A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Apostila_de_logística

Pré-visualização | Página 1 de 4

*
*
*
Logística Empresarial
É o conjunto de atividades que tratam da movimentação e armazenagem, no sentido de facilitar o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto de consumo, assim como o fluxo de informações que colocam os produtos em movimento, objetivando proporcionar os melhores níveis de serviços aos clientes a um custo razoável.
*
*
*
Logística Empresarial
 Divide-se em 4 processos:
Logística de suprimentos
Logística interna
Logística de distribuição
Logística reversa
*
*
*
Logística Empresarial
 Logística de suprimentos
Trata da busca ou aquisição dos insumos ou materiais necessários à empresa.
*
*
*
Logística Empresarial
 
 Logística interna
 Trata de todas as operações realizadas no interior da empresa.
*
*
*
Logística Empresarial
 
 Logística de distribuição
 Trata das atividades realizadas da porta da empresa para fora, ou seja, a distribuição dos produtos acabados.
*
*
*
Logística Empresarial
 
 Logística Reversa
 Trata do retorno, não só dos produtos ou quaisquer tipos de materiais, mas, fundamentalmente, as informações emitidas pelos clientes.
*
*
*
 Logística Empresarial
“Logística é o processo de planejamento, implementação e controle do fluxo eficiente e economicamente eficaz de matérias-primas,estoque em processo, produtos acabados e informações relativas desde o ponto de origem até o ponto de consumo com o propósito de atender às exigências dos clientes”.
Council of Logistics Management - CLM
*
*
*
Sua evolução
No início dos anos 90 o tempo médio para uma empresa processar e entregar mercadorias do estoque de um armazém até o cliente, variava de 15 a 30 dias.
*
*
*
EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA
Fase 1: Atuação segmentada
Pós-guerra, foco nos estoques (elemento básico da cadeia), muitos estoques em processo, lotes econômicos nos transportes, Renovação de estoques pensando no custo de transporte e de compras, cada empresa tentando baixar seus custos ao máximo sem se preocupar nos outros elos da cadeia, mix de produtos pequeno, serviços precários (sem qualidade).
*
*
*
EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA
Fase 2: Integração Rígida
Ambiente induzido por marketing, Diversidade de produtos, Mix ampliando, Pressão de aumento de estoques, Crise do petróleo 70, Aumento nos custos logísticos, Foco nos estoques, Muitos estoques em processo, Lotes econômicos nos transportes, Implantação de multimodalidade, Melhoria na gestão, informática, Aplicação de planejamento conjunto, Pesquisa operacional, MRP, MRPII, Poder na mão da manufatura, Planejamento rígido, Racionalização integrada na cadeia de suprimento muito rígida, sem atualização “real time”.
*
*
*
EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA
Fase 3: Integração flexível
Integração na cadeia de suprimento de forma flexível, com atualização dinâmica, no entanto esta integração se dá de duas a duas empresas da cadeia. Fins dos anos 80, intercâmbio de informações por via eletrônica, EDI, integração dinâmica em função da tecnologia de telecomunicação, código de barras, foco no cliente, busca do estoque Zero, JIT, Kaizen, integração total entre os agentes somente em termos físicos e operacionais como troca de informações, dinheiro, acerto de dinheiro e de responsabilidades, etc.
*
*
*
EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA
Fase 4: Integração Estratégica - SCM
Um salto qualitativo, logística de forma estratégica, soluções otimizantes para todos os elos da cadeia de suprimentos, ganhando competitividade e gerando novos negócios, os vários elos trocando informações ditas estratégicas, interpenetração das operações dos vários elos, busca de mercado novos, agregação de valor, concentração na competência principal (core competence) globalização, empresas virtuais, logística verde, logística reversa (alumínio, papel, etc), postergação, redução de custo e aumento do nível de serviço
*
*
*
Gerenciamento da Cadeia de Suprimento
Globalização
1930
1950
1990
1970
Gerenciamento Logístico
Mercado Multinacional
Gerenciamento do Tráfego
Mercado Internacional
LOGÍSTICA
MERCADO
As Forças Convergem . . .
 Evolução da Logística e Mercado
*
*
*
O que é Supply Chain
Significa Cadeia de abastecimento: corresponde ao conjunto de processos necessários para obter materiais, agregar-lhes valor de acordo com a concepção dos clientes e consumidores, disponibilizando-os no lugar certo, na quantidade certa, na qualidade certa e a preços competitivos. 
(SCM)
 Portanto, Supply Chain Management é o gerenciamento de toda essa cadeia de suprimento.
*
*
*
O impacto do Supply chain nas estruturas empresariais 
 
