Buscar

Projeto de Pesquisa: Estudo sobre Endividamento do Setor Têxtil Brasileiro

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 19 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 19 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 19 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

INTRODUÇÃO 
Introdução do tema em poucas linhas, de forma a contextualizar o assunto e trazer o problema que se quer estudar e buscar resposta ou explicação. Geralmente são trazidas as evidências de outros estudos, situações apontadas por pesquisas setoriais, levantamentos de instâncias acadêmicas e/ou empresariais e/ou levantamentos de representantes patronais/sindicais; matérias, denúncias na mídia, enfim, conteúdos com fontes que respaldem a problematização do assunto que se quer estudar.
JUSTIFICATIVA
Qual a Contribuição para discussão do tema? Por que é relevante estudar isso?
Exemplo: Conhecer qual a situação do setor têxtil, perspectiva de continuidade das empresas do setor, disponibilidade de recursos e natureza desses recursos pode mostrar a situação de competitividade das empresas do setor e a informação obtida no estudo pode contribuir para a tomada de decisão das empresas, do setor e, até mesmo subsidiar políticas públicas.
PROBLEMA
O problema é apresentado por meio de uma pergunta a ser respondida com o desenvolvimento da pesquisa
Exemplo: Como evoluiu a situação de endividamento do setor têxtil brasileiro nos últimos 6 anos, desde a crise financeira até a atualidade?
REFERENCIAL TEÓRICO
Nesta etapa do projeto deve ser elencado as principais referencias que serão utilizadas no desenvolvimento da pesquisa. Deve ser elencado no mínimo 10 referencias fazendo citação direta dos referidos autores.
Exemplo
Conforme material do Portal da Educação:
A fundamentação teórica consiste na revisão de textos, artigos, livros, periódicos, e todo o material pertinente à revisão da literatura que será utilizada na redação de um trabalho. É o momento de ler, selecionar, interpretar e discutir o material da pesquisa. (Portal Educação, 2023)
A fundamentação teórica consiste em embasar, por meio das ideias de outros autores, aspectos teóricos de sua pesquisa. 
De acordo com Mello (2006, p. 86), 
“a fundamentação teórica apresentada deve servir de base para a análise e interpretação dos dados coletados na fase de elaboração do relatório final. Dessa forma, os dados apresentados devem ser interpretados à luz das teorias existentes”.
5.1 Panorama de trabalhos anteriores sobre o assunto
Pesquisas realizadas anteriormente xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx, constroem a sustentação sobre as linhas de pesquisa. No quadro 1 está apresentado X estudos realizados e publicados no período de 2018 a 2022.
Quadro 2: Publicações na linha de pesquisa da XXXXXX de 2018 a 2022
	Ano
	Título
	Autores
	Metodologia
	Objetivo Geral
	Conclusões Obtidas
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
Fonte: Elaborado pelo(a) autor(a).
Na análise das pesquisas constantes no quadro 2 foram levantados além do título e ano dos artigos, pode-se observar os autores, metodologia aplicada, objetivo geral e conclusões. 
No critério metodologia aplicada ressalta-se que todos os X estudos utilizaram métodos bibliográfico, descritiva e qualitativo. Utilizando o método documental foram X, com aplicação de pesquisa de campo forma X, exploratória X artigos e X histórico.
METODOLOGIA
Para alcançar os objetivos propostos no projeto de pesquisa, é preciso estabelecer um caminho, definir um percurso metodológico que consiste em procedimentos, técnicas, referenciais teóricos e processos de construção do conhecimento. Gonsalves (2018, p. 62) lembra que a metodologia pode ser entendida como “o caminho e o instrumental para abordar aspectos do real”, podendo incluir “concepções teóricas, técnicas de pesquisa e a criatividade do pesquisador”. 
	Acrescenta que na parte referente à metodologia é preciso explicitar “os procedimentos que se pretende utilizar na produção dos dados (entrevista, questionário, dentre outros)”, deixando claro qual procedimento foi escolhido e por que ele é o mais adequado.
6.1 Quanto ao objetivo: Exploratória e Descritiva
