A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Anatomia do esôfago e estômago

Pré-visualização | Página 1 de 1

Anatomia do esôfago e estômago
● O esôfago está interposto entre a
faringe e o estômago
● O estômago está entre o esôfago e o
intestino
Esôfago
● Limite superior: margem inferior da
cartilagem cricóidea
● Parte cervical, torácica (mediastino
posterior) e abdominal
(diafragmática)
Óstio cárdico - local de passagem do
esôfago para o estômago
Brônquio principal esquerdo, músculo
constritor inferior, arco da aaorta e hiato
esofágico fazem uma leve compressão no
esôfago
● Hiato esofágico serve como esfíncter
É um órgão muscular capaz de realizar
movimentos peristálticos
Terço superior: musculatura estriada
esquelética
● Camada longitudinal externa
● Temos controle do movimento
Terço inferior: musculatura lisa
● SNA controla
Terço médio: mistura das duas musculaturas
Abaixo do hiato esofágico, na região de
transição do esôfago e estômago há uma
linha onde há mudança na mucosa de
revestimento - linha z (junção
esôfagogástrica)
Hiato esofágico - esfíncter fisiológico
Ligamento frenicoesofágico permite que o
diafragma funcione independente do
esôfago
Vascularização
Irrigação
● Ramos esofágicos da artéria tireóidea
inferior (origem na a. subclávia)
● Ramos esofágicos das artérias
intercostais direita e da parte torácica
da aorta
● Artéria frênica esquerda - ramo da
aorta abdominal
Artéria gástrica esquerda - ramo do tronco
celíaco
Drenagem venosa
● Veias esofágicas drenam para a veia
tireóidea inferior que tributa para a
veia braquiocefálica
● Veias esofágicas do lado esquerdo -
drena para veio hemiázigo acessória
e hemiázigo
● Do lado direito drena para a veia
ázigo
● Veias esofágicas da parte abdominal
drenam para a veia porta hepática
Parte submucosa da drenagem
● Na parede do esôfago
● Podem gerar varizes, pois o sangue
não consegue entrar no fígado
● Plexo venoso da parede do esôfago
Drenagem linfática
Linfonodos justapostos - colados ao esôfago
● Ramificação grande de vasos
@biancasabbag_
Troncos jugulares (mais proximal)
Troncos brônquio mediastinais (parte
torácica superior)
Linfonodos inferiores e celíacos (parte
torácica inferior)
Linfonodos celíacos (parte diafragmática)
Inervação
● SNA
● Nervo vago (parassimpática)
● Nervo laríngeo recorrente (terço
superior do esôgago)
● Plexo esofágico
Estômago
Localizado principalmente na região
epigástrica
● Também pode estar presente no
hipocôndrio esquerdo, flanco
esquerdo e região umbilical
Formato em J
Sintopia
Anteriormente:
Face hepática - contato com o fígado
Face frênica - contato com o diafragma
Face epigástrica - contato com a região de
intestino
Posteriormente:
Face esplênica - contato com o baço
Face renal
Face suprarrenal
Face pancreática
Face mesocólica
●
Anatomia externa
● Cárdia
○ Divisão do esôfago com o
estômago
● Fundo do estômago
○ Acima da incisura cárdica
● Corpo do estômago
○ Maior parte
● Parte pilórica
○ Dividida em antro pilórico e
canal pilórico
○ Encaminha o quimo (bolo
alimentar + HCl + secreções)
para o canal pilórico
○ Há um espessamento da
musculatura lisa - esfíncter
pilórico
● Óstio pilórico
○ Abertura do esfíncter
● Curvatura menor
○ Chegada da margem medial do
esôfago até a incisura angular
● Curvatura maior
○ Do fundo do estômago até a
parte pilórica
Cirurgia bariátrica
● Pode causar anemia e queda de
cabelo
● Normalmente, retirada do fundo e do
corpo do estômago
Anatomia interna
Presença de pregas gástricas
● Aumento da superfície de contato do
alimento para que haja a ação de
enzimas e suco gástrico
● Direciona o quimo
● Maior quantidade próximo a curvatura
maior do estômago
3 camadas (túnicas) de músculo:
● Camada oblíqua (interna)
● Camada circular (intermédia)
● Camada longitudinal (externa)
Dispostas em diferentes direções para que
haja o movimento peristáltico - musculatura
lisa
Omento menor - ligamento hepatogástrico
● Peritônio que liga o fígado e a
curvatura menor do estômago
Irrigação
● A. gástrica esquerda originada do
tronco celíaco
○ Irriga parte da curvatura menor
● A. esplênica
○ A. gastromental esquerda
○ A. gástrica posterior
○ Aa. gástricas curtas
● A. hepática comum
○ A. gastroduodenal
■ Origina a gastromental
direita
○ A. gástrica direita
■ Irriga parte da curvatura
menor
Artéria gástrica direita e esquerda fazem
uma anastomose
Artéria gastromental esquerda e direita se
anastomosam
Drenagem venosa
Curvatura menor
● Veia gástrica esquerda
○ Desemboca na veia porta
hepática
● Veia gástrica direita
○ Drena para a veia porta
hepática
Curvatura maior
● Veia gastromental direita
○ Tributa na veia mesentérica
superior
■ Se junta com a veia
esplênica e forma a veia
porta hepática
● Veia gastromental esquerda
○ Drena para a veia esplênica
As gástricas e gastromental esquerda e
direita se anastomosam
Drenagem linfática
Linfonodo pilórico
Linfonodo gástrico
Linfonodo esplênico
Linfonodo gastromentais
Inervação
Nervo vago - parassimpática
● Ramo vagal anterior
○ Inerva parte do fundo e do
corpo
● Ramo vagal posterior
○ Se encontra com o simpático e
forma o plexo celíaco próximo
ao tronco celíaco
Nervo esplâncnico torácico maior (T6-T9) -
simpática
Vagotomia
● Corta a região do tronco vagal do
estômago
● Vago - estimula movimento
peristáltico e aumento das secreções
○ Paciente refere pirose -
queimação no estômago que
não melhora com omeprazol e
fármacos convencionais
● Diminui a estimulação da secreção
Hérnia de hiato
● Parte do estômago passa pelo hiato
no hiato esofágico
● Há o retorno do suco gástrico

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.