Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Antropologia_Brasileira_A2

Pré-visualização | Página 1 de 2

1) O tombamento é o instrumento de reconhecimento e proteção do patrimônio cultural mais conhecido, e pode ser feito pela administração federal, estadual e municipal. Em âmbito federal, o tombamento foi instituído pelo http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Decreto-Lei%20n%C2%B0%2025%20de%2030%20de%20novembro%20de%201937.pdf, o primeiro instrumento legal de proteção do Patrimônio Cultural Brasileiro e o primeiro das Américas, e cujos preceitos fundamentais se mantêm atuais e em uso até os nossos dias.
 
Bens Tombados. IPHAN, 2014. Disponível em: < http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/126>. Acesso em: 20 de jun. de 2019.
 
Sobre o tombamento, você diria que:
 
I. O patrimônio tombado está registrado em Livros de Tombo
II. Preserva de forma regulamentar itens de nossa cultura como, por exemplo, a Festa do Boi
III. É um mecanismo de informação que dá lógica e inteligibilidade ao patrimônio
IV. Está relacionado a memória social e identidade cultural brasileira
 
Estão corretas as afirmações:
2) A história da escravidão é uma narrativa de tragédias, conflitos, descaso, preconceitos e injustiças. Ou seja, uma ferida que o Brasil carrega aberta até os dias de hoje.
Antes das campanhas abolicionistas na virada do século XIX, os negros já reagiam à escravidão [...]
 
São consideradas formas de reação dos negros à escravidão:
 
I. Suicídios e abortos.
II. Assassinatos de nobres.
III. Lutas e danças.
IV. Associação dos orixás aos santos católicos.
 
É correto o que se afirma em
3) O Patrimônio Cultural pode ser definido como um bem (ou bens) de natureza material e imaterial considerado importante para a identidade da sociedade brasileira.
 
Segundo artigo 216 da Constituição Federal, configuram patrimônio "as formas de expressão; os modos de criar; as criações científicas, artísticas e tecnológicas; as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais; além de conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico."
Conheça as diferenças entre patrimônios materiais e imateriais. Governo do Brasil, 2019.Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/noticias/cultura/2009/10/conheca-as-diferencas-entre-patrimonios-materiais-e-imateriais>. Acesso em: 18 de jun. de 2019.
 
Considere o que você estudou sobre patrimônio cultural material e imaterial e analise as afirmações abaixo:
I. Patrimônio imaterial inclui prescrições da medicina.
II. Patrimônios culturais surgem da espontaneidade do povo.
III. Patrimônios materiais incluem marcos turísticos.
IV. O modo de fazer viola de cacho é parte do patrimônio cultural material.
 
Selecione a alternativa que aponta os itens corretos:
4) Os primeiros antropólogos no século XIX buscavam uma teoria que explicasse o panorama geral do progresso cultural humano. Ao estudarem os relatos de viajantes, exploradores e colonizadores, eles comparavam relatos no intuito de ordenarem as origens e a evolução das culturas. Nessa mesma época, Darwin havia postulado em sua obra, “Origem das Espécies”, de 1859, a evolução orgânica dos seres. Além disso, a teoria evolutiva também passa a ser aceita nas ciências, de modo que começa a ser aplicada para explicar as diferenças entre as culturas. É nesse contexto que se desenvolvem as teorias evolucionistas e o chamado “racismo científico”.
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira.Capítulo 2.(Apostila)
 
 Considere as asserções abaixo e a relação proposta entre elas.
 
