aula_17
30 pág.

aula_17


DisciplinaDireito Civil III8.866 materiais73.631 seguidores
Pré-visualização2 páginas
- Credor putativo é aquele que, aos olhos de todos passa pelo verdadeiro credor
*
*AULA 2
CASO CONCRETO 2
 É importante observar a quem se deve pagar na hora de efetuar o pagamento, pois \u201cquem paga mal, paga duas vezes.\u201d Estas foram as palavras de Marcelo Cantareira ao seu vizinho José Honório quando este alegou em Juízo que já havia quitado a dívida que tinha junto a Marcelo, tendo entregue o dinheiro a Marcelinho Cantareira Jr., conhecido como Juninho e filho do requerente. Ocorre que Juninho depositou o dinheiro na conta bancária do pai e o advogado de José Honório apresentou em Juízo o recibo do depósito como prova do pagamento.
*
*AULA 2
a) Diante desta situação, você, como juiz dessa causa, o que decidiria?
Gabarito sugerido \u2013 Como juiz decidiria que quem paga mal nem sempre paga duas vezes, isto porque de acordo com a segunda parte do artigo 308 do CC, considera válido o pagamento que foi efetuado a terceiro se o pagamento reverter em seu favor. Nesse caso, há prova do depósito do valor na conta corrente do requerente.
B)	Quais as consequências o caso do credor ratificar o pagamento?
Gabarito sugerido - A ratificação do credor retroage ao dia do pagamento e produz todos os efeitos do mandato.
*
*AULA 2
E se o recibo do depósito não fosse apresentado?
Gabarito sugerido - Teria que apresentar qualquer outra prova ou pagar novamente. Porque o solvens tem o ônus de provar que o pagamento reverteu em proveito do credor, mesmo tendo sido efetuado a terceiro não qualificado.
Isto porque a lei condiciona a validade do pagamento realizado ao terceiro não qualificado, à verificação de que foi revertido em benefício do credor.
*
*AULA 2
QUESTÃO OBJETIVA
Com relação ao pagamento, analise as afirmativas a seguir.
I. Terceiros não interessados podem pagar a dívida em seu próprio nome, desde que esteja vencida.
II. O credor não é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é devida, a não ser que seja substancialmente mais valiosa.
III. O pagamento cientemente feito a credor incapaz de quitar não vale, a não ser que o devedor prove que o pagamento efetivamente reverteu em benefício do credor.
Assinale:
 (A) se todas as afirmativas estiverem corretas.
 (B) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
 (C) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
 (D) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
 (E) se somente a afirmativa III estiver correta.
*
*AULA 2
Gabarito sugerido \u2013 Alternativa D.
Art. 305. O terceiro não interessado, que paga a dívida em seu próprio nome, tem direito a reembolsar-se do que pagar; mas não se sub-roga nos direitos do credor.
Art. 310. Não vale o pagamento cientemente feito ao credor incapaz de quitar, se o devedor não provar que em benefício dele efetivamente reverteu.
Art. 313. O credor não é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é devida, ainda que mais valiosa.
*
*AULA 2
Por hoje é só!
Não esqueça de ler o material didático para a próxima aula e de fazer os exercícios que estão na webaula.
*