A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
3. Diagnóstico clínico e radiográfico em periodontia

Pré-visualização | Página 1 de 2

DIAGNÓSTICO CLÍNICO E RADIOGRÁFICO EM PERIODONTIA: 
Doença presente > Tipo, extensão, distribuição 
e gravidade; 
Análise do histórico do caso > Avaliação dos 
sinais e sintomas clínicos. 
 
Avaliação geral do paciente; 
Histórico médico (Tratamentos, internações e 
cirurgias, medicações, histórico de 
doenças/infecções, sangramento anormal 
prolongado, histórico familiar, histórico de 
alergias); 
Histórico dental (Consultas odontológicas, 
escovação, tratamento ortodôntico, Dor no 
dente/gengiva, Sangramento gengival, gosto 
ruim na boca, Dente “mole/solto, 
Desgaste/apertamento, Histórico de doenças 
periodontais, Uso de PPR, Implantes); 
Avaliação radiográfica intraoral; 
Modelos (Posição das margens gengivais, Áreas 
de impactação alimentar, Relação das cúspides 
linguais, Pré x Pós tratamento); 
Fotografias clínicas (Avaliação Antes x Depois); 
Revisão do exame inicial (Correlacionar 
radiografias, fotografias e modelos). 
 
Exame oral (Higiene oral, Mau hálito, Exame da 
cavidade oral, Exame dos linfonodos); 
Exame dentário e implantes (Desgaste, 
Manchas, Hipersensibilidade, Relações de contato 
proximais, Mobilidade, Trauma oclusal, Migração 
dentária patológica, Sensibilidade a percussão, 
Dentição com maxilares ocluídos, Relações de 
oclusão funcionais). 
MOBILIDADE DENTÁRIA: 
Mobilidade fisiológica; 
Grau I: Ligeiramente maior que o normal (0,2-
1mm no sentido horizontal); 
Grau II: Moderadamente maior que o normal 
(>1mm no sentido horizontal); 
Grau III: Mobilidades vestíbulo-lingual e/ou mesio-
distal graves (Sentidos horizontal e vertical).
 
O aumento da mobilidade é causado por: 
Perda de suporte dentário; 
Trauma oclusal; 
Extensão da inflamação da gengiva ou do 
periápice; 
Cirurgias periodontais; 
Associado a gravidez, ciclo menstrual, 
contraceptivos hormonais; 
Processos patológicos dos maxilares. 
EXAME PERIODONTAL: 
Biofilme e cálculo; 
Índices clínicos (Placa visível e sangramento 
gengival); 
Bolsas periodontais (Sinais e sintomas – Cor, 
margem, sangramento, Detecção da bolsa – 
Exploração com uma sonda, Sondagem da 
bolsa – Profundidade biológica e clínica). 
Técnica de sondagem: 
Sonda inserida paralela ao eixo vertical do 
dente; 
Detecção de crateras interdentais e lesões de 
furca; 
Nível de inserção clínica (Base da bolsa até a 
JCE); 
X 
Profundidade de bolsa (Base da bolsa até a 
margem gengival); 
Determinando o nível de inserção: NI=PS – 
MG/JCE; 
Se NI = PS, a perda de inserção é zero; 
Quando a MG está apical à JCE, a perda de 
inserção é maior que a PS. Por isso, a distância 
da JCE a MG deve ser somado a PS. 
PS-Profundidade de sondagem: Distância entre 
a margem gengival e a porção mais coronal do 
epitélio juncional (Fundo de sulco/bolsa); 
NIC-Nível de inserção clínica: Distância que vai a 
junção cemento esmalte ao fundo do sulco ou 
bolsa, ou seja, ao ponto em que se encontra 
resistência; 
PI-Perda de inserção (NIC – 2mm): Indica o grau 
de destruição periodontal; 
Recessão gengival: Distância entre a junção 
cemento esmalte e a margem gengival; 
Quantidade de gengiva inserida: 
A distância entre a junção mucogengival e a 
projeção da superfície externa do fundo do 
sulco gengival; 
A largura da gengiva inserida é determinada 
subtraindo-se a profundidade do sulco do 
tamanho total da gengiva; 
Grau de retração gengival; 
Perda de osso alveolar; 
Palpação; 
Supuração; 
Abcesso periodontal. 
COMPONENTES ANATOMOFUNCIONAIS DO PERIODONTO: 
Periodonto de proteção: 
-Gengiva livre; 
-Gengiva inserida; 
-Papila interdental. 
Periodonto de sustentação: 
-Cemento; 
-Osso alveolar; 
-Ligamento periodontal. 
Por que radiografar? 
Avaliar estimativa da severidade das alterações; 
Avaliar extensão da ferida óssea e 
envolvimento de furca; 
Determinar a presença de quaisquer fatores 
causais locais secundários; 
Avaliar o comprimento e morfologia da raiz; 
Auxiliar o plano de tratamento; 
Determinação do prognóstico; 
Avaliar os resultados de tratamento. 
Indicação clínica: 
Sangramento à sondagem; 
Bolsa >3mm; 
Mobilidade dental; 
Abcesso periodontal;

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.