Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Cuidado em Saude Bucal para pessoas em situações de Urgencias Odontologicas Unidade 5

Pré-visualização | Página 1 de 1

Curso Cuidado em saúde bucal para pessoas em situações de urgências odontológicas
 Unidade 5
Avaliar	90,00 de um máximo de 100,00
Questão 1
Completo
Atingiu 20,00 de 20,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
Episódios de sangramentos são comuns após a realização de procedimentos odontológicos cruentos, como extrações dentárias e raspagem periodontal, sendo necessário que o cirurgião-dentista identifique o tipo de sangramento, o risco de hemorragias e o manejo adequado para cada situação, a fim de prevenir episódios hemorrágicos ou revertê-los precocemente. Para evitar tais eventos hemorrágicos pós-operatórios, é necessário que o usuário dê continuidade aos cuidados em casa. Dessa forma, o cirurgião-dentista deve orientar o paciente a:
Escolha uma opção:
a. Realizar compressa morna na face de 12/12h nas primeiras 24h.
b. Ingerir dieta pastosa quente e comprimir gaze sobre área de sutura.
c. Cuspir sempre que houver acúmulo de saliva, e fazer compressão com esponja.
d. Não fumar e manter repouso absoluto, principalmente nas primeiras horas. O fumo promove o acúmulo de substâncias tóxicas que favorecem a destruição celular e a diminuição da vascularização periférica no tecido gengival e na mucosa oral. Dessa forma, a cicatrização fica comprometida. Além da orientação de não fumar, é necessário informar também sobre a necessidade de repouso, especialmente nas primeiras horas após o procedimento.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 2
Completo
Atingiu 20,00 de 20,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
Raimundo, 40 anos de idade, é etilista e tabagista há mais de vinte anos, trabalha como técnico administrativo e apresenta um ritmo de vida bastante estressante. Há cerca de um mês começou a apresentar graves problemas de imunidade, sendo diagnosticado com HIV. Dias atrás, foi encaminhado para tratamento odontológico em um Centro de Especialidades Odontológicas, pois relatava o aparecimento de uma ferida na boca. Raimundo foi acolhido e direcionado para consulta com o cirurgião-dentista, que logo observou uma extensa necrose dos tecidos periodontais que se estende além da linha mucogengival, com grande destruição tecidual. No exame radiológico, Raimundo também apresentava sequestros ósseos e fístulas buco-sinusais. Diante dos achados clínicos e radiológicos, é possível afirmar que trata-se de um diagnóstico provável de:
Escolha uma opção:
a. Abcesso Periodontal em paciente sem periodontite.
b. Pericoronarite Crônica.
c. Estomatite Necrosante. A Estomatite Necrosante está geralmente associada à imunossupressão severa e este é considerado um quadro clínico mais grave, caracterizado por extensa necrose dos tecidos periodontais com extensão além da linha mucogengival, com destruição tecidual, presença de sequestros ósseos, fístulas buco-sinusais e disseminação sistêmica. Pode resultar numa extensa exposição óssea, com formação de grandes sequestros e, consequentemente, desenvolvimento de fístulas buco-sinusais e osteítes. Também pode ser causada por bactérias fuso-espiroquetais, entretanto, fatores predisponentes, como higiene bucal inadequada, sono inadequado, problemas nutricionais, estresse, abuso de álcool, tabagismo, imunossupressão e/ou infecção causada pelo HIV são comumente encontrados em pacientes com doença periodontal necrosante.