 
 O bom gerenciamento da cadeia de suprimento é fundamental para o sucesso empresarial.
*
*
*
LOGÍSTICA E O E-COMMERCE
As origens do comércio moderno
Escambo como forma de troca de bens;
Fase colonial: comércio feito nos armazéns gerais
Pedidos de comerciantes supridos por caixeiros viajantes
Comercialização por catálogos e encomendas postais
1872 – EUA – Montgomory Ward – primeira empresa a comercializar por catálogos 
1886 – Sears - “ satisfação garantida ou seu dinheiro de volta” 
Maior rapidez na distribuição dos produtos ao consumidor final
Maior variedade de tipos, marcas,cores e tamanhos;
Eliminação de intermediários(caixeiros,lojistas)
Possibilidade de redução de preços e conseqüentemente absorção de maior fatia de mercado.
*
*
*
LOGÍSTICA E O E-COMMERCE
Origens e-commerce: julho/1995 - www.amazon.com
Produtos comercializados: CD, brinquedos e eletroeletrônicos.
Brasil: Siciliano e Livcultura - pioneiras 
Empresas utilizam e-commerce B2C:
Empresas virtuais – ex: submarino.com, americanas.com
Empresas tradicionais – ex: Ponto frio, Americanas.com,Zona Sul.com; Saraiva.com
Empresas de entrega: Correios, Varig log, Fedex, DHL....
*
*
*
INTERNET
Usuários		
1993 – 3 milhões
1999 – 159 milhões
2003 – 200 milhões
50 milhões de usuários
Internet em 4 anos
Televisão em 13 anos
Rádio em 38anos
EUA (receita)
1999 – US$ 1,371 trilhões
2003 – US$ 2,073 trilhões
74% das compras de automóveis são precedidas por consulta na internet
57% das empresas nos EUA já vendem pela internet
52% já obtêm lucro
*
*
*
DESAFIOS E-COMMERCE - B2C NO BRASIL
Volume de vendas limitado
Custo de entrega alto
Dilema entre variedade/diversidade de produtos e disponibilidade imediata;
Capacidade limitada dos serviços logísticos;
Operação diferenciada nos centros de distribuição;
Maior espaço horizontal, layout diferenciado
Maior atividade de picking e pack (coleta e embalagem).
Maior número de pessoas, menos empilhadeiras
Estantes ao alcance do operador – facilidade para separação de pedidos;
Nível de penetração da internet nas classes C e D.
*
*
*
DESEMPENHO DO VAREJO VIRTUAL DA AMÉRICA LATINA
Receita gerada B2B (2001): US$ 1.517
Receita gerada B2C (2001): US$ 473,8
Média do ciclo do pedido: 5,1 dias
Produtos com avarias: 5,7% (2000)
Empresa de entrega preferencial: correios (75%)
*
*
*
E-commerce
A era digital traz mudanças revolucionárias inspiradas pelo casamento entre informática e comunicação.
Hoje fabricantes competem menos por sua habilidade de fabricação e mais por sua capacidade de se conectar eletronicamente a fornecedores e clientes e implementar a tecnologia de informação para aperfeiçoar processos.
*
*
*
Trata de todas atividades de movimentação e armazenagem que facilitam o fluxo de produto desde o ponto de aquisição da matéria prima até o ponto de consumo final”.
CONCEPÇÃO LOGÍSTICA
AGRUPAR CONJUNTAMENTE AS ATIVIDADES RELACIONADAS AO FLUXO DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ADMINISTRÁ-LOS DE FORMA COLETIVA.
Os ganhos potenciais resultantes de se rever a administração das atividades logísticas está transformando a disciplina numa área de importância vital para as empresas.”
A LOGÍSTICA EMPRESARIAL
*
*
*
ERP
Entrerprise Resource Planing
 Em português adota-se: 
 (SIGE) Sistema Integrado de Gestão Empresarial
 Termo genérico para um conjunto de atividades (programa ou software), que tem por objetivo auxiliar o fabricante ou o gestor