Quanto ao objeto a pesquisa será exploratória, pois faz com que se tenha familiaridade com o tema, visto que haverá um processo de exploração de conhecimentos, teorias, conceitos e entendimentos aceitos pela comunidade acadêmica, bem como pela sociedade.
Neste processo será realizado sondagem em (inserir aqui o tema e delimitação da pesquisa) e apanhado de dados com utilização de (inserir aqui os dados/informações que serão utilizadas na pesquisa), no objetivo de construir a hipótese proposta.
Também será aplicado o método descritivo, pois possui por objetivo descrever as características de uma população, de um fenômeno ou de uma experiência. A pesquisa estabelece relação entre as variáveis no objeto de estudo analisado. No que se refere a presente pesquisa as variáveis a serem descritas em termos de métodos estão alicerçadas no objetivo de se (inserir aqui o objeto geral)
6.2 Quanto às variáveis:
Qualitativa OU quantitativa? Quais são as variáveis
Quando for Qualitativo
As variáveis do estudo estão descritas nos objetivos da pesquisa (inserir aqui o que se pretende evidenciar com o objeto geral) onde se faz necessário a aplicação do método qualitativo por se tratar de variáveis nominais e/ou ordinais.
Quando for Quantitativo
As variáveis do estudo estão descritas nos objetivos da pesquisa (inserir aqui o que se pretende evidenciar com o objeto geral) onde se faz necessário a aplicação do método quantitativo por se tratar de variáveis que se exprime em valores, capazes de serem quantificadas.
6.3 Quanto à abrangência: 
Quanto a abrangência o estudo se dará no cenário (inserir a delimitação da pesquisa – onde vai ocorrer a pesquisa)
6.4 Quanto ao tempo: 
A pesquisa será realizada no período de .....................
6.5 Universo da pesquisa, forma de seleção e amostra
O universo pretendido para a pesquisa será de (quantidade de indivíduos/empresas que servirão de base para a coleta de dados)
Para tanto será utilizado como forma de seleção a 
Observação: quando se utilizam os sentidos na obtenção de dados de determinados aspectos da realidade.
A observação pode ser: 
observação assistemática: não tem planejamento e controle previamente elaborados; 
OU
observação sistemática: tem planejamento, realiza-se em condições controladas para responder aos propósitos preestabelecidos; 
OU
observação não-participante: o pesquisador presencia o fato, mas não participa; 
OU
observação individual: realizada por um pesquisador; 
OU
observação em equipe: feita por um grupo de pessoas; 
OU
observação na vida real: registro de dados à medida que ocorre. 
OU
Entrevista: é a obtenção de informações de um entrevistado, sobre determinado assunto ou problema. 
A entrevista pode ser 
padronizada 
OU
estruturada
OU
Despadronizada ou não-estruturada: não existe rigidez de roteiro. Podem-se explorar mais amplamente algumas questões.
(ATENÇÃO SE FOR ESTUDO DE CASO NÃO CABE AMOSTRA)
A amostra que servirá de base para a análise e apresentação dos resultados será:
Não-probabilística com Nº DE AMOSTRAS acidentais: compostas por acaso, com pessoas que vão aparecendo; amostras por quotas: diversos elementos constantes da população/universo, na mesma proporção; amostras intencionais: escolhidos casos para a amostra que representem o “bom julgamento” da população/universo. 
OU
Probabilísticas com Nº DE AMOSTRAS amostras casuais simples: cada elemento da população tem oportunidade igual de ser incluído na amostra; amostras casuais estratificadas: cada estrato, definido previamente, estará representado na amostra; amostras por agrupamento: reunião de amostras representativas de uma população.)
OU
Por se tratar de um estudo de caso direto a coleta de dados será realizada sobre toda a totalidade da população pesquisa, sem aplicação do método de amostragem.
6.6 Coleta de dados - Fontes primárias e/ou secundárias; Técnica de coleta de dados; Instrumento de coleta dos dados
Para realizar a coleta de dados a pesquisa utilizará:
Fontes Primárias, trabalhos originaisde pesquisa ou dados brutos, sem interpretação ou pronunciamento que representam uma opinião ou posição oficial (COOPER). Citar as fontes da pesquisa: Memorando; Cartas; Entrevistas; Discursos incompletos; Leis e Regulamentações; Decisões ou padrões judiciais; Dados governamentais; Censo; Dados Econômicos e Dados Trabalhistas) e/ou 
