A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Aula 12 - Direito Constitucional - Curso Estágio Ministério Público Estadual

Pré-visualização | Página 1 de 2

3 
 
 
 
 
 
CURSO: Ministério Público Estadual 
 
 
 
Estagiando Direito 
@estagiando_direito_ 
 
AULA 12 – 
DIREITO 
CONSTITUCIONAL 
 
Mi 
 
 
 
2 
 
 
 
Olá alunos, vamos agora continuar nosso curso de Direito Constitucional, partindo para nossa 12° 
aula. Espero que estejam gostando e aprendendo bastante, para dúvidas, retornos, elogios e críticas podem 
nos contatar através de nosso perfil no Instagram @estagiando_direito_. 
 Vamos agora começar a nossa aula? Bora!!! 
 
Poder Legislativo 
Conceito 
 
Na aula de hoje iremos estudar o poder legislativo, o poder legislativo é o poder que trabalha na 
elaboração das leis e decretos do Estado. 
 
Todo ente federativo possui seu próprio poder legislativo, sendo as Câmaras municipais – onde 
trabalham os Vereadores, as Assembleias Legislativas estaduais – onde trabalha os Deputados estaduais, o 
Senado Federal – onde trabalha os Senadores, e a Câmara dos Deputados – onde atuam os Deputados 
federais. 
 
Iremos trabalhar qual a função de cada um deles, a forma de eleição, e a área de atuação de cada 
um. 
 
 
 
Câmara Municipal 
 
As Câmaras Municipais, é o local onde os Vereadores exercem seus poderes, poderes estes de 
fiscalizar e legislar a Administração Pública municipal, ou seja, cada Vereador fiscaliza o poder público 
dentro de sua jurisdição, não podendo atuar em outras cidades. 
 
Vale ressaltar, que o poder legislativo, principalmente o municipal, é muito desconhecido pelo 
povo, que acredita que os Vereadores precisam realizar políticas públicas, ou seja, Vereadores não ‘fazem’ 
pavimentação de ruas, limpeza de praças, entre tantas outras políticas públicas que os Vereadores levam o 
“crédito” por terem feito. As políticas públicas são obrigações exclusivas do poder Executivo (que será 
estudado na próxima aula). 
 
Por fim, os Vereadores, são municipais e trabalham na legislação do município, não podendo atuar 
em outro município, a não ser o que ele foi eleito. Ademais, os Vereadores fiscalizam o exercício do poder 
Executivo, fiscalizando a distribuição das rendas e analisando as políticas públicas adotadas. 
3 
 
 
 
Sendo a eleição dos Vereadores, ocorrem através do voto direto e o número de eleitos demonstrado 
no art. 29, IV, a/x, CR/88, onde demonstra que existem cidades com no mínimo 9 Vereadores e máximo 
55, tudo dependendo do número de habitantes deste município. 
 
Já o subsídio disponibilizado aos Vereadores varia ao número de habitantes do município e o valor 
do subsídio recebido pelos Deputados Estaduais, sendo demonstrado no art. 29, VI, a/f, CR/88. Podendo 
esse subsídio variar entre 20% até 75% do subsídio recebido pelos Deputados Estaduais. 
 
 
 
Assembleia Legislativa 
 
A Assembleia Legislativa é o prédio onde os Deputados Estaduais atuam, a função dos Deputados, 
assim como os Vereadores, é legislar sobre o Estado-membro, ou seja, os Deputados estaduais têm como 
função apresentar projetos de lei, de decreto legislativo, de resolução, e proposta de emenda à Constituição 
Estadual e avaliar aqueles encaminhados por outros deputados, pelo governador, Poder Judiciário, 
Ministério Público, Tribunal de Contas e pelos cidadãos. 
 
O deputado emite pareceres nas diversas comissões técnicas, sobre os projetos e demais assuntos 
acerca dos quais o Poder Legislativo deve manifestar-se. Pode também propor a instituição de Comissões 
Parlamentares de Inquérito (CPIs). 
 
