Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Transtorno Obsessivo Compulsivo - TOC

Pré-visualização | Página 1 de 1

Transtorno Obsessivo Compulsivo – TOC 
→ É um transtorno neuropsiquiátrico que ocorre 
na presença de pensamentos, impulsos ou 
imagens mentais recorrentes, intrusivos e 
desagradáveis ou compulsões que são realizadas 
visando avaliar a angustia trazida pelas obsessões, 
ocupando tempo considerável e atrapalhando as 
atividades e os relacionamentos do indivíduo. 
→ Muitos casos tem início na infância, com pico 
na idade adulta. 
Sinais e Sintomas 
→ Presença de obsessões ou compulsões: 
 ↪ Preocupação excessiva com limpeza, 
contaminação, simetria, organização, temor de 
que algo vá acontecer ou em provocar dano a 
alguém. 
→ Os comportamentos de esquiva podem estar 
presentem em pacientes com TOC. São medidas 
tomadas para evitar o contato com o estimulo 
considerado aversivo por ele. 
→ Podem apresentar obsessões agressivas, 
sexuais, religiosas, de sujeira ou contaminação, de 
simetria e ordenação, repetição e contagem e de 
acumulação. 
→ Na pratica, existem uma relação 
compreensível entre obsessões e compulsões, 
mas em outras, essa associação não se da de 
forma racional, por exemplo: 
 ↪ Lavar as mãos para aliviar a angustia 
trazida por um pensamento de algo ruim irá 
acontecer. 
→ É comum que o paciente com TOC 
apresente outras condições psiquiátricas como 
transtorno ansioso ou depressão maior. 
 
Diagnóstico 
→ Presença de obsessões, compulsões ou 
ambas. 
 ↪ Obsessões definidas por: 
 → Pensamentos, impulsos ou imagens 
recorrentes ou persistentes que, em algum 
momento, são experimentados como intrusivos e 
indesejados. 
 → Tentativa de ignore ou suprimir tais 
pensamentos, impulsos ou imagens ou neutralizá-
los com algum outro pensamento ou ação. 
 ↪ Compulsões são definidas por: 
 → Comportamentos repetitivos ou atos 
mentais que o indivíduo se sente compelido a 
executar com regras rigidamente aplicadas. 
 → Comportamentos ou atos mentais que 
visam prevenir ou reduzir a ansiedade ou o 
sofrimento, mas não havendo neutralização 
efetiva com as ações. 
→ As obsessões ou compulsões tomam tempo 
ou causam sofrimento clinicamente significativo. 
→ Os sintomas não são causados por uso de 
substancias ou outra condição medica. 
→ A perturbação não é melhor explicada por 
outros transtornos mentais. 
Tratamento 
→ Primeira linha são os inibidores de recaptação 
de serotonina (ISR), sendo que incluem o tricíclico 
Clomipramina e os ISRS. São usados em doses 
altas.