A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Corrente Russa

Pré-visualização | Página 1 de 1

As correntes de média frequência surgiram nos anos de 1970, 
por intermédio do Dr. Yadov Kots, que tinha como objetivo 
tornar a estimulação elétrica mais confortável e, possibilitar 
o uso de cargas maiores na estimulação 
A corrente russa tem uma frequência portadora de 2.500 Hz 
Corrente = Alternada 
Número de Fases = Bifásica 
Simetria = Simétrica 
Frequência Portadora = 2.500 Hz 
Frequência de Modulação: 0 a 150 Hz 
Largura de Pulso = 10 ms 
Rajadas (burts) = 50 Hz 
Ciclo de Trabalho “Duty Cycle” = 20%, 30%, 50% 
Forma de Onda = Sinusoidal 
Intensidade = 0 a 200mA 
0 a 30 Hz – Ênfase tônica (fibras lentas) -> glúteo médio 
30 a 50 Hz – Estímulo Inespecífico (fibras lentas) 
50 a 150 Hz – Ênfase fásica (fibras rápidas) 
 
 
Características Corrente Russa 
Frequência de Modulação: 0 a 150 Hz 
50% - Potência (só na contração muscular, + usado ) 
30% - Força (não usa muito) 
10%= Resistência (drenagem linfática) 
 
Duração do Burst / Ciclo de trabalho 
Parâmetros Corrente Russa 
Frequência – 50 Hz 
Rise - varia de 0,5 a 10 s 
Decay - varia de 0,5 a 10 s 
On time – varia de 0,5 a 15 s 
Off time – varia de 0,5 a 60 s 
Tempo de aplicação: até 30 min 
Intensidade – depende do limiar sensitivo de cada paciente 
 
 
Modo de estimulação: Contínuo – drenagem linfática 
Sincrônico – contração junta 
Recíproco – contração alternadamente