Buscar

mandado de segurança, modelo padrao

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

OAB SEGUNDA FASE – DIREITO CONSTITUCIONAL 
PROF. DOUGLAS CRISPIM 
EXAME DA ORDEM 2ª FASE – DIREITO CONSTITUCIONAL 
 
MANDADO DE SEGURANÇA – PADRÃO 
ENDEREÇAMENTO 
QUALIFICAÇÃO do AUTOR – art. 319, II do CPC, (POSTULAÇÃO) por meio do seu advogado 
(mandato em anexo), com escritório profissional na ..., local que receberá as intimações 
processuais, vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, (FUNDAMENTO LEGAL DA 
PEÇA) com fundamento no art.5º, LXIX (se for COLETIVO LXX) da Constituição Federal e Lei 
nº 12.016/2009, impetrar (NOME DA PEÇA) MANDADO DE SEGURANÇA OU MANDADO DE 
SEGURANÇA COLETIVO contra ato praticado por ????, autoridade coatora, com endereço na 
..., tendo como pessoa jurídica interessada o ?????, tudo conforme art. 6º e 7º, II da Lei 
12.016/2009, pelos fatos e fundamentos de direito que se seguem. 
DOS FATOS: 
Repetir pontos importantes do enunciado, principalmente a parte dos artigos citados e se houver 
a urgência, focar nesse fato. Nesse momento NÃO se pode inventar fatos. 
DO DIREITO: 
Lembrem-se, pode ser apenas três tópicos. 
 DO CABIMENTO E DA COMPETÊNCIA: Como se sabe, no remédio constitucional Mandado 
de Segurança deve ser utilizado quando houver violação ao direito líquido e certo, conforme art. 
5º, LXIX (OU LXX) da CF e no art.1º da Lei 12.016/2009 e assim é o presente caso. A 
competência é definida pela autoridade coatora. No presente caso, a autoridade coatora é ???, 
o que justifica a impetração do presente remédio perante esse juízo STF/STJ/TJ, nos termos do 
artigo ???? (se for o caso de autoridade com prerrogativa de foro no TJ não tem artigo!) 
DA LEGITIMIDADE: A legitimidade ativa do presente remédio constitucional se encontra no 
art.5º, LXIX (OU LXX) da Constituição Federal e art. 1º (art. 21 se for COLETIVO) da Lei 
12.016/2009. Assim, qualquer pessoa física ou jurídica, pode ser titular do direito líquido e certo 
e fazer uso do mandado de segurança para sanar a lesão a tal direito. No presente caso, a 
legitimidade é do partido político, já que possui representação no Congresso Nacional, e se 
encontra na defesa de interesses legítimos relativos a seus integrantes. Ressaltando que, de 
acordo com o STF, basta apenas um partidário em qualquer uma das casas do Parlamento 
Federal, como é o presente caso, para que a representação no Congresso Nacional esteja sendo 
cumprida. 
OU a legitimidade é da organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente 
constituída e em funcionamento há, pelo menos, 1 (um) ano, em defesa de direitos líquidos e 
certos de seus membros ou associados, na forma do estatuto, já que possui pertinência temática 
da lesão do direito com às suas finalidades, dispensada, inclusive, autorização especial para sua 
propositura. 
A legitimidade passiva, de acordo com o art.5º, LXIX (OU LXX) da Constituição Federal c/c o 
art. 1º e art. 6º e § 3º da Lei 12.016/2009, é a autoridade pública ou agente no exercício da função 
pública que tenha praticado o ato impugnado ou da qual emane a ordem para sua prática. No 
caso em tela, o ?????? foi a autoridade que praticou o ato (ilegal ou abusivo), gerando, assim, 
o presente mandado de segurança. 
 
OAB SEGUNDA FASE – DIREITO CONSTITUCIONAL 
PROF. DOUGLAS CRISPIM 
EXAME DA ORDEM 2ª FASE – DIREITO CONSTITUCIONAL 
 
DO MÉRITO: Trata-se de ato pratica por autoridade pública (ou pessoa no exercício da função 
pública) que ??? (narra o ato) ferindo direito líquido e certo do impetrante. Os requisitos do 
mandado de segurança se encontram preenchidos. Houve ilegalidade (abuso do poder) no ato 
da autoridade coatora que (????). O direito (por exemplo, da saúde) é líquido e certo assegurado 
na Constituição Federal para qualquer pessoa (art.????) sendo dever do Estado sua oferta 
regular. Importante destacar que o direito ( por exemplo: saúde, educação ...) é direito 
fundamental da pessoa humana, indissociável da dignidade da pessoa humana (art. 1º, III da 
CF/88), sendo assim, um direito público subjetivo, não se podendo alegar reserva do possível 
para deixar de cumprir com suas obrigações constitucionais, conforme orientação do STF. 
MEDIDA LIMINAR: 
Geralmente cabe, por causar prejuízo direito líquido e certo. Então, um modelo padrão seria: 
Conforme art. 7º, III da Lei 12.016/2009, é possível a concessão de liminar para defender direito 
líquido e certo. No caso, o fumus boni iuris está evidenciado pela existência de direito líquido e 
certo em ???. Já o periculum in mora, está caracterizado quando a espera de um provimento 
final coloca em risco o bem protegido pela Constituição Federal, além de se tornar difícil e até 
mesmo incerta a reparação do dano, caso se aguarde a extinção da presente ação. Dessa forma, 
presentes os requisitos de relevante fundamento e ineficácia da medida, como restaram 
comprovados acima, a liminar deve ser concedida para ?????. 
DOS PEDIDOS: 
Diante de todo exposto, o Impetrante requer: 
a) Concessão da liminar sem ouvida da parte contrária, conforme art. 7º, III da Lei nº 
12.016/2009 para ???, 
b) Notificação da autoridade coatora para prestar as informações no prazo de dez dias nos 
termos do art. 7º, I da Lei nº 12.016/2009. 
c) Ciência do feito ao órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada, para 
que, querendo, venha ingressar no feito, nos termos do art. 7º, II da Lei nº 12.016/2009. 
d) Intimação do Ministério Público a fim de se manifestar em 10 dias conforme art. 12 da Lei 
nº 12.016/2009. 
e) Juntada das provas pré-constituídas e, 
f) No fim, que após confirmação da liminar concedida, seja julgado totalmente procedente o 
pedido do presente remédio constitucional para que se garanta o direito líquido e cede de ???? 
O autor pretende provar o alegado por todos os meios de provas em Direito admitidos. 
FECHAMENTO: 
Dar-se à causa o valor de 1.000,00 (um mil reais) para efeitos procedimentais. 
Termos que pede e espera deferimento. 
Local ..., data... 
Advogado..., 
OAB nº...

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Perguntas Recentes