PROCESSO CONSTITUCIONAL RESUMO
36 pág.

PROCESSO CONSTITUCIONAL RESUMO


DisciplinaProcesso Constitucional308 materiais1.581 seguidores
Pré-visualização9 páginas
DIREITO - FADISMA
6º SEMESTRE
=======================================================================
DIREITO PROCESSO
CONSTITUCIONAL
_____________________________________________________________________________________
Prof. FÁBIO DA SILVA PORTO
========================================================================
O IDEAL É A SUA APROVAÇÃO!
	
DIREITO \u2013 PROCESSO CONSTITUCIONAL
AULAS Nº 01 e 02
Data: 28/02/2014 Prof. FÁBIO DA SILVA PORTO
DEFINIÇÕES DE TRABALHO NA DISCILINA
PLANO DE ENSINO \u2013 ANEXADO NO PORTAL.
PROCESSO + CONSTITUIÇÃO = PROCESSO CONSTITUCIONAL
SLIDES NÃO SERÃO DISPONIBILIZADOS
MATÉRIA: 36 HORAS / AULA \u2013 MÁXIMO 9 (nove) faltas.
1ª AVALIAÇÃO CONTÍNUA \u2013 SÚMULAS VINCULANTES DO STF
 1 a 29, 31 e 32. Nº 30 inexistente.
ANGLO SAXÃO EUROPEU CONTINENTAL
COOMON LAW CIVIL LAW
Precedentes Lei
(interpretação)
Súmulas vinculantes do SUPREMO \u2013 trazer todas(manuscrito)
Escolher uma e comentar.
Debate sobre jurisprudência do STF.
Art. 5º, IV. \u2013 liberdade de pensamento se impõe permitindo o anonimato.
4 grupos: 4 debates diferentes.
\u2260 COTASSIM x COTAS PARA QUÊ?
- 1 -
	
AULAS Nº 03 e 04
Data: 07/03/2014
NOÇÕES FUNDAMENTAIS
ORGANIZAÇÃO FUNDAMENTAL DO ESTADO \u2013 OFE
ELEMENTO ESTRUTURAL
Estruturas Efetivas de uma Constituição
1 \u2013 OFE \u2013 ORGANIZAÇÃO FUNDAMENTAL do ESTADO \u2013 parte inicial
Ex.: O Brasil é uma República Federativa.
DISTRIBUIÇÃO DO PODER \u2013 COMPETÊNCIAS
Antes: o rei fazia as leis, aplicava-as e decidia conflitos. Criava toda a estrutura
 estatal (absolutismo).
	Porém o poder vem da razão \u2013 logo divisão de poderes MONTESQUIEU.
	Logo separou-se a Religião do Estado.
	Controle constitucional do ato de um governante que está contra o Estado.
Competências \u2013 Art. 22, CF \u2013 União;
 Art. 122, CF \u2013 competência jurídica do Estado.
 Atos e garantias fundamentais: HC, HABEAS DATA.
AÇÃO POPULAR \u2013 defende o patrimônio público.
AÇÕES CONSTITUCIONAIS (uma das coisas do processo constitucional).
	Garantem os Direitos Fundamentais.
	ELEMENTO POLÍTICO-JURÍDICO
CF/88 \u2013 opção ideológica.
Estado Ocidental, Constitucional, Liberal, Democrático de Direito (quem legisla é o povo) e Capitalista (livre iniciativa).
Meio-ambiente = direitos difusos.
- 2 \u2013
	
Ação Civil Pública = quem julga é a sentença = defesa do consumidor
 (ERGA OMNES) direito de natureza coletiva.
Individualista? Não.
Obs.: O Processo Constitucional: Ações Constitucionais; e
 Controle de Constitucionalidade.
CONSTITUIÇÃO DIRIGENTE
CF = 250 artigos.
ADCT \u2013 ATOS DAS DISPOSIÇÕES CONSTITUCIONAIS TRANSITÓRIAS
 (97artigos).
77 EC \u2013 Emendas Constitucionais
Art. 102, CF \u2013 Ao Supremo compete a ele a guarda da CF.
	A Constituição precisa de efetividade, pois, 25 anos depois da promulgação, mais de 50 matérias ainda dependem de regulamentação \u2013 jornal valor econômico.
	Esse espaço na concretização constitucional foi ocupado pelo Poder Judiciário, principalmente, pelo STF.
Caráter genérico, abstrato e
Abstrato e genérico são normas.
Supremo \u2013 crescente constitucionalização do processo e processualização das
 normas constitucionais
	O judiciário é provocado pelo exercício de ação.
	Direito sem garantia de procedimento \u2013 o processo se esvazia
Autor x réu
	O bem jurídico litigado é do autor \u2013 processo de conhecimento.
	JURIS DICTIO
	Quando o judiciário concretiza o direito = processo de execução.
	Quando o judiciário diz o direito = processo de conhecimento.
	Há o processo cautelar.
	Antes do decurso da demanda = processo tutelar.
- 3 -
	
