A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Relatório de Patologia do Testículo

Pré-visualização | Página 1 de 1

RELATÓRIO: TESTÍCULO
ELIÉZER DA CUNHA RODRIGUES
1 - Explique a classificação dos tumores de testículo.
O câncer de testículo, neoplasia de maior incidência na população de homens com idade
entre 15 e 34 anos, é classificado de acordo com as células que o originam. Desse modo,
temos: (1) tumores de células germinativas, (2) tumores do estroma/cordão sexual e (3)
carcinoma de células escamosas do testículo. Dentro de cada tipo de neoplasia há
subclassificações que são exploradas na questão 4.
2 -Faça uma comparação entre os principais tipos de tumores do testículo com o seu
correspondente no ovário, levando em consideração a incidência das neoplasias.
Quando comparamos a incidência dos principais tipos de tumores do testículo com os
cânceres correspondentes no ovário, vemos uma série de diferenças. Enquanto os tumores de
células germinativas — sejam eles seminomatosos, ou não — correspondem a cerca de 95%
das neoplasias do testículo (em sua maior parte malignas), o tipo de câncer do ovário mais
comum é o adenocarcinoma epitelial, responsável por aproximadamente 85% das neoplasias
do órgão (destacando-se o adenocarcinoma do tipo seroso). Ainda, cabe dizer que o tumor de
células germinativas é o tipo de câncer menos frequente no ovário (<5%).
3 - Quais as diferenças macroscópicas entre os tumores seminomatosos e não
seminomatosos?
Enquanto os tumores de células germinativas do tipo seminoma são macios, bem
delimitados e de coloração branco-acinzentada, os não-seminomatosos tendem a se
apresentar como massas invasivas e indefinidas, com focos de hemorragia e de necrose.
4 - Dê um exemplo de cada tipo de neoplasia e suas características macroscópicas.
Tumores de células do estroma/cordão sexual→ Incomuns e geralmente benignos
A. Tumor das células de Leydig
B. Tumor das células de Sertoli
Tumores de células germinativas→ Constituindo o tipo mais comum de neoplasia
do testículo, são usualmente malignos e é comum que se apresentem em evolução
de um quadro de neoplasia de células germinativas in situ. Estes tumores podem ser
“puros” (compostos por um único tipo histológico) ou "mistos'' (compostos por mais
de um tipo histológico).
Seminoma: macio, bem delimitado, carnoso e de aspecto branco-acinzentado.
Áreas de necrose e de hemorragia são raras.
A. Clássico
B. Espermatocítico
Tumores não seminomatosos → Massas invasivas e indefinidas que contêm
focos de hemorragia e de necrose.
Embrionário
Teratoma
Extraembrionário
Trofoblasto
Coriocarcinoma
Seio endodérmico
Carcinoma de células escamosas do testículo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.