CCJ0001-WL-LC-Revisão e Questões
2 pág.

CCJ0001-WL-LC-Revisão e Questões


DisciplinaFundamentos das Ciências Sociais11.045 materiais132.592 seguidores
Pré-visualização2 páginas
MATERIA CIENCIAS SOCIAIS 
 
KARL MARX \u2013 1818 / 1883 
 
Alienação \u2013 Economicamente, o capitalismo alienou, isto é separou o trabalhador dos seus meios de produção, as 
ferramentas, as matérias primas, a terra e as maquinas, que se tornaram propriedade privada do capitalista, o 
trabalhador, perdeu o controle do produto de seu trabalho, também apropriado pelo capitalista, a industrialização, a 
propriedade privada e o assalariamento separam o trabalhador os meios de produção e do fruto de seu trabalho, 
politicamente o homem se tornou alienado. 
 
- Salário Valor da força de trabalho ou mão de obra, deriva de SAL que era a moeda na época 
 
CLASSES SOCIAIS 
 
- Estado e Políticas / - Burguesia / - Proletariado 
 
TRABALHO, VALOR E LUCRO 
 
- Trabalho \u2013 É uma atividade inerente do ser humano, é a criação de valor 
- Emprego \u2013 É um contrato de trabalho assalariado 
- Acabando o emprego \u2013 Não acaba o capitalismo, somente quando uma das classes sociais acabar. 
- Trabalho \u2013 É a criação de valor 
- Valor \u2013 É o tempo socialmente necessário para produzir ou para a produção. 
- Lucro \u2013 Valor a mais que é explorado do trabalhador. 
 
MAIS VALOR 
- Absoluta 
- Relativa 
MAIS VALIA 
 
- É a exploração do trabalhador onde se encontra o lucro do capitalismo. 
 
MAIS VALIA ABSOLUTA 
 
- É a exploração do trabalhador através do aumento da jornada de trabalho. 
 
MAIS VALIA RELATIVA 
 
- É a exploração do trabalhador com o auxilio de maquinas 
 
EMILE DURKHEIN \u2013 1858/1917 
 
- Ele vai estudar os métodos científicos pelos fatos sociais. 
 
- Fatores sociais são acontecimentos na sociedade e é o instrumento de estudo que Durkhein usou para estudar a 
sociedade. 
- Definição = são \u201ccoisas\u201d que tem vida própria de como subjetivamente as conhecemos. È tudo aquilo que tem origem 
das relações sociais. 
 
Características : 
 
Coerção social \u2013 é a imposição social, obrigação social. Você é obrigado a fazer o que as pessoas mandam. Ex: 
Educação, Sentimentos, Comportamento. 
 
Exteriores aos indivíduos \u2013 por que não tem controle. 
 
Generalidade \u2013 Objetividade dos fatos sociais 
 
Distancia e naturalidade, deixar de lado as nossas pré noções dos fatos sociais, para que consiga analisar um fato 
social. 
 
Pré noções é tudo aquilo que você entende da verdade. 
 
Normal = aceitável, não assusta a sociedade. Ex: Crime. 
 
Patológico = Doentio, não aceitável, assusta a sociedade. Ex: Chacina. 
 
Consciência Coletiva \u2013 é o conjunto de sentimentos, costumes, tradição, regras, valores e ideais comuns à 
determinada sociedade. 
 
A Revolução Francesa revolucionou a ideologia (o modo de pensar, as idéias) de uma sociedade. 
 
A Revolução Industrial revolucionou o modo de produção, deixando de ser artesanal para ser industrial, visando o 
lucro. Revolucionou a tecnologia. 
 
Globalização foi uma das conseqüências da revolução industrial. 
 
Os três pensadores que iniciam uma nova idéia são \u2013 Emile Durkhen, Max Weber, Carl Marx 
 
Pensamento liberal iniciou se com a revolução independência dos E.U.A, hoje usamos o neo-liberalismo. 
 
Pensamento liberal ético tem origem grega e significa \u201chabito\u201d. \u201cLiberdade de Expressão\u201d 
 
Pensamento liberal econômico é a palavra chave para o Mercado Livre, e o mercado livre é uma realidade. 
 
Pensamento liberal político, condições históricas que se deram na Inglaterra para que ocorresse a revolução 
industrial. 
- Políticas Voltadas para o Lucro / - Capital Disponível para investimentos / - Pirataria 
- Mão de obra (alimentos) 
- Política voltada para o lucro ocorreu enquanto a Inglaterra visava à revolução da forma de produção a fim de lucrar, 
e o resto do mundo vivia sob a tirania da igreja católica apostólica romana que via o lucro como pecado. 
 