d. Gengivite Ulcerativa Necrosante.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 3
Completo
Atingiu 20,00 de 20,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
As urgências periodontais são muito comuns na prática do cirurgião-dentista inserido na Atenção Primária à Saúde. Dessa forma, o profissional deve estar preparado para lidar com as situações de urgência, identificando o correto diagnóstico e traçando o melhor plano terapêutico para cada situação. Diante do exposto, assinale a alternativa correta quanto ao manejo clínico e tratamento de algumas urgências periodontais:
Escolha uma opção:
a. A extração é indicada para pacientes com abscesso periodontal em dentes com perda de inserção periodontal avançada. Em determinados casos, o abscesso periodontal em paciente com periodontite se desenvolve em dentes com perda de inserção periodontal avançada e com mobilidade grau III. Nestas circunstâncias, a extração dentária é indicada devido ao prognóstico desfavorável.
b. A Amoxicilina é o tratamento de primeira escolha para pacientes alérgicos à Penicilina nos casos de abscesso periodontal.
c. O procedimento de operculectomia pode ser indicado para prevenir a recorrência da estomatite nicotínica.
d. A antibioticoterapia isolada sem subsequente drenagem e raspagem é indicada para os tratamentos de pericoronarite.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 4
Completo
Atingiu 30,00 de 30,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
A pericoronarite é causada pelo acúmulo de restos de alimentos e placa dentária no espaço pericoronário. Alguns fatores clínicos, como a gravidade da inflamação, o envolvimento sistêmico, a propagação para estruturas adjacentes, e o prognóstico do dente, devem ser considerados para o seu planejamento terapêutico. Sobre o manejo clínico e terapêutico adequado para os casos de pericoronarite, pode-se dizer que:
Escolha uma opção:
a. Antes da resolução da fase aguda, é necessário realizar a remoção cirúrgica dos tecidos moles que circundam a coroa do dente parcialmente irrompido e extração dentária.
b. O tratamento da Pericoronarite inclui o debridamento e a irrigação, a análise oclusal, a drenagem em casos da presença de um abscesso pericoronário flutuante e antibioticoterapia, em alguns casos. As principais condutas clínicas a serem adotadas no tratamento da pericoronarite são: debridamento e irrigação do espaço pericoronário (com solução salina estéril, para que os restos alimentares e o exsudato purulento possam ser removidos); análise oclusal (avaliação se o dente antagonista está traumatizando o tecido pericoronário); drenagem (na presença de um abscesso pericoronário flutuante, a drenagem poderá ser realizada por meio de uma incisão anteroposterior profunda no ponto de flutuação do abscesso) e uso de antibióticos sistêmicos (quando há sinais clínicos e sintomas de disseminação regional ou sistêmica).
c. A antibioticoterapia isolada, sem subsequente drenagem e raspagem subgengival, é indicada como tratamento principal para todos os casos de abscessos periodontais.
d. O uso de antibióticos sistêmicos é mandatório para pacientes que apresentem sinais clínicos e sintomas da pericoronarite, independentemente da condição sistêmica apresentada.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 5
Completo
Atingiu 0,00 de 10,00
Não marcadaMarcar questão
Texto da questão
Dor orofacial é um termo inespecífico, referente a um grupo de afecções dolorosas, agudas ou crônicas, que acometem os tecidos moles e duros da face e da cavidade oral. Elas compõem um grande grupo de patologias de difícil diagnóstico para o cirurgião-dentista e possuem etiologias distintas. Com relação à etiologia das dores orofaciais, pode-se afirmar:
Escolha uma opção:
a. As dores orofaciais neuropáticas são manifestações clínicas das disfunções temporomandibulares.
b. As dores orofaciais referidas são manifestações clínicas que podem ocorrer após episódios de luxação de mandíbula.
c. As dores orofaciais dentárias possuem sua etiologia ligada a pulpites, pericoronarites e à pericementite apical aguda.
d. As dores orofaciais musculoesqueléticas estão relacionadas a doenças como a Neuralgia do Trigêmeo. As dores orofaciais musculoesqueléticas estão relacionadas a disfunções temporomandibulares. São dores que acometem a musculatura mastigatória e/ou as articulações temporomandibulares (ATM), conhecidas como DTM (disfunções temporomandibulares), podendo estas serem musculares ou articulares.