A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Critérios de Normalidade

Pré-visualização | Página 1 de 1

Os principais critérios de normalidade utilizados em
psicopatologia são: 
Normalidade como ausência de doença: saúde como
ausência de sintomas, sinais ou doenças. Aquele indivíduo que
simplesmente não é portador de uma doença ou transtorno é
considerado normal.
Normalidade ideal: considerado uma utopia: adaptação do
indivíduo às normas morais e políticas da sociedade.
Normalidade estatística: identifica norma e frequência, o
normal passa a ser aquilo que se observa com maior
frequência. 
Normalidade como bem-estar
Normalidade funcional: o fenômeno é considerado
patológico quando é disfuncional e produz sofrimento para o
próprio indivíduo ou grupo social.
Normalidade como processo: consideram aspectos
dinâmicos em pleno desenvolvimento ao longo da vida.
 
Normalidade subjetiva: ênfase na percepção subjetiva do
próprio indivíduo em relação a seu estado de saúde, às suas
vivências subjetivas.
Normalidade como liberdade: a saúde mental se vincularia
às possibilidades de transitar com graus distintos de liberdade
sobre o mundo e sobre o próprio destino.
Normalidade operacional: critério assumidamente arbitrário,
com finalidades pragmáticas explícitas.
Critérios de normalidade
 
 
 
Gio Faria