Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Projeto Estratégia Global para a Saúde das Mulheres

Pré-visualização | Página 1 de 3

Desafios na saúde da mulher:
O que se tem feito em relação à saúde da mulher pós pandemia?
Apesar do progresso, as sociedades estão decepcionando as mulheres, principalmente em países mais pobres e entre as mulheres mais pobres em todas as circunstâncias. A discriminação de gênero gera desvantagens econômicas, sociais e de saúde para as mulheres, afetando seu próprio bem-estar e o de suas famílias de maneiras complexas ao longo do curso de vida e afetando na geração seguinte. A situação de emergência imposta pela Covid 19 agravou essa situação deixando as mulheres em completa vulnerabilidade. Nos EUA foi apresentado um projeto que teve grande repercussão nas comunidades mundiais. Em Nova York com parceira da ONU, o Instituto Every Woman Every Child desenvolveu o projeto Global Strategy for Women’s and Children’s Health (Projeto Estratégia Global para a Saúde das Mulheres, das Crianças e dos Adolescentes).
Este projeto visa proporcionar até 2030, um mundo em que todas as mulheres, crianças e adolescentes em todos os meios usufruam de seu direito à saúde física e mental e ao bem-estar, tenham oportunidades sociais e econômicas e possam participar plenamente da sociedade próspera e sustentável gerando oportunidades de acesso à serviços essenciais de qualidade. Pensando nas sequelas deixadas pelo momento pós pandemia que estamos enfrentando, o projeto baseia-se no aspecto de qualidade de vida e almeja o alcance do melhor estado de saúde e bem estar – físico, mental e social em todas as idades. A saúde de uma pessoa em cada etapa da vida afeta sua saúde em outras etapas, além de ter efeitos acumulativos para a próxima geração. Ao ajudar a criar um ambiente propício para a saúde, a Estratégia Global busca transformar as sociedades para que as mulheres, crianças e adolescentes em toda parte possam realizar o direito de gozar do melhor estado de saúde e bem-estar que seja possível atingir. Por sua vez, isso trará enormes benefícios sociais, demográficos e econômicos. Além disso, o projeto adota um enfoque integrado e multissetorial, reconhecendo que os fatores que melhoram a saúde, a nutrição, a educação, a higiene e a infraestrutura.
Todos nós desejamos viver num mundo em que todas as pessoas, em todos os meios usufruam de seu direito à saúde física e mental e ao bem-estar, tenham oportunidades sociais e econômicas e possam participar plenamente da construção de sociedades prósperas e sustentáveis.
OBJETIVOS E METAS
Atualmente, na visão de mundo sustentável, temos a oportunidade de melhorar consideravelmente a saúde e bem-estar especialmente falando das mulheres que tiveram suas rotinas afetadas pelo medo, o estresse e a incerteza, gerando a mudança transformadora necessária para forjar um futuro mais saudável e sustentável. Entre os objetivos podemos citar:
Assegurar a saúde e o bem-estar.
Ampliar ambientes propícios.
Assegurar o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva (incluindo o planejamento familiar) e aos direitos correspondentes.
Assegurar que todas as meninas e meninos tenham acesso a um desenvolvimento de alta qualidade na primeira infância. 
Eliminar todas as práticas nocivas e formas de discriminação e violência contra as mulheres.
ÁREAS DE AÇÕES E INVESTIMENTOS
O financiamento do planejamento e implementação pelos países é feito principalmente por recursos nacionais dos governos, do setor privado e da sociedade civil. O Mecanismo Mundial de Financiamento para o Cada Mulher, Cada Criança foi criado para facilitar o processo e é um novo esforço para melhor alavancar o financiamento da saúde das mulheres, das crianças dos adolescentes e suplementar os recursos nacionais. Para aumentar a escala do financiamento das estratégias e dos planos de investimentos nacionais de saúde, é essencial assegurar a colaboração entre os mecanismos de financiamento mundiais existentes.
Espera-se alcançar em 2030:
• O fim das mortes maternas, neonatais, infantis, de adolescentes e da natimortalidade passíveis de prevenção 