OU
Fontes Secundárias que são interpretações de dados primários. Citar as fontes da pesquisa: (Enciclopédias; Livros; Manuais; Artigos de revistas e jornais; Notícias; Materiais de referência; Análise de vendas; Relatório anual; Relatórios das Empresas) 
A técnica de coletas de dados a ser utilizada será 
Entrevista
OU
Aplicação de questionário 
OU
Observação
O instrumento a ser aplicado será: 
Entrevista padronizada ou estruturada com roteiro previamente estabelecido.
OU
Despadronizada ou não-estruturada sem rigidez de roteiro. 
OU
Aplicação de um questionário de forma ordenada de perguntas e com objetividade limitado em extensão e acompanhado de instruções claras com o propósito de ressaltar a importância da colaboração do informante e facilitar o preenchimento. 
As perguntas serão: 
Abertas: “Qual é a sua opinião?” NÃO ACONSELHAVEL POR SER MUITO SIBJETIVO; fechadas: duas escolhas: sim ou não; de múltiplas escolhas: fechadas com uma série de respostas possíveis e escalável.)
OU
Aplicação de um formulário de questões aplicado pelo pesquisador(a) que assumirá a função de entrevistador numa situação face a face com o participante da pesquisa.
OBS: A PESQUISA SE FOR O CASO PODE UTILIZAR FONTES PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS E MAIS DE UM INSTRUMENTO DE PESQUISA. 
6.7 Aplicação do Estudo conforme as Teorias da Contabilidade (PARA OS ORIENTANDOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS)
Complementando a classificação do estudo de acordo com as teorias da contabilidade o quadro 2 apresenta a aplicação do estudo conforme as teorias como linguagem, como raciocínio e como decreto.
Quadro 5: Aplicação do Estudo conforme as Teorias da Contabilidade (PARA OS ORIENTANDOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS)
	Teoria
	Característica
	Aplicação ao Estudo
	Como Linguagem
	A Contabilidade como linguagem de negócios e pode ser examinada com base em três aspectos da linguagem: pragmática, semântica e sintaxe.
	Exemplo:
As alternativas financeiras, como o investimento em criptomoedas, em especial a bitcoin, faz com que a legislação contábil brasileira se adeque a formatos inovadores e tendências do mercado globalizado.
Conforme contexto fica evidenciado a aplicação da sintaxe com abordagem dos normativos e regras. Da semântica trazendo todos os conceitos e significados inerentes ao tema. E pragmática demonstrando por meio da análise dos dados coletados os efeitos do objeto da pesquisa. 
	Como Raciocínio
	Classifica o debate teórico e consiste em analisar como os argumentos são processados. Essa análise pode ser feita através do raciocínio dedutivo ou indutivo.
	Exemplo:
As evidências obtidas com o levantamento bibliográfico e os estudos anteriores sobre na linha de pesquisa dom presente estudo, confrontadas com a coleta de dados das 24 variáveis, foi aplicado na pesquisa o raciocínio indutivo apresentado por meio das evidências coletadas com o estudo.
	Como Decreto
	Tanto as teorias indutivas quanto as dedutivas podem ser descritivas ou prescritivas.
	Exemplo:
O estudo utilizou-se de 7 NBCT’s e uma deliberação da CVM como regras na evidenciação e mensuração da bitcoin como ativo, assim aplicou a teoria de decreto por ser prescritiva normativa, pois apresenta as regras, seus significados e os efeitos que terão. 
Fonte: Hendrisken e Breda (2010 p.23-31)
O quadro 2 traz as teorias da contabilidade conforme Hendrisken e Breda (2010) e suas correlações com as características e como foram aplicadas ao presente estudo, desta forma enfatizando e dando sustentação a metodologia contábil.
6.7 Aplicação do Estudo conforme as Teorias da Contabilidade (PARA OS ORIENTANDOS DE ADMINSTRAÇÃO)
Complementando a classificação do estudo de acordo com as teorias da administração o quadro 2 apresenta a aplicação do estudo conforme as condições necessárias impostas pelo método cientifico de acordo com Bhattacherjee (2012) apud Birochi (2015).
Quadro 5: Aplicação do Estudo conforme as condições necessárias impostas pelo método cientifico.
 (PARA OS ORIENTANDOS DE ADMINISTRAÇÃO)
	Condição
	Característica
	Aplicação ao Estudo
	