Os Deputados Estaduais, representam o maior quórum de eleitos no Poder Legislativo nacional, e 
sua determinação quantitativa é um pouco complexa, Sendo previsto no art. 27, da CR/88: 
“O número de Deputados à Assembleia Legislativa corresponderá ao triplo da representação do 
Estado na Câmara dos Deputados e, atingido o número de trinta e seis, será acrescido de tantos quantos 
forem os Deputados Federais acima de doze.” 
Entretanto, não é tão simples quanto parece, mas para facilitar o cálculo, faça da seguinte forma: 
N = Número de Deputados Federais 
X = (N-12) + 36 
Usando o exemplo do Estado de São Paulo: 
(70-12) + 36 = Dep. Est. 
58+36 = Dep. Est. 
Dep. Est. = 94. 
 
O subsídio dos Deputados hoje é fixo, assim como os de Senadores, Ministros, Presidente e Vice-
Presidente. Sendo esse subsídio no valor de R$ 33.763,00, sem contar com abatimentos ou bonificações. 
4 
 
 
 
Por fim, perderá o mandato o deputado que, entre outros motivos, deixar de comparecer a 1/3 das 
sessões ordinárias, exceto quando em licença ou missão autorizada pela Assembleia Legislativa. Também 
será afastado aquele que faltar com o decoro parlamentar, abusar das funções asseguradas ao deputado ou 
receber vantagens indevidas. 
 
 
 
Câmara dos Deputados 
 
Chegamos agora nos Deputados Federais, um dos principais órgãos do Poder Legislativo, 
juntamente ao Senado, o exercício dos Deputados Federais, assim como os dos Deputados Estaduais, é 
legislar as normas da União, tendo um total de 513 Deputados hoje na Câmara, representando todos os 27 
Estados-Membros e o Distrito Federal. 
 
A eleição dos Deputados Federais, se dá através do voto direto, de 4 em 4 anos, juntamente a eleição 
de Presidente, Governador, Senador e Deputados Estaduais. 
 
O deputado pode propor novas leis e sugerir a alteração ou revogação das já existentes, incluindo a 
própria Constituição. As propostas são votadas pelo Plenário – ou pelas comissões, quando for o caso. 
Qualquer projeto de iniciativa do Executivo passa primeiro pela Câmara, antes de seguir para o Senado. 
Cabe ainda aos parlamentares discutir e votar medidas provisórias, editadas pelo governo federal. Nem 
todas as propostas são votadas no Plenário: muitas são decididas nas comissões temáticas da Casa. 
 
Compete aos integrantes da Câmara dos Deputados, juntamente com os senadores, por exemplo, 
discutir e votar o orçamento da União, assim como fiscalizar a aplicação adequada dos recursos públicos. 
É durante a análise da proposta orçamentária que os deputados apresentam emendas que destinam verbas 
para a realização de obras específicas em seus estados e municípios. Os parlamentares também examinam 
o planejamento plurianual do governo federal e as diretrizes para o orçamento do ano seguinte. 
Os congressistas também têm a obrigação de controlar os atos do presidente da República e 
fiscalizar as ações do Executivo. A Constituição estabelece ainda que somente a Câmara tem poderes para 
autorizar a instauração de processo contra o presidente e o vice-presidente da República. Compete ainda 
aos deputados federais eleger dois dos integrantes do Conselho da República, órgão superior de consulta 
do presidente. 
Os parlamentares podem convocar ministros de Estado para prestar informações, assim como têm 
a atribuição de julgar as concessões de emissoras de rádio e televisão e a renovação desses contratos. 
Fonte: Agência Câmara de Notícias 
5 
 
 
 
 A eleição dos Deputados ocorre da forma proporcional, ou seja, a votação de cada candidato é 
influenciada pela soma de votos de todos os candidatos do mesmo partido ou coligação e ainda pelos votos 
de legenda. Basicamente, os votos que “sobram” dos candidatos mais votados ajudam a eleger outros do 
mesmo partido ou coligação. 
 
 
Senado Federal 
 
 O senado é a Mesa onde trabalham os Senadores, representantes de cada um dos Estados-membros, 
e do Distrito Federal. 
 
 Os Senadores tem como objetivo o senador pode propor novas leis, normas e alterações na 
Constituição. Mas, além dessas funções, o Senado é uma câmara revisora, já que tem a prerrogativa de 
avaliar e rever as propostas e projetos que já foram votados na Câmara dos Deputados (câmara baixa). 
Salienta-se que a função de revisar e analisar as propostas enviadas por deputados é uma das funções mais 
importantes dos senadores, já que serão o principal grupo a utilizar um crivo e filtrar essas propostas antes 
que o projeto de lei, por exemplo, chegar à Presidência

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.