A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
História da África pré

Pré-visualização | Página 1 de 1

História da África pré-colonização
Resenha: Perigos de uma história única
 Em todo o mundo, a meu ver, existe a “história única”.
Não precisamos nos afastar demais: no Brasil, há a imagem claramente distorcida de atraso, miséria, incompetência, quando o assunto é o Nordeste do país.
De maneira geral, é o que acontece.
Ao saber a existência de uma descoberta científica importante, criação de um novo medicamento quase milagroso, prêmios máximos em concursos ( seja matemática ou qualquer outro tema), é muito comum exclamação de espanto e até mesmo descrença e desconfiança.
O Nordeste é visto pelos próprios brasileiros como um lugar puramente turístico com suas bela praias mas que vive uma rotina de seca, fome, miséria , ignorância, como um todo.
Recentemente, um ator norte americano,em visita ao Brasil, declarou que esperava ver macacos passeando pelas cidades.
 Na última eleição presidencial, o candidato nordestino Eduardo Campos, teve sua candidatura recebida por vários cariocas da seguinte forma : “ Eduardo quem? “, “ Quem? “.
Quando, na realidade, me foi dito, por amigos pernambucanos, bem informados politicamente, se tratar de um excelente e confiável político daquela região.
 Da mesma forma, ao ouvir Chimamanda Adichie, ao falar do perigo de uma história única, se referindo À África, percebo que há um misto de desinformação, deinteresse e até mesmo, porque não dizer, preconceito.
 ( Chartier, 2002: 137 ) : “ Todo dispositivo que visa criar controle e
 condicionamento segrega táticas que o domesticam ou o subvertem; 
 contrariamente não há produção cultural que não empregue materiais
 impostos pela tradição, pela autoridade e pelo mercado e que não seja
 submetida às vigilâncias e às censuras de quem tem poder sobre as palavras
 ou os gestos. “
Me parece que, de tanto se falar ou contar determinadas histórias sobre um continente, país, estado ou região, tais histórias se transformam em informações incontestáveis. Quando, na realidade, a história é muito mais rica e profunda.
Vânia Guerra
Fonte: O perigo da história única: diálogos com Chimamanda Adichie; Iulo Almeida Alves, Tainá Almeida Alves.- Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.