Replicabilidade
	Estudos científicos devem ser passíveis de replicação, independentemente do cientista ou do contexto de sua aplicação. O método deve ser capaz de gerar resultados semelhantes, e até mesmo idênticos.
	
	
Precisão
	Conceitos teóricos devem ser definidos com tal precisão que outros cientistas possam ser capazes de medi-los, assim como de testar a sua teoria.
	
	
Falseabilidade
	Toda teoria deve ser passível de refutação. Aquelas que não podem ser testadas ou refutadas não são consideradas cientificamente válidas. Neste sentido o conhecimento científico deve ser sempre concebido como algo transitório e em permanente construção.
	
	
Parcimônia
	Uma teoria que vise à explicação de qualquer fenômeno deve sempre procurar privilegiar o menor número de premissas ou uma determinada estrutura lógica simples e econômica. A parcimônia impede os cientistas de perseguirem teorias excessivamente complexas ou com um número infinito de conceitos e relações.
	
Fonte: Bhattacherjee (2012 p.5) apud Birochi (2015 p.33) 
O quadro 2 traz as teorias da administração conforme as condições necessárias impostas pelo método cientifico de acordo com Bhattacherjee (2012) apud Birochi (2015) e suas correlações com as características e como foram aplicadas ao presente estudo, desta forma enfatizando e dando sustentação a metodologia da administração.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
A Conclusão ou Considerações Finais é a parte final do texto que, de modo resumido, apresenta o que foi desenvolvido no presente trabalho, quais os resultados do mesmo, o que se pôde concluir após o desenvolvimento, bem como as principais contribuições do trabalho, e as perspectivas para o desenvolvimento de trabalhos futuros. 
REFERÊNCIAS
ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico. 10 ed. São Paulo: Atlas, 2010.
BARROS; Aidil Jesus da Silveira; LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Fundamentos da metodologia científica. 3 ed. São Paulo: Pearson, 2007. 
BHATTACHERJEE, A. Social Science Research: Principles, Methods, and Practices. USF Tampa Bay. Open Access Textbooks Collection. Livro 3. 2012. Disponível em: https://digitalcommons.usf.edu/oa_textbooks/3/ Acesso em: 07 mar. 2023.
BIROCHI, Renê. Metodologia de estudo e de pesquisa em administração / Renê Birochi. – Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2015.
CASTRO, Claudio de Moura. A prática da pesquisa. 2 ed. São Paulo: Pearson, 2006 
CERVO, Amado Luiz. BERVIAN, Pedro Alcino. SILVA, Roberto da. Metodologia científica. 6 ed. São Paulo: Pearson, 2007
DEMO, Pedro. Introdução à metodologia da ciência. São Paulo: Atlas, 2009. 
DIEHL, Astor A.; TATIN, Denise C. Pesquisa em ciências sociais aplicadas: métodos e técnicas. São Paulo: Prentice Hall, 2004.
GONSALVES, Elisa P. Iniciação à pesquisa científica. São Paulo: Alínea Editora, 2018. 
HENDRIKSEN, Elton S. e BREDA, Michael F. Van. Teoria da contabilidade. Tradução de Antônio Zoratto Sanvicente. 1 ed. – 8. Reimpr. – São Paulo: Atlas, 2010.
MARCONI, Marina de Andrade. LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. São Paulo:Atlas, 2010. 
NASCIMENTO, Dinalva M. Metodologia do trabalho científico. Rio de Janeiro: Forense, 2005.
MELLO, Carlos Henrique Pereira. Gestão da Qualidade. São Paulo: Pearson, 2006
Fontes eletrônicas
Portal Educação (2023). Fundamentação teórica. Disponivel em: https://blog.portaleducacao.com.br/fundamentacao-teorica/#:~:text=A%20fundamenta%C3%A7%C3%A3o%20te%C3%B3rica%20consiste%20na,discutir%20o%20material%20da%20pesquisa. Acesso em: 07-mar-2023 
CRONOGRAMA
	ETAPAS
	JAN- ABR
2023
	MAI-JUL
2023
	AGO-OUT
2023
	NOV-DEZ
2023
	Cumprimento de disciplinase 
Levantamento bibliográfico
	
