A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
ANEMIA INFECCIOSA EQUINA

Pré-visualização | Página 1 de 1

Betina Pinno 
 
 SAÚDE ÚNICA G – EQUINOS 
Anemia Infecciosa 
Equina 
Características 
- Lentivírus. OBRIGATÓRIA* 
- HIV-1: doença imunossupressora. 
Incidência/prevalência 
- Mundial. 
- Animais que não estão em movimento 
acabam não sendo testados. 
Transmissão 
- Insetos hematófagos. 
- Via iatrogênica: agulhas, seringas... 
- Transfusão sanguínea (mais difícil). 
Sinais Clínicos 
- Podem não ser notados** 
- Inapetência. 
- Letargia. 
- Febre. 
- Depressão. 
- Edema ventral. 
- Ataxia e epistaxe. 
- Petéquias podem aparecer. 
- No hemograma: uma leve anemia, quase 
não aparece. 
Aguda 
- 1-4 semanas após. 
- Da negativo no teste. 
- Mesmos sinais clínicos. 
- Morte (pouco). 
- Passa despercebido. 
Crônica 
- Mesmos sinas clínicos com replicação viral 
(picos de febre) e perda de peso. 
- 30-40 dias. 
- Antes de 45 dias não aparece teste positivo. 
- Portadores inaparentes (Soropositivos, 
reservatórios de infecção, acabam sendo 
usados. 
- Quanto + tempo – se nota e – grave. 
 
 
Diagnóstico 
- Anticorpos só detectam após 45 dias. 
- IDGA ou teste de Coggins: Altos falsos 
negativos. 
- ELISA: alta sensibilidade e falso positivo. 
Prevenção 
- Teste negativo quando o animal for se 
movimentar do ambiente. 
- Cuidar vias iatrogênicas. 
- Controle de moscas. 
 
 
 
Betina Pinno 
 
 SAÚDE ÚNICA G – EQUINOS 
Instrução Normativa 45/2004 
- Notificação obrigatória. 
- Positivos: Contraprova da amostra inicial e abate. 
- 180 dias de validade: propriedade controlada. 
- 60 dias em outros locais. 
- Propriedade: interdição e teste em todos animais. 
Desinterdição após 2 testes negativos em cada animal, 
com intervalo entre 30 a 60 dias.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.