I. A “Origem das Espécies” de Darwin apresentou os conceitos de evolução do orgânica do homem e racismo científico.
 
PORQUE
 
II. Demonstrou que havia uma hierarquia relacionada as características biológicas e fenotípicas do ser humano.
 
É correto afirmar que:
5) O termo “raça” vem do latim ratio, que significa categoria, espécie ou tipo. Desde a antiguidade, na história das ciências naturais, raça é o conceito utilizado pra classificar as espécies animais e vegetais. Durante a Idade Média, o termo começa a ser utilizado para classificar a diversidade humana em grupos fisicamente diferentes, designando, também, a descendência, e identificando um grupo que tinha um antepassado compartilhado e que, por isso, mantinha características físicas em comum (LÉVI-STRAUSS, 1973).
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila)
 
Foram consequências do conceito de raça humana:
 
I. Os nobres se considerarem superiores aos que pertenciam a outras classes sociais porque possuíam “sangue puro”.
II. A evolução dos seres humanos dividida em: selvageria, barbarismo e civilização.
III. Os gauleses se considerarem superiores aos francos e, por isso, terem o direito de reinar.
IV. O surgimento de “novos humanos” com habilidades cognitivas especiais.
 
Selecione a alternativa que aponta os itens corretos:
6) Esse contato contínuo entre duas culturas diferentes resultou em transformações nos padrões culturais de ambas. Transformações estas que são tão constantes que, com o passar do tempo, mesclaram as culturas ao ponto de formar uma nova sociedade e uma nova cultura, em um processo que a Antropologia chama de aculturação.
Dessa forma, o contato constante entre nativos e invasores apresenta duas modalidades de aculturação: interétnica e intertribal.
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila)
 
Assinale a alternativa correta:
7) “A gente ainda guarda um retrato muito parecido com esse período pré-emancipação, pré-Lei Áurea nesse sentido de que a sociedade continua delegando as ocupações de maior exploração e de menor remuneração à população negra”, diz Etkin.
 
GOMES, Helton Simões. Brancos são maioria em empregos de elite e negros ocupam vagas sem qualificação. G1, 2018. Disponível em: < https://g1.globo.com/economia/noticia/brancos-sao-maioria-em-empregos-de-elite-e-negros-ocupam-vagas-sem-qualificacao.ghtml>. Acesso em: 20 de jun. de 2019.
 
Essa afirmação expõe e explica
8) A etnografia é um método de estudo utilizado pelos antropólogos com o intuito de descrever os costumes e as tradições de um grupo humano. Este estudo ajuda a conhecer a identidade de uma comunidade humana que se desenvolve num âmbito sociocultural concreto.
Conceito de Etnografia. Conceito.de, 2010. Disponível em: < https://conceito.de/etnografia>. Acesso em: 18 de jun. de 2019.
 
Considerando o texto acima e os estudos já realizados, assinale a afirmação correta:
9) A Antropologia e a História questionam a noção de descobrimento, uma vez que o território brasileiro já era habitando antes da chegada dos colonizadores. Nesse sentido, podemos dizer que ocorreu uma invasão, seguida de uma conquista. Isso porque a conquista do continente americano revelou aos europeus a existência de uma população até então desconhecida.
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila)
 
Avalie as afirmações abaixo:
 
I. A população indígena brasileira sofreu a perda de sua cultura devido a processos de subordinação aos portugueses, no século XVI.
II. No século XX, a convivência entre índios nativos e invasores portugueses tornou-se amigável.
III. Estudos sobre a demografia indígena indicam que antes do descobrimento existiam mais de mil povos indígenas e hoje existem 227 etnias.
IV. Independente das boas condições oferecidas pelas cidades é insignificante o número de indígenas que migram.
 
É correto afirmar que:
10) Para Ribeiro (1977), o impacto da civilização europeia sobre as populações indígenas foram uma “transfiguração étnica” na medida em que não houve exatamente uma assimilação cultural ou uma aculturação, pois muitos
grupos foram exterminados e os que sobreviveram não foram em nenhum momento devidamente absorvidos pela sociedade nacional. Com isso, os índios fazem parte do imaginário da identidade nacional miscigenada, mas ainda lutam por seus direitos.
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila)
 
 Considere as asserções abaixo e a relação proposta entre elas.
 
I. Os indígenas no Brasil se tornaram escravos,
Página12