Buscar

Noções iniciais das ciências atuariais

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Noções iniciais das ciências atuariais
1. Como é chamado o profissional das Ciências Atuariais e quando sua profissão foi regulamentada?
A. É chamado de Atualista e atua em uma profissão que foi regulamentada na década de 1970.
B. É chamado de Atuário e atua em uma profissão que foi regulamentada na década de 1970.
C. É chamado de Atualizador e atua em uma profissão que foi regulamentada na década de 1960.
D. É chamado de Contador, e atua em uma profissão que foi regulamentada na década de 1970.
E. Este é chamado de Economista e atua em uma profissão que foi regulamentada na década de 1960.
2. Quais são as competências do profissional das Ciências Atuariais?
A. A elaboração dos planos técnicos e a avaliação das reservas matemáticas das empresas de Previdência Social (Decreto-lei nº 806 de 04/09/69).
B. O cálculo de valores de prêmios de seguro de vida e a elaboração de metas de lucro matemáticas (Decreto-lei nº 806 de 04/09/69).
C. Atua em conjunto com economistas e contadores, analisando o balanço patrimonial e cuidando da gestão patrimonial e financeira das empresas, garantindo sempre a maior valorização possível dos patrimônios.
D. Ele atua sempre na gestão de empresas privadas de seguros e de capitalização, de instituições de previdência social, entre outras.
E. A elaboração dos planos técnicos e a avaliação das reservas matemáticas das empresas privadas de seguros e de capitalização, das instituições de previdência social, entre outras (Decreto-lei nº 806 de 04/09/69).
3. Onde deverá haver assessoria obrigatória do Atuário?
A. Na direção, gerência e administração das empresas privadas de previdência (Decreto Lei nº 806 de 04/09/69).
B. Em qualquer tipo de empresa que vise lucro, independentemente da origem do capital destas empresas (Decreto Lei nº 806 de 04/09/69).
C. Na direção, gerência e administração das empresas de seguros, de financiamento e de capitalização, de instituições de previdência social e de outros órgãos oficiais de seguros, resseguros e investimentos, entre outros (Decreto Lei nº 806 de 04/09/69).
D. Na direção, gerência e administração de órgãos públicos, visto que manipulam dinheiro público, e é necessário minimizar os riscos da operação.
E. Sempre que houver a atuação de Economistas e Contadores, analisando o balanço patrimonial e cuidando da gestão patrimonial e financeira das empresas.
4. Em geral, como os Atuários poderão atuar para o bom desenvolvimento econômico das empresas?
A. Os Atuários poderão atuar analisando riscos e expectativas para o bom desenvolvimento econômico das empresas, pois por meio dessas análises é possível prever os cenários futuros e direcionar as ações empresariais.
B. Os atuários poderão atuar analisando riscos e expectativas para o bom desenvolvimento econômico das empresas, pois por meio dessas análises é possível identificar os erros passados e direcionar as ações empresariais.
C. Os Atuários poderão atuar estudando a economia geral e, com base em seus conhecimentos sobre o tema, analisar os erros e direcionar as ações empresariais.
D. Em casos específicos, o profissional poderá atuar como um gerente financeiro, pois entende a sistemática de atuação dos bancos, e conhece o funcionamento do mercado financeiro.
E. Uma empresa contará com os conhecimentos de um Atuário, sempre que houver Economistas e Contadores atuando, porque seus conhecimentos visam auxiliar estes profissionais nos cálculos patrimoniais.
5. Em regimes de capitalização, por exemplo, como será a atuação do profissional das Ciências Atuariais?
A. Nestes regimes, o profissional atua no cálculo da contribuição necessária para dar plena cobertura ao custo previdenciário do plano, sob a competência dele, por exemplo, buscando um regime adequado para cada benefício do plano.
B. Nestes regimes, o profissional atua, por exemplo, na escolha por um bom preço, que beneficie cada usuário do plano.
C. Nestes regimes, o profissional atua no cálculo do custo previdenciário do plano, sob a competência dele, por exemplo, buscando um regime de custeio adequado para cada benefício do plano.
D. Nestes regimes, o profissional atua avaliando os riscos do negócio, de modo a evitar surpresas no calculo do custo previdenciário do plano.
E. Nestes regimes, não é necessária a atuação do Atuário, visto que outros profissionais devem cuidar da gestão do negócio.

Outros materiais