Buscar

ATIVIDADE OS PRINCIPAIS REGIMES DE TRIBUTAÇÃO .

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1 - Lucro Real
Esse regime de tributação é baseado no lucro líquido para a recolhimento do Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido , considerando as receitas, despesas e ajustes previstos em lei. O Imposto de Renda (IR) é estipulado através do lucro contábil da empresa, A alíquota é de 15% sobre o lucro real bruto, ou seja, antes da incidência dos tributos.  Mais complexo, também é o mais geral, qualquer empresa pode adotá-lo. Caso opte por esse modelo, o empresário deve ficar atento ao abatimento mensal dos impostos junto aos percentuais aplicados na atividade empresarial em questão.
2 - Lucro Presumido 
 Já no lucro Presumido, há uma forma de tributação mais simplificada do Imposto de Renda e CSLL, com base em uma estimativa de lucratividade. A margem de lucro utilizada para a apuração está predeterminada em lei e cada ramo de atividade possui seu próprio percentual. 
‍
Sobre o PIS e COFINS, a alíquota é de 3,65% sobre o faturamento, que são calculados de maneira cumulativa. Se o lucro for menor do que o presumido para a base de cálculo ao final do ano contábil.
3 - Simples Nacional
 Tem como finalidade simplificar o pagamento de impostos de Microempresas (ME), Empresas de Pequeno Porte (EPP) e Microempreendedor Individual (MEI), assim como fornecer um tratamento mais simplificado e diferenciado para os pequenos empreendedores.
‍
As alíquotas podem variar de 4% a 22,90%, divididas em seis anexos que compreendem diversos ramos e atividades econômicas. Os tributos são reunidos em uma única guia.
‍
De todos os regimes tributários, o Simples Nacional é o mais simplificado e econômico, além de ser o menos burocrático.