Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Material do tcc

Pré-visualização | Página 1 de 2

11
Daiane Duarte
3
MATERIAL TCC
A IMPORTÂNCIA DO REFORÇO ESCOLAR DESDE A EDUCAÇÃO PRIMÁRIA
RESUMO
Este artigo tem por objetivo promover uma reflexão sobre a importância do reforço escolar desde o ensino primário. Escolhemos esse tema porque vimos a necessidade de ajudar alguns docentes a trabalharem com o reforço, buscamos mostrar que o mesmo não deve ser visto como um mero complemento. Para esse propósito, utilizamos a Pedagogia de Projetos, no qual foi criado um Pré-Projeto intitulado ‘’ Hora da Revisão’’, cujo os objetivos são: incentivar o aluno a localizar os erros, permitir ao discente que compreenda o seu potencial e criar condições favoráveis que levem os discentes a aproximarem mais do conhecimento.
Como fundamento teórico, recorremos às reflexões de Rocha (1980), Marras (2000), Skinner (2003) e Chraim 2009.
Concluímos que, o reforço ajudará os discentes a compreenderem os conteúdos passados em sala de aula de forma melhorada.
Palavras-chave: Reforço escolar. Ensino primário. Aprendizagem.
. ABSTRACT
This article aims to promote a reflection on the importance of school reinforcement since primary education. We chose this topic because we saw the need to help some teachers to work with reinforcement, we seek to show that it should not be seen as a mere complement. For this purpose, we used Project Pedagogy, in which a Pre-Project entitled ''Review Time'' was created, whose objectives are: to encourage the student to find errors, to allow the student to understand his potential, and to create conditions favors that lead the students to get closer to knowledge.
 As a theoretical basis, we use the reflections of Rocha (1980), Marras (2000), Skinner (2003), and Chraim 2009.
 We conclude that the reinforcement will help students to understand the contents passed in the classroom in an improved way.
Keywords: School reinforcement. Primary school. Learning.
4
1 Introdução 
É de suma importância que os alunos tenham reforço escolar desde a educação primária, não somente aqueles discentes que possuem dificuldades em acompanhar o progresso da classe, mas sim, os estudantes no geral. Mesmo as crianças mais esforçadas tendem a ter problemas de aprendizagem, levando a precisão de um reforço, visto que o mesmo tem a função de tirar as dúvidas maiores de tal estudante.
É primordial que os alunos saiam do ensino primário preparados para ingressarem no ensino fundamental, para isso são necessárias algumas iniciativas por parte dos docentes, tais como: ficar atento aos estudantes que possuem uma necessidade maior de aprendizagem, propor atividades que levam à contextualização social do conhecimento e aprofundamento do conteúdo abordado na sala de aula e assim por diante.
De acordo com FRANCO, 2018, p.70
O aluno deve sair da passividade e se tornar protagonista do processo de aprendizagem. Precisa aprender a aprender e aprender através de práticas, se envolvendo emocionalmente, se engajando, cooperando, se expondo, discutindo, investigando e resolvendo problemas.
A partir dessas considerações, objetivamos despertar o interesse dos docentes em ajudar cada vez mais seus alunos, focando na construção de saberes.
Neste sentido, PEREIRA, 2017, diz que:
Apresenta-se como uma das metodologias ativas em que o professor planeja e organiza suas aulas com maior foco na ação dos estudantes, antes e durante as suas aulas. Como uma das suas principais contribuições está a mobilização dos estudantes para atividades interativas com a finalidade de aprofundamento de temas de estudo. O professor tem um papel fundamental em todo o processo, porque a essência da proposta é que os estudantes compreendam bem o que estão estudando, com o máximo de profundidade possível.”
O foco deste trabalho é fazer com que o reforço escolar seja dado como uma parte fundamental no ensino primário. Cabe ao professor o papel de mediador e orientador, propor situações a serem resolvidas, devendo organizar as dúvidas dos estudantes, fazendo com que os alunos tenham contato com determinados assuntos, os quais vão ajudar nas questões pendentes dos discentes.
2 Fundamentação Teórica
O reforço escolar é um método utilizado para dar auxílio aos discentes, ajudando-os a entenderem com mais perfeição a matéria passada em sala de aula, é uma forma de amparo ao aluno, pois ao relembrar o que foi estudado e identificar quais são as questões a serem melhoradas, esse estudante estará exercitando o seu cérebro, constatar onde está o erro é apenas o primeiro passo para um caminho de melhor aprendizado.
Para os behavioristas, a aprendizagem pode ser definida como uma mudança relativamente permanente em uma tendência comportamental e/ou na vida mental do indivíduo, resultante de uma prática reforçada. (Rocha, 1980, p. 28)
Nesse processo o professor de reforço é apenas um auxiliador que irá ajudar ao longo da jornada, de modo a aumentar a possibilidade de ocorrência de uma resposta a ser aprendida.
Para Marras 2000
 
