A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
65109240

Pré-visualização | Página 1 de 3

4 
 
4 
 
4 
 
 
 
UNIP 
UNIVERSIDADE PAULISTA 
LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS 
 
SANDRA APARECIDA DOS SANTOS KECEK – 1607212 
 
 
 
 
 
 
PROJETO DE PESQUISA 
METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA - 
LEITURAS E RELEITURAS DE IMAGENS NO ENSINO DE ARTES 
 
 
 
 
 
 
 
 
CAMPOS DO JORDÃO – SP 
2018 
SANDRA APARECIDA DOS SANTOS KECEK – 1607212 
 
 
 
 
 
 
PROJETO DE PESQUISA 
METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO BÁSICA - 
LEITURAS E RELEITURAS DE IMAGENS NO ENSINO DE ARTES 
 
 
 
 
 
Projeto apresentado à Universidade Paulista – UNIP INTERATIVA, referente ao curso de licenciatura em Artes Visuais, como um dos requisitos para a avaliação do Trabalho de Curso. 
 
 
 
 
Campos do Jordão – SP 
2018 
SUMÁRIO 
 
1. TEMA...................................................................................................................................04 	
8. PREVISÃO DE RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS	10 
REFERÊNCIAS	11 
2. TIPO DE PESQUISA..........................................................................................................05 
3. JUSTIFICATIVA................................................................................................................05 
4. OBJETIVOS........................................................................................................................06 
 4.1 Objetivos Gerais.................................................................................................................06 
 4.2 Objetivos Específicos.........................................................................................................06 
5. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA......................................................................................06 
6. METODOLOGIA DE EXECUÇÃO DO PROJETO.......................................................09 
7. CRONOGRAMA................................................................................................................09 
 
 
 
 
 
 
 
 
1. TEMA 
Quando se trata de leitura e releitura de imagens em sala de aula, alguns conceitos e teorias são amplamente utilizados como referência para o entendimento e prática desses processos, que, na atualidade, acontecem com frequência no ensino de arte das escolas. São conceitos e teorias que buscam mostrar a importância da alfabetização visual através de tais práticas, uma vez que vivemos num mundo dominado por imagens, através das quais muitas informações são transmitidas, conhecer e saber interpretar essa linguagem capacita o educando a ler criticamente essas imagens. 
Porém, para se compreender como acontece o processo de alfabetização visual, por meio das práticas de leitura e releitura de imagem nas aulas de arte, algumas questões precisam ser analisadas, como: quais abordagens e as estratégias usadas nas aulas de arte para leitura e releitura de imagens estão realmente promovendo uma alfabetização visual crítica? O modo de construção do conhecimento da arte pelo aluno através da leitura e releitura está sendo respeitado? Quais as possibilidades das leituras propostas em sala de aula? As releituras de obras artísticas feitas pelos alunos refletem uma criação a partir da interpretação da obra analisada ou simplesmente uma cópia do que foi visto? 
São questões que, se bem avaliadas, podem auxiliar o professor a compreender melhor os processos de leituras de seus alunos, ou seja, os modos de como ele vê, analisa e interpreta uma imagem, através de suas falas e de suas criações artísticas. Segundo os Parâmetros 
Curriculares Nacionais (PCNs-1998), “ver arte” constitui um dos eixos da aprendizagem significativa no ensino da Arte. Portanto, incluir a leitura de obras artísticas, assim como boas propostas de apreciação estética em sala de aula, se faz necessário para se atingir esse objetivo. 
Assim, procurando contribuir com ideias e opiniões acerca do tema e salientar a importância da inserção dessas práticas no ensino de arte, a pesquisa buscará teorias, conceituações, e características atuais sobre leitura e releitura de imagens, bem como diferenças e vínculos dessas práticas, propondo uma reflexão sobre os modos como são conduzidas nas aulas de arte. 
 
 
 
 
2. TIPO DE PESQUISA 
Pesquisa bibliográfica a respeito do tema proposto, de caráter qualitativo, com análise, comparação e reflexão do material pesquisado, resultando em relatório monográfico. 
 
3. JUSTIFICATIVA 
As atividades de leitura e releitura em aulas de arte são recorrentes nos dias atuais no ensino de arte. Porém, o que se vê muitas vezes, são práticas conduzidas como ações mecânicas, desconsiderando totalmente os processos mentais e subjetivos do educando. São atividades que não se relacionam com o seu potencial criador, nem levam em conta seus processos de construção de conhecimento. 
Considerando a leitura de imagens como um processo de aquisição de conhecimentos por meio da percepção, interpretação e decifração de códigos, e que nesse processo o leitor também produz significados de acordo com suas experiências de vida, sempre haverá diversas possibilidades de interpretações de um mesmo texto visual, bem como inúmeras possibilidades de releitura. 
Portanto, não se justificam abordagens em que o professor restrinja a leitura da imagem estudada a uma suposta real intenção do artista que a fez, não considerando as inúmeras possibilidades de interpretações sugeridas pelo educando e justificadas por suas experiências. Assim como não se pode nomear cópias como releituras. 
Pelo exposto, faz-se necessário um maior esclarecimento sobre os conceitos e características de leitura e releitura de imagens, como instrumentos de alfabetização visual que atendam uma real necessidade educativa. 
A pesquisa justifica-se pela necessidade de se ampliar a compreensão, os conhecimentos e reflexões a respeito do tema, buscando o aprimoramento de abordagens relacionadas as atividades de artes nas escolas, que, efetivamente, contribuam para o desenvolvimento do senso crítico e criativo dos educandos. 
 
 
 
4. OBJETIVOS 
 
 4.1 Objetivos Gerais 
O projeto tem como objetivo compreender como as práticas de leitura e releitura de imagens, recorrentes em aulas de arte, contribuem para a alfabetização visual do educando, através de uma reflexão sobre as abordagens, estratégias e possibilidades das práticas atuais. 
 
 4.2 Objetivos Específicos 
· Analisar, conceituar e caracterizar a leitura e releitura de imagens; 
· Destacar algumas diferenças e vínculos entre essas duas práticas; 
· Estabelecer diferenças entre cópia e releitura de obras artísticas; 
· Comparar teorias de apreciação estética; 
· Aumentar os conhecimentos e as reflexões sobre o tema em questão. 
 
5. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 
O mundo é saturado de imagens. Vivemos a era da visualidade. Existe uma cultura visual da qual não podemos fugir. Em todos os momentos de nosso dia nos deparamos com imagens que nos chamam a atenção, por serem belas ou feias, tristes ou alegres, simples ou complexas, familiares ou estranhas. Estão na TV, na internet, nos outdoors, revistas, jornais, em casa, na rua, no trabalho. Enfim, são imagens que nos seduzem e, mesmo que não percebamos, influenciam nosso comportamento, nossa maneira de pensar e agir no mundo. 
Saber ler essas imagens, compreender e decodificar esses signos, tornou-se uma exigência da sociedade contemporânea, uma vez que, por meio dessa linguagem, grande quantidade de informações são transmitidas. Trata-se de uma alfabetização visual. ROSSI 
(2009, p. 9), diz que: “A leitura dessas imagens é um meio para a conscientização de que somos os destinatários de mensagens que pretendem impor valores, ideias e comportamentos que não escolhemos”. E, segundo BARBOSA (1998, p. 17): 
Em nossa vida diária estamos rodeados por imagens impostas pela mídia, vendendo produtos, ideias, conceitos, comportamentos, slogans políticos etc. Como resultado de nossa incapacidade de ler essas imagens, nós aprendemos por meio delas inconscientemente. A educação deveria prestar atenção ao discurso visual. Ensinar

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.