Capital disponível para o investimento (em novas tecnologias) \u201ccientistas\u201d (em novas metodologias de 
trabalho). Capital = Riqueza, Investimento = Tempo. 
 
Pirataria é financiada pela coroa inglesa e rouba de Portugal e da Espanha por que na época eram os dois paises mais 
ricos da época (roubo em alto mar). A pirataria atual é a falsificação, falta de impostos e hoje o Estado não financia a 
pirataria. 
 
A Inglaterra limitou o poder do estado e trousse a sociedade para o poder \u2013 com a revolução gloriosa. 
Mão de obra em quantidade enorme da sociedade urbana e rural. A população rural vem para a cidade depois da 
revolução agrícola que foi a chegada das maquinas no campo, causando o êxodo rural. 
 
PAINEL BRASIL 500 ANOS 
 
1910 \u2013 Política Café com leite / 1929 \u2013 Queda da Bolsa de Nova York / 1930 \u2013 Era Getulio Vargas inicio da C.L.T. / 
1954 \u2013 Suicídio de Getulio Vargas / 1955 \u2013 Juscelino Kubitschek / 1960 \u2013 Jânio Quadros / João Goulart / 1960 a 1985 
\u2013 Ditadura Militar / 1985 \u2013 Jose Sarney / 1990 \u2013 Collor / 1992 a 1994 \u2013 Itamar Franco / 1994 a 2002 \u2013 F.H.C. / 2002 \u2013 
Lula / 2010 \u2013 
 
SOCIOLOGIA WEBER 
 
Ação social: Homem- ação- motivo 
 
Tarefa do cientista: não ser parcial, defender idéias, tomar partido, buscar sentido (nexo), o motivo. Considerar que 
uma razão pode ter mais que um motivo. 
 
Ética protestante: organização 
 
Espírito capitalista: Lucro (mão- de -obra adaptando-se ao capitalismo) 
 
Karl Max: nasceu e morreu no século XIX. Tem um significado importante para entendimento da atualidade. 
 
Analise da realidade: exploração do homem pelo homem. 
 
Classe social (2) burguesia e proletariado 
 
Característica: interdependente: interesses opostos (burguesia quer pagar menos e produzir mais) 
 
Classes Políticas: cada classe social tem atitude perante o estado. A burguesia domina o estado e manda para 
defender interesses de classe . E é dona do estado por perpetuar-se no poder. 
 
A industrialização no Brasil inicia-se com a abertura do Brasil ao Capital estrangeiro instalando fabricas como Ford, 
GM e outras, com a centralização de moradores perto das fabricas, com a instalação de fornecedores em torno das 
fabricas. 
 
Globalização: é a desconcentração, descentralização da produção em relação à industria, que vai começar a migrar 
para onde for interessante ao capital. (onde tenha infra instrutura, menos taxas, mão de obra especializada) No Brasil 
recebe investimento para produzir nos produtos e consumir. 
 
Alienação Política: Separação do poder em relação ao trabalhador. O cidadão acha que esta sendo representado 
quando há um político no poder, pois se mantendo longe da política. 
 
Alienação econômica: é a separação do trabalhador aos meios de produção. 
 
Explicação: Antes da rev. Industrial dominava-se as técnicas de produção, matéria prima, produtos, lucro e venda após 
a rev. Alguns viram capitalistas outros empregados (esse ultimo foi alienado, virou parte do processo) 
 
Fato social: é estudado por DurKal 
 
Ação social: é estudada por Max Weber. 
 
A atitude dos proletariados diante do estado tem que ser de união para tentar tomar o poder. 
 
QUESTIONARIO COM PERGUNTAS E RESPOSTAS 
 
1- É verdadeiro afirmar que o fato social é o instrumento de análise de Max Weber ? 
 ( ) Verdadeiro ( X ) Falso 
 
2- Justifique a questão 01. 
 
R: Max Weber estuda ação social ao analisar a sociedade, por este motivo a afirmação é falsa. 
-Karl Marx 
*Nascimento e Morte: Séc. XIX, confirmação da Rev. Francesa e Rev. Industrial* 
*Alienação Política e Econômica* 
*Classe Social e Classe Política. Burguesia (Interdependentes com interesses opostos), Proletariado (Atitude política 
frente ao Estado, organizar-se para tomar o poder) * 
* Trabalho, Valor, Lucro (Valor mais explorado no salário) 
* Mais Valia* 
 
3- O que é alienação Político e Econômica, segundo Karl Marx ? 
 
R: Separação do cidadão / Trabalhador em relação ao poder; alien Política. Separação do Trabalhador aos 
meios de produção. Alienação econômica . 
 
4- Qual é a atitude política da burguesia em relação ao Estado ? 
 
R: Dominar o Estado. Esta é a atitude da burguesia, para defender interesses de classe, para perpetuar-se no 
poder.