A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Introdução ao Direito Constitucional - Exercícios de Fixação - Módulo II

Pré-visualização | Página 1 de 4

28/06/2022 14:29 Exercícios de Fixação - Módulo II
https://saberes.senado.leg.br/mod/quiz/review.php?attempt=7466539&cmid=51851 1/9
Página inicial / Meus cursos / IDCT-2022-1 / Módulo II / Exercícios de Fixação - Módulo II
Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Questão 2
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Iniciado em terça, 28 jun 2022, 14:10
Estado Finalizada
Concluída em terça, 28 jun 2022, 14:29
Tempo
empregado
18 minutos 21 segundos
Notas 14,00/15,00
Avaliar 93,33 de um máximo de 100,00
Julgue a seguinte afirmativa sobre o Poder Constituinte Originário: Segundo a corrente do Direito Natural, o Poder
Constituinte Originário é ilimitado juridicamente, pois não precisa respeitar os limites traçados pelo Direito anterior.
Escolha uma opção:
VERDADEIRA
FALSA 
Resposta: FALSA
Feedback: Apesar de, sob a visão do Juspositivismo (Positivismo Jurídico) o Poder Constituinte Originário ser ilimitado, a
corrente Jusnaturalista (Direito Natural) defende que há alguns direitos que são indissociáveis da natureza do homem e,
por isso, mesmo o “onipotente” Poder Constituinte Originário não poderia suprimi-los. Já para a corrente juspositivista,
não haveria limites para o Poder Constituinte Originário, pois apenas o direito positivo (escrito, posto) pode ser
obrigatório. Módulo 2, Unidade 2
A resposta correta é: FALSA
Julgue a seguinte afirmativa sobre a Constituição Federal de 1988: O texto da atual Carta Magna é dividido em três
partes: preâmbulo, corpo e normas transitórias.
Escolha uma opção:
VERDADEIRA 
FALSA
Resposta: VERDADEIRA.
Feedback: O texto da atual Carta Magna é dividido em três partes: Preâmbulo, Corpo e normas transitórias. O Preâmbulo
é um texto introdutório de inspiração da nova Carta Constitucional que se inaugura. Embora não seja norma jurídica
capaz de disciplinar direitos e deveres, o Preâmbulo possui a importante tarefa de demonstrar a posição ideológica de
um Estado, situando-se na área da política. O Corpo, ou Parte Central, é composto por nove Títulos sobre diversos temas,
como princípios fundamentais, direitos e deveres dos cidadãos, ordem econômica e financeira e defesa do Estado e das
Instituições Democráticas, representando a parte permanente das normas constitucionais. Já as normas transitórias são
compostas pelo Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT), o qual se destina a regular as situações de
adaptação entre a ordem jurídica passada e a atual. Embora seja de caráter transitório, o ADCT tem o mesmo valor de
norma constitucional do Corpo. Módulo 2, Unidade 1
A resposta correta é: VERDADEIRA
https://saberes.senado.leg.br/
https://saberes.senado.leg.br/course/view.php?id=1895
https://saberes.senado.leg.br/course/view.php?id=1895#section-3
https://saberes.senado.leg.br/mod/quiz/view.php?id=51851
28/06/2022 14:29 Exercícios de Fixação - Módulo II
https://saberes.senado.leg.br/mod/quiz/review.php?attempt=7466539&cmid=51851 2/9
Questão 3
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Questão 4
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Quanto às ações de controle abstrato de constitucionalidade, julgue as assertivas abaixo e marque depois a sequência
correta: I – A Ação Declaratória de Inconstitucionalidade (ADI) tem por fundamento discutir, abstratamente (com efeitos
gerais), a validade de uma lei em face da Constituição. II – A Ação Declaratória de Inconstitucionalidade por Omissão
(ADO) tem por objetivo suprir lacuna legislativa, que, por força de comando constitucional, deveria ter sido preenchida. III
– A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) tem por objeto evitar ou reparar lesão a preceito
fundamental, sendo que o fundamento para sua propositura é a existência de controvérsia constitucional sobre lei ou ato
normativo apenas federal ou estadual, desde que editado após a atual Constituição. IV – A Ação Declaratória de
Constitucionalidade (ADC) tem por objeto decidir sobre a constitucionalidade da norma, quando houver controvérsia
judicial em torno da lei ou do ato normativo. V – A Ação Declaratória Interventiva (ADI Interventiva) serve para iniciar o
processo de intervenção em algum ente da federação que desrespeite os chamados princípios constitucionais sensíveis.