	
	
	
	Realização da Validação do Projeto de Pesquisa
	
	
	
	
	Coleta de dados
	
	
	
	
	Tabulação de dados
	
	
	
	
	Redação do trabalho
	
	
	
	
	Revisão / redação final / Relatório Final
	
	
	
	
OBS: Ao término do trabalho, o mesmo deve ser submetido à correção ortográfica
Material Complementar
O projeto estando aprovado, a próxima etapa é passar ao desenvolvimento do artigo. Para isto vamos desenvolver um Roteiro de Desenvolvimento da Pesquisa e fazer uma Investigação Bibliográfica prévia, conforme abaixo:
ROTEIRO PARA DESENVOLVIMENTO DO REFERENCIAL TEÓRICO DE UM ARTIGO ACADÊMICO
	1-
	I. Desenvolvimento do 1º objetivo especifico proposto (1ª etapa da pesquisa: Informações conceituais e teóricas que embasam a pesquisa.)
	
	
	1.1-
	Inicio 
	
	
	1.2-
	Meio
	
	
	1.3-
	Fim (Fazer um link com o próximo capitulo/objetivo especifico)
	
	2-
	II. Desenvolvimento do 2º objetivo especifico proposto. (Desenvolvimento e aplicação dos conceitos e das teorias, parte central da pesquisa, tende a trazer dados bibliográficos que suportam a pesquisa.)
	
	
	2.1-
	Inicio 
	
	
	2.2-
	Meio
	
	
	2.3-
	Fim (Fazer um link com o próximo capitulo/objetivo especifico)
	
	3-
	Desenvolvimento do 3º objetivo especifico proposto.
(3ª etapa da pesquisa: Descrição da pesquisa de campo e/ou estudo de caso com a análise dos dados e apresentação gráfica e descritiva dos resultados.)
	
	
	3.1-
	Cenário pesquisado
	
	
	3.2-
	Coleta e Análise de Dados
	
	
	3.3-
	Apresentação dos resultados
	
Agora, faça o seu.
	1-
	III. 
	
	
	1.1-
	
	
	
	1.2-
	
	
	
	1.3-
	
	
	2-
	IV. 
	
	
	2.1-
	
	
	
	2.2-
	
	
	
	2.3-
	
	
	3-
	
	
	
	3.1-
	
	
	
	3.2-
	
	
	
	3.3-
	
	
Investigação Bibliográfica
BIBLIOGRAFIA PROPOSTA PARA O ARTIGO
COMO FAZER: 
1) Acessar o site das editoras
2) Utilizar a ferramenta “Busca”
3) Inserir o tema central da pesquisa
4) Avaliar os livros da editora através do sumário do livro, identificando se há conteúdos que podem ser utilizados na sua pesquisa,
5) Anotar o nome do livro, autor e edição. (Pode e deve utilizar fichamento)
Todo o procedimento também pode ser feito no site das revistas acadêmicas e periódicos.
https://scholar.google.com.br/?hl=pt
https://www-periodicos-capes-gov-br.ezl.periodicos.capes.gov.br/index.php?
Obs: Consultar planilha de Periódicos WEB

Continue navegando