• Um retorno de pelo menos 10 vezes o investimento por meio de melhores resultados educacionais, participação na força de trabalho e contribuições sociais 
• Pelo menos US$ 100 bilhões em dividendos demográficos advindos de investimentos na saúde e no desenvolvimento na primeira infância e na adolescência 
• Uma “grande convergência” em saúde, dando a todas as mulheres, crianças e adolescentes oportunidade igual de sobreviver e prosperar.
Para alcançar as metas, será preciso manter o foco estrategicamente nas seguintes áreas de Ações:
Ação multissetorial – adotar um enfoque multissetorial; facilitar a colaboração transversal entre setores para monitorar o impacto. 
Resiliência do sistema de saúde- proporcionar atenção de qualidade em todos os meios; assegurar a cobertura universal de saúde.
Pesquisa e inovação – investir em pesquisas variadas e capacitar o país, vincular as evidências à política e à prática; testar e expandir as inovações.
Potencial individual - investir no desenvolvimento individual; apoiar as pessoas como agentes da mudança; enfrentar barreiras com marcos jurídicos.
Participação da comunidade - promover leis, políticas e normas produtivas; fortalecer a ação comunitária; garantir a participação inclusiva.
Financiamento para a saúde - arrecadar recursos; fazer valer o dinheiro; adotar enfoques integradores e inovadores.
Liderança - reforçar os vínculos e a capacidade de liderança e gestão em todos os níveis; promover a ação coletiva.
Dentre essas ações para fomentar a captação de recursos para o financiamento de outros programas, podemos destacar a ideia de um grupo de pessoas exclusivamente dedicados para estreitar relacionamentos com empresas interessadas em financiar iniciativas humanitárias e trazê-las para nossa realidade local. No município há uma ampla oportunidade para desenvolver projetos sociais. 
Ação em destaque:
Assegurar que todas as meninas e meninos tenham acesso a um desenvolvimento de alta qualidade na primeira infância.
Incluir na educação uma cultura de não violência, a compaixão e o respeito pelo outro como uma prática que faz parte da nossa rotina formará indivíduos adultos mais conscientes com autoconhecimento sobre suas ações. Como projeto de políticas públicas, deveria ser incluído também na BNCC o tema sobre cidadania como disciplina para desenvolver habilidades de aspecto comportamental. O investimento na educação é um método preventivo para o futuro das próximas gerações.
Se a criança tiver essa educação direcionada desde cedo na sua vida ficará muito mais fácil a compreensão do seu papel na sociedade. O fato de fazer algo somente por fazer não provoca um aprendizado sobre aquilo, a pessoa o faz por algum motivo e quando decidir não fazer aquele algo, ninguém o convencerá a mudar de ideia. Com o conceito da não violência e de equidade entre as pessoas incluídos no dia a dia do individuo ficará natural praticá-la. 
O desenvolvimento de mais políticas públicas voltadas à educação e direcionadas como base para o desenvolvimento econômico é importante para elevar o ensino em qualquer dos seus níveis.
 
https://www.everywomaneverychild.org/ Acesso em 23/06/2022
PROJETO AURORAS 
No Brasil, 
A OMS reforça que devemos ampliar discursões sobre a saúde mental das mulheres, pois além de executar multitarefas, a mulher também sofre a violências doméstica, desvantagem socioeconômica, educacional e de oportunidades no mercado de trabalho, responsabilidade incessante pelo cuidado de outras pessoas, padrões irreais de estética, entre outros contextos de discriminação e que associados podem causar consequências negativas à saúde das mulheres. Com a pandemia de Covid 19, esses fatores têm se agravado. Uma pesquisa realizada pela Fiocruz revelou que a maioria das entrevistas estão com sequelas resultantes desse período. De acordo com a pesquisa, durante o isolamento social, 24% das mulheres apresentaram sintomas de depressão. Dentre os homens, 17% declararam o mesmo. Um quarto delas (20%) também relataram sintomas de ansiedade, quase
Página123