HABEAS CORPUS \u2013 não precisa de advogado, pode ser por telefone, liminar...
Mandado de Segurança \u2013 não há audiência, nem precisa de provas.
	Coisa julgada é ERGA OMNES (para todos).
	Tudo isso é a concretização da Constituição.
Controle Concentrado de Constitucionalidade = ação objetiva = ADIN
ADIN = é uma AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE \u2013 
	Só o STF pode julgar uma ADIN.
Objetivo = por não haver partes \u2013 Art. 103, CF. São os legitimados.
 Por estar centrado no objeto.
	Como instrumento de realização do Direito Material, o Direito Processual a constitucionalização.
CF \u2013 influenciou o Processo (Civil, Penal, Trabalhista, Administrativo) \u2013 Art. 93, IX,
 CF.
	Se a Constituição incidir sobre um determinado processo = inconstitucional.
	ESTADO CONSTITUCIONAL DEMOCRÁTICO DE DIREITO
	COMPETÊNCIA e PROCESSO
	LEGITIMAÇÃO DAS FUNÇÕES ESTATAIS PELA OBSERVÂNCIA DO
	PROCEDIMENTO ISONÔMICO
	Toda a norma passa pelo processo de procedimento.
	O processo administrativo disciplinar deve ter a ampla defesa, caso contrário será nulo. Deve respeitar à CF.
	Toda atuação do Poder Público é pautada pelo processo.
ÊNFASE NO PROCESSO JURISDICIONAL \u2013 CONSTITUCIONAL
FISCALIZAÇÃO DE CONFORMIDADE COM A CONSTITUIÇÃO
CONTROLE JUDICIAL DA EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS
GARANTIAS CONSTITUCIONAIS e AÇÕES CONSTITUCIONAIS.
- 4 -
	
AULAS Nº 05 e 06
Data: 14/03/2014
PRINCÍPIOS
1 \u2013 PRINCÍPIO DA SUPREMACIA DA CONSTITUIÇÃO
	DECORRE DA POSIÇÃO HIERÁRQUICA SUPERIOR À DAS DEMAIS
	NORMAS DO SISTEMA.
	Todos os atos normativos, para serem válidos precisam ser absolutamente compatíveis com a Constituição.
	CONSTITUIÇÃO REGULA A PRODUÇÃO DAS DEMAIS NORMAS JURÍDICAS \u2013 CONTEÚDO FORMAL E MATERIAL DAS NORMAS INFRACONSTITUCIONAIS
	FUNDAMENTO DE VALIDADE
	Verifica-se o processo legislativo na própria CF \u2013 Art. 60.
2 \u2013 PRINCÍPIO DA PRESUNÇÃO DE CONSTITUCIONALIDADE DAS LEIS E
 ATOS DO PODER PÚBLICO
	Cada poder estatal faz a interpretação e aplicação da Constituição no âmbito de sua competência.
CCJ \u2013 Comissão de Constituição e Justiça serve para ver se os projetos estão
 de acordo com a Constituição.
 Faz um controle interno de Constitucionalidade.
	Após confrontação com a CF, a resposta poderá ser negativa.
	Após a edição, passam a ter uma presunção de Constitucionalidade.
	Dois tipos:
	PRESUNÇÃO RELATIVA \u2013 JURIS TANTUM
	PRESUNÇÃO ABSOLUTA \u2013 JERE ET JURE
	DECORRE DA OBSERVÂNCIA DO PROCESSO \u2013 LEGISLATIVO, ADMINISTRATIVO OU JUDICIAL
	Nasce do processo que está na própria CF.
- 5 -
	
	PRESUNÇÃO JURIS TANTUM DE CONSTITUCIONALIDADE DOS ATOS ORIGINÁRIOS DOS PODERES ESTATAIS
	Traz duas consequências:
	1ª \u2013 Fator de autolimitação da atuação judicial
	A jurisdição é provocada, é inerte, quem a provoca é a ação.
	2ª \u2013 Ônus da prova para QUEM impugna o ato estatal.
	O juiz declara inconstitucionalidade quando ela for evidente, precisando de uma prova robusta. Caso contrário não vencerá a presunção.
	Sem prova o juiz preserva o ato do poder público.
	Na dúvida, mantém o ato, trabalho com a presunção.
3 \u2013 PRINCÍPIO DA INTERPRETAÇÃO CONFORME A CONSTITUIÇÃO
	Dentre exegeses possíveis, deve ser escolhida aquela que mais se compatibilize com a Constituição, sempre atento à presunção de constitucionalidade.
	Direito que regula a sociedade. As leis não mudam constantemente.
	Logo, deve-se interpretar. Cada um possui uma interpretação diferente, um enfoque diferente. Portanto, criam-se princípios para a interpretação da Constituição.
	Isso é dar maior concretude para o que se está interpretando.
	Se o Ministro interpreta a CF pensando em um único elemento, poderá não dar continuidade à Constituição.
Ex.: Se em uma árvore, examinarmos só o seu fruto e não