Presentes os pressupostos constitucionais, a União pode intervir nos Estados, no DF ou nos municípios em geral.
Escolha uma opção:
1. V, V, V, V, V.
2. V, V, F, V, F. 
3. V, V, F, F, F.
4. F, F, V, V, V.
5. V, F, V, V, F.
Resposta: 2. V, V, F, V, F.
Feedback: A ADI tem por fundamento discutir, abstratamente (com efeitos gerais), a validade de uma lei em face da
Constituição. A ADO tem por objetivo suprir lacuna legislativa, que, por força de comando constitucional, deveria ter sido
preenchida. A ADPF tem por objeto evitar ou reparar lesão a preceito fundamental, sendo que o fundamento para sua
propositura é a existência de controvérsia constitucional sobre lei ou ato normativo federal, estadual ou municipal,
incluídos os anteriores à Constituição. A ADC funciona como se fosse uma ADI de sinal trocado, tendo por objeto decidir
sobre a constitucionalidade da norma, quando houver controvérsia judicial em torno da lei ou do ato normativo.
Finalmente, a ADI Interventiva serve para iniciar o processo de intervenção em algum ente da federação que desrespeite
os chamados princípios constitucionais sensíveis. Presentes os pressupostos constitucionais, a União pode intervir nos
Estados, no DF e nos municípios localizados em Território Federal; e os Estados, em seus respectivos municípios. Módulo
2, Unidade 3
A resposta correta é: 2. V, V, F, V, F.
Julgue a seguinte afirmativa sobre o controle de constitucionalidade: O controle repressivo de constitucionalidade pode
ser realizado Poder Executivo, mediante veto presidencial.
Escolha uma opção:
VERDADEIRA
FALSA 
Resposta: FALSA.
Feedback: O controle de constitucionalidade de uma norma legal pode ocorrer tanto previamente, antes do início da
vigência da lei, ou posteriormente, quando a lei já está em vigor. No Poder Executivo, o controle prévio é realizado pelo
veto presidencial, que tem o poder de evitar que uma norma, ou parte dela, entre para o mundo jurídico com vícios devício
constitucionalidade. Esse controle é prévio porque é feito ainda sobre o projeto de lei, antes que o texto vire lei. Módulo
2, Unidade 3
A resposta correta é: FALSA
28/06/2022 14:29 Exercícios de Fixação - Módulo II
https://saberes.senado.leg.br/mod/quiz/review.php?attempt=7466539&cmid=51851 3/9
Questão 5
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Sobre Poder Constituinte Originário, podemos afirmar que: I. É inicial e autônomo, na medida em que é livre para criar
uma nova ordem. II. É ilimitado juridicamente, pois rompe com os limites traçados pelo direito anterior. III. É um poder de
fato e um poder político, identificado com a força social da qual se origina e com a ordem jurídica através da qual se
manifesta. IV. É dependente da ordem jurídica que o precede. Escolha uma:
Escolha uma opção:
1. F, F, F, F.
2. F, V, V, F.
3. F, V, V, V.
4. V, V, V, F. 
5. V, V, V, V.
Resposta: 4. V, V, V, F.
Feedback: O Poder Constituinte Originário elabora uma nova Constituição, a qual dá origem a um novo Estado, criando
uma nova ordem jurídica. O Poder Constituinte Originário possui algumas peculiaridades: a) é inicial, uma vez que a nova
Constituição será estruturada livremente, do zero, de acordo com os anseios de quem exerce o poder; b) é ilimitado
juridicamente, pois não precisa respeitar os limites traçados pelo Direito (ordem jurídica) anterior; c) é incondicionado,
pois a forma de elaboração da nova Constituição não está sujeita a condições ou regras pré-estabelecidas; d) é um poder
de fato (poder político), ao se identificar como verdadeira força social, na qual a ordem jurídica passa a existir a partir de
sua manifestação. Módulo 2, Unidade 2
A resposta correta é: 4. V, V, V, F.
28/06/2022 14:29 Exercícios de Fixação - Módulo II
https://saberes.senado.leg.br/mod/quiz/review.php?attempt=7466539&cmid=51851 4/9
Questão 6
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.