PSICO ORGANIZA E DO TRABALHO matarial
29 pág.

PSICO ORGANIZA E DO TRABALHO matarial


DisciplinaPsicologia Organizacional e do Trabalho I235 materiais2.432 seguidores
Pré-visualização12 páginas
PSICO ORGANIZA E DO TRABALHO [presencial] 137X -
Conteúdo 1 
Módulo 0 - APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA
Organização do material:
 
Nesta disciplina, você terá oportunidade de estudar as áreas de atuação e o papel da psicologia na gestão de pessoas, bem como trabalho do psicólogo junto à equipe multi ou interdisciplinar. Serão fornecidos subsídios para entendimento sobre a atuação do psicólogo organizacional e do Trabalho: instrumentos e técnicas que possibilitem práticas adequadas à Gestão de Pessoas nas Organizações e na relação do Homem com o Trabalho.
O material poderá ser utilizado como orientação para seu estudo e como complemento das atividades realizadas nas aulas presenciais.
 
O programa da disciplina está distribuído em 8 módulos, que devem ser estudados ao longo do semestre letivo. Alguns tópicos serão objeto de avaliação na NP1 (Módulos 1 a 4) e outros serão avaliados na NP2 (Módulos 5 a 8).
 
Sugerimos que você siga a ordem abaixo apresentada, ao planejar seu estudo, uma vez que os temas mantém entre si uma relação lógica.
 
 
Módulo 1: o mercado de trabalho contemporâneo
 
O Mercado de trabalho contemporâneo e Globalização: o conceito de profissões x sociedade atual e suas transformações (desemprego, educação, saúde, família e trabalho). 
 
Módulo 2: Iniciando as práticas do psicólogo organizacional
 
As práticas e o papel do psicólogo nas relações de trabalho: Planejamento Estratégico em gestão de pessoas. 
Análise e descrição de cargos.
 
Módulo 3: recrutamento e seleção de pessoal
 
Recrutamento de pessoal
Seleção de pessoal. 
 
Módulo 4: treinamento e desenvolvimento de pessoas 
 
Treinamento de pessoas
Desenvolvimento de pessoal. 
 
Módulo 5: Análise de potencial e Avaliação de desempenho. 
 
Análise de potencial 
Avaliação de desempenho. 
 
Módulo 6: Planejamento de carreira
 
Orientação profissional e planejamento de carreira
coaching e mentoring. 
 
Módulo 7: Segurança no trabalho e Gestão por competências
 
Higiene e Segurança no trabalho.
Gestão por competências. 
 
Módulo 8: Fazeres do psicólogo e a interdisciplinaridade nas organizações
 
Consultoria interna e externa. 
Fazeres do psicólogo e a interdisciplinaridade nas organizações: Ética e moral do psicólogo.
 
 
Em cada um dos módulos, haverá uma breve apresentação do assunto, indicação de material para leitura, atividades de estudo e exercícios de verificação da aprendizagem. Lembre-se que a mera realização dos exercícios não permitirá a aprendizagem dos temas. É imprescindível que você realize todas as atividades descritas em cada módulo.
 
O presente conteúdo, por se tratar da apresentação do curso, não inclui exercícios. 
 
 
Bibliografia:
 
A Bibliografia apresentada a seguir relaciona as obras consideradas importantes para o estudo dos temas. Em cada módulo, serão indicados os trechos específicos que devem ser lidos.
 
 
Bibliografia Básica:
 
CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas - o novo papel de Recursos Humanos. São Paulo: Ed. Campus, 2001.
 
TRACTENBERG, L. A complexidade nas organizações: futuros desafios para o psicólogo frente à reestruturação competitiva. Psicologia, Ciência e Profissão 1999, 19(1), 14-29.
 
ZANELLI, J.C. et al. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004.
 
 
 
 
Bibliografia Complementar:
 
BOWDITCH, J. L. Elementos de comportamento organizacional. São Paulo: Pioneira, 1992.
 
FERRETTI, C. C. et al. Tecnologias, Trabalho e Educação. São Paulo: Vozes, 1994.
 
MARRAS, L. P. Administração de recursos humanos: do operacional ao estratégico. São Paulo: Futura, 2002.
 
SPECTOR, P. E. Psicologia das organizações. São Paulo: Saraiva, 2002.
 
