
Impulsos nervosos são 
enviados ao hipotálamo e 
promovem a liberação de 
ocitocina para o sangue.
Do sangue, a ocitocina atinge a 
musculatura lisa do útero, 
promovendo a sua contração
Com o nascimento, o ciclo é rompido, 
cessa a distensão do colo uterino, 
diminuindo a ação na ocitocina nesse 
órgão
Mais contração, mais distensão do colo 
uterino, mais ocitocina é produzida
Resumo das alterações fisiológicas, 
nutricionais e metabólicas 
ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS 
↑↑ Volume plasmático
↑ Volume de células vermelhas 
↑ Rendimento cardíaco
↑ Água corporal 
↑↑ Taxa de filtração glomerular renal 
↓ Motilidade gastrointestinal
ALTERAÇÕES NUTRICIONAIS
↓ ↓ status hematológico
↑ células brancas do sangue 
↓ ↓ albumina sérica 
↑ Excreção urinária de vitaminas hidrossolúveis
↓ Vitaminas hidrossolúveis 
ALTERAÇÕES METABÓLICAS
↑ T3 e T4
↑ insulina plasmática com ↓ eficiência 
↑ absorção de cálcio e ferro
↑ Retenção de N (anabolismo)
↑ Ácidos graxos, TG, colesterol, fatores de coagulação 
Terminologias aplicadas a gestação 
e primeiro ano de vida
Gestação pré-termo: gestação com menos de 37 semanas
completas
Gestação a termo: gestação compreendida entre a 37ª semana até
41 semanas e 6 dias
Gestação pós-termo: compreende a 42 semanas completas ou mais
✓ Período pré-natal: compreendido entre a concepção e o momento
do parto;
✓ Período fetal precoce: compreendido entre a concepção e as 22
primeiras semanas de gestação;
✓ Período fetal tardio: a partir da 22ª semana gestacional até o
termo;
INTRAÚTERO
✓ Período pós-natal: período após o nascimento;
✓ Período neonatal: refere-se aos 28 primeiros dias após o
nascimento;
Período neonatal precoce: refere-se aos 7 primeiros dias
após o nascimento;
Período neonatal tardio: período após o 7° até o 28° dia
após o nascimento;
PÓS NASCIMENTO
✓Período pós-neonatal: Após os 28 primeiros dias de vida e antes
de completar 1 ano.
✓ Período perinatal: da 22ª semana gestacional (fetal tardio) e
período neonatal
Conceituação de mortalidade aplicada ao 
período gestacional e 1° ano de vida 
✓ Mortalidade materna: óbito da mulher durante a gravidez até
completar 42 dias de puerpério (causas - gestação ou parto)
✓ Abortamento: Morte ovular ocorrida antes da 22ª semana
✓ Nascido vivo: Produto da concepção que, após separação materna,
respire ou apresente sinais de vida
✓ Óbito fetal: Morte do produto da concepção, antes da expulsão
completa do corpo materno
✓ Natimorto: Nascimento de feto com peso superior a 500g, sem
evidências de vida ao nascer