os conceitos relativos à Teoria do Reforço são muito importantes dentro de uma organização, uma vez que as pessoas têm suas necessidades e buscam, incessantemente, satisfazê-las. Se ao satisfazer suas necessidades, obterem sucesso, ao sentirem novamente a mesma necessidade, tenderão a repetir exatamente o comportamento da vez anterior com a finalidade de ter -se êxito na mesma situação mais uma vez.
Nesse sentido, a relevância do reforço escolar pode ir além das matérias passadas em sala de aula, pois poderá ser uma oportunidade para que o aluno tenha uma autonomia nos estudos e aprenda a criar e desenvolver métodos que facilitarão seu dia a dia, tais como: resumos, mapas mentais, entre outras estratégias para a fixação do conteúdo aprendido.
Para Skinner, 2003, p.72
no experimento de Pavlov, [...] um reforço é associado a um estímulo, enquanto no comportamento operante é contingente a uma resposta. Desta forma o reforçamento operante é um processo separado e requer uma análise separada. Em ambos os casos, o fortalecimento do comportamento que resulta do reforço será adequadamente chamado "condicionamento". No condicionamento operante ‘’fortalecemos’’ um operante, no sentido de tornar a resposta mais provável ou, de fato mais frequente. No condicionamento pavloviano ou "respondente" que se faz é aumentar a magnitude da resposta eliciada pelo estimulo condicionado e diminuir o tempo que decorre entre estimulo e a resposta.
Estimular os alunos através do reforço faz com que eles aprendam mais rápido e tenham grandes resultados, pois irão absorver melhor os conteúdos estudados, o que será um grande investimento.
De acordo com Chraim 2009
Toda criança tem as suas próprias dificuldades, podendo essas ser sanadas por meio de atitudes motivadoras por parte de quem se compromete a ensinar. O educador necessita conhecer as habilidades de cada educando para poder proporcionar condições sadias de aprendizagem (CHRAIM, 2009, p. 33)
Nesse contexto, vemos que é possível fazer com que os alunos tenham menos dificuldades, basta somente o docente orientador procurar conhecer melhor cada aluno e a partir do momento em que o professor identifica quais são suas reais dúvidas fica mais fácil trabalhar com o reforço.
O plano do professor precisa ser extremamente elaborado e diversificado de acordo com a dificuldade de cada estudante, para assim ele poder estar observando o avanço de cada um, por isso a necessidade de inovar sempre nas técnicas utilizadas em sala de aula.
3 	Metodologia de pesquisa 
 
Neste trabalho utilizamos como metodologia a Pesquisa de Revisão Bibliográfica e a Pedagogia de Projetos.
Pré projeto
Título: Hora da Revisão
Série: Ensino primário
Material: Computador com acesso à internet, google meet
Justificativa 
 É necessário saber identificar e analisar os pontos fracos do aprendizado de cada aluno, tendo isso em vista, propõe-se que os professores disponibilizem um tempo maior até mesmo nos dias não letivos, para estarem auxiliando e focando
Página12