WAGNER III, J. A. Comportamento organizacional. São Paulo: Saraiva, 1999. 
 
 
Além destas referências, é desejável que você recorra a outras fontes, caso queira se aprofundar em algum tópico específico do programa. É importante que, em sua pesquisa, você recorra a fontes confiáveis. Indicamos a seguir alguns endereços eletrônicos cuja consulta é recomendada:
 
Linha do Tempo da Psicologia no Brasil: http://www.crpsp.org.br/linha/linha_do_tempo/memoria/home.htm  
BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES (USP)
- http://www.teses.usp.br/
 
PEPSIC \u2013 PERIÓDICOS ELETRÔNICOS EM PSICOLOGIA
- http://pepsic.bvs-psi.org.br/scielo.php
 
BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE (BVS) - www.bvs-psi.org.br
 
PERIÓDICOS CAPES - www.periodicos.capes.gov.br
 
 
Se você necessitar de informações adicionais para ampliar seus conhecimentos, solicite-as do professor, nas aulas presenciais.
 
Conteúdo 2 
Módulo 1 O MERCADO DE TRABALHO CONTEMPORÂNEO
O Mercado de trabalho contemporâneo e Globalização: o conceito de profissões x sociedade atual e suas transformações (desemprego, educação, saúde, família e trabalho). 
 
Leitura Obrigatória: 
MALVEZZI, S. Psicologia Organizacional: da Administração científica à globalização: uma história de desafios. São Paulo: USP, 2000.
Leitura para Aprofundamento:
FERRETTI, C. C. et al. Tecnologias, Trabalho e Educação. Vozes, São Paulo, 1994. 
ZANELLI, J.C. BORGES-ANDRADE, J.E. e BASTOS, A.V. (org.) Psicologia, Organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre, Artmed, 2004.
 
Forçada pela crescente competitividade e pela rápida expansão da tecnologia, a gestão de negócios passa por radical metamorfose. Não se trata de algumas alterações quer aperfeiçoem o instrumental de gestão, ou de uma reformulação de bases ontológicas e epistemológicas, mais de inserção dos negócios no processo de globalização. Esta é uma tendência já conhecida que provavelmente, crescerá em intensidade nos próximos anos e que está afetando não só os negócios, mas todas as instituições, como o emprego, a família, a religião e o governo. Neste momento, a Psicologia Organizacional (PO) é requisitada para estudar a globalização porque está alterando a relação homem-trabalho, de modo não menos radical do que altera a sociedade.
A dinâmica dos negócios gerados pela globalização coloca a sobrevivência, tanto das empresas como dos indivíduos em condição de risco permanente, porque nunca se sabe se algum aspecto de adequação do negócio será alterado amanhã, e portanto, que tipo de ajuste será exigido. Nenhuma empresa pode garantir a permanência de qualquer um de seus funcionários. Não se está mais limitado as exigências de um plano de aprendizagem, como ocorria até recentemente. Muito frequentemente não se tem certeza do que o trabalho poderá exigir na próxima semana. Para muitos trabalhadores, a rotina é a própria instabilidade. O desenvolvimento profissional depende tanto de oportunidade de engajamento em missões mais desafiadoras que um dos problemas mais difíceis enfrentados por um trabalhador é a constatação de que sua empresa está em decadência e que ele mesmo, por conseqüência está igualmente em decadência. A empresa globalizada é menos caracterizada pela estrutura do que pela partilha de uma mesma missão. A prática de gestão de negócios evolui na direção dos projetos em conglomerados temporários e, conseqüentemente, estruturada em redes sociais alimentadas pela reflexão sobre o \u2018status quo\u2019 da empresa e pelo cenário dos negócios. Nessas condições os mecanismos e instrumentos de intervenção estão mais e mais dependentes do capital social, do capital intelectual e da reflexão do que de hierarquias, manuais ou estruturas. A prática de gestão de recursos humanos demonstra esta tendência ao mudar de uma função reguladora para uma função facilitadora. Essa condição indica que o indivíduo é menos tutelado, durante o processo, ele necessita acompanhar os eventos, conhecer os padrões de qualidade e agir com autonomia para garantir os resultados, porque estes são mais dependentes de sua ação do que de estruturas e manuais. Há algumas questões nas quais não é difícil constatar