A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Tecido ósseo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Definição 
O tecido ósseo é um tipo de tecido conjuntivo formado 
por células residentes originadas do mesênquima e por 
uma matriz extracelular mineralizada. 
Esse tecido é constituído de populações de células 
originadas de duas linhagens: osteoblástica e 
osteoclástica, com distribuição e funções específicas no 
tecido ósseo. 
A matriz extracelular do osso é bastante especial, pois 
é formada de uma porção orgânica e de uma porção 
mineralizada. Possui duas características principais: 
– predomínio de moléculas de colágeno do tipo I 
organizadas em fibras. Dependendo do tipo de osso e 
do seu grau de amadurecimento, as fibras podem estar 
dispostas de maneira desorganizada ou de maneira 
altamente organizada. 
– presença de muitas outras moléculas na matriz 
extracelular fundamental, principalmente proteoglicanas 
e glicoproteínas, algumas delas exclusivas ou 
características do tecido ósseo. 
– a matriz óssea é calcificada devido à deposição de 
cristais de hidroxiapatita (formados de fosfato de cálcio) 
sobre as fibrilas colágenas. 
 Funções 
- Proteção para órgãos como coração, pulmões e o 
sistema nervoso central; 
- Sustentação e conformação do corpo; 
 - Local de armazenamento de íons de cálcio e - 
constituem um sistema de alavancas que, juntamente 
com os músculos, 
- Permite a locomoção de partes do corpo e a 
ampliação da força muscular; 
- Alojam e protegem a medula óssea. 
 
 
➤ Os ossos funcionam como depósito de cálcio, 
fosfato e outros íons, sendo liberados de acordo com 
as necessidades do organismo; 
 
➤ Absorvem toxinas e metais pesados; 
 
 
 
 
O tecido ósseo é constituído por células e material 
extracelular calcificado, a matriz óssea.. As células são: 
 
- os osteócitos, que se situam em espaços na matriz 
designados de lacunas; praticamente só tem a função 
de manter a matriz óssea; 
- os osteoblastos, produtores da parte orgânica da 
matriz, 
- os osteoclastos, células gigantes, móveis e 
multinucleados que reabsorvem o tecido ósseo, 
participando. nos processos de remodelação dos 
OSSOS; originadas pela fusão de macrófagos. 
 
. 
 
 A célula acima 
compõe o mesoderma 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tecido Ósseo 
 
• A nutrição dos osteócitos depende dos canalículos 
que existem na matriz óssea. 
 
• Esses canalíulos possibilitam as trocas de moléculas e 
ions entre os capilares sanguíneos e os osteócitos. 
 
• Todos os ossos são recobertos por membranas de 
tecido conjuntivo de células osteogênicas, na superficie 
interna pelo endósteo e na superficie externa pelo 
periósteo. (periósteo e endósteo: células capazes de se 
diferenciar em células ósseas) 
 
• As duas camadas fornecem novos osteoblastos para 
o crescimento e recuperação dos ossos. 
1- Camada de tecido conjuntivo que fica exteriormente 
ao osso 
2- Células metabolicamente ativas 
3- Osteóide 
4- matriz classificada 
 
Osteoclatos se movimentam, reabsorvendo a matriz 
óssea quando necessário. 
 
Osteócitos 
 
➤ Células achatadas essenciais para manutenção da 
matriz óssea. 
➤ Células que ocupam as lacunas que se encontram 
no interior da matriz óssea. 
➤ Das lacunas partem canículos. 
➤ Cada lacuna contém um osteócito. 
➤ Sua morte é seguida por reabsorção da matriz. 
 
Matriz óssea: Células que ocupam as lacunas que se 
encontramno interior da matriz óssea. 
 
➤ Das lacunas partem caniculos. 
➤ Cada lacuna contém um osteócito. 
➤ Sua morte é seguida por reabsorção da matriz. 
 
 
Os prolongamentos celulares percorrem canais, os 
CANALÍCULOS ÓSSEOS, que vão se ligar às lacunas e 
canaliculos vizinhos, constituindo uma rede que vai 
permitir a intercomunicação entre os prolongamentos 
dos osteócitos, permitindo a sua nutrição a partir de 
vasos sanguíneos que atravessam a estrutura óssea. 
 
 
Osteoblastos 
 
➤ São as células que sintetizam a parte orgânica 
(colagénio tipo I, proteoglicanas e glicoproteínas) da 
matriz óssea, chamda de osteóide. 
➤ São capazes de concentrar fosfatos de cálcio, 
participando na mineralização da matriz. 
➤ Dispõem-se sempre nas superficies ósseas, lado a 
lado, num arranjo que lembra um epitélio simples. 
➤ Quando em intensa atividade são cubóides, quando 
pouco ativos tornam-se achatadas. 
➤ Quando a matriz rodeia o osteoblasto formando 
uma lacuna, o osteoblasto passa a designar-se por 
osteócito. 
 
Osteoclastos 
 
➤ São células móveis, gigantes, multinucleadas e 
extensamente ramificadas, sendo originadas da fusão 
dos monócitos do sangue. 
➤ A reabsorção óssea da-se numa zona citoplasmática 
entre os osteoclastos e a matriz óssea, designada por 
zona clara. 
➤ Os osteoclastos secretam para essa zona, ácido 
(H+), colagenase e outas hidrolases que atuam 
localmente digerindo a matriz óssea e dissolvendo os 
cristais de sais de cálcio. 
➤ As atividades dos osteoclastos são coordenadas por 
citocinas e por hormônios secretados pelas glândulas 
tiróide e paratiróide.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.