Buscar

Revisao Tributario

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

Revisão Tributário 
 
1-José preocupado com o meio ambiente, faz uso de um processo 
caseiro de transformação do lixo orgânico em adubo, bem como separa 
o lixo inorgânico, destinando-o à reciclagem. Por isso, sempre que os 
caminhões que prestam o serviço público de coleta de lixo passam por 
sua casa, não encontram lixo a ser recolhido. José, então, se insurge 
contra a cobrança da taxa municipal de coleta de lixo proveniente de 
imóveis, alegando que, como não faz uso do serviço, a cobrança em 
relação a ele é indevida. 
Acerca desse cenário, assinale a afirmativa correta. 
Alternativas 
 
(a)Por ser a taxa de um tributo contraprestacional, a não utilização do 
serviço pelo contribuinte retira seu fundamento de validade. 
 
(b)A coleta de lixo domiciliar nessas condições não configura a 
prestação de um serviço público específico e divisível, sendo 
inconstitucional. 
 
(c)Por se tratar de serviço público prestado à coletividade em geral, no 
interesse da saúde pública, seu custeio deve ocorrer por meio dos 
recursos genéricos auferidos com a cobrança de impostos. 
 
(d)A cobrança é devida, pois o serviço está sendo potencialmente 
colocado à disposição do contribuinte. 
 
 
 
 
2-O imposto sobre grandes fortunas poderá ser instituído pelo exercício 
da competência 
 
Alternativas 
 
(a)residual da União. 
 
(b)extraordinária dos estados. 
 
(c)privativa da União. 
 
(d)privativa da União e dos estados. 
 
 
3- Considere que a União institua uma lei visando definir o valor de 
serviços administrativos de órgão do Ministério da Agricultura, 
Pecuária e Abastecimento quanto às fiscalizações de estabelecimentos 
que acondicionam carnes bovinas destinadas à exportação. Nessa 
hipótese, o valor a ser pago pelos contribuintes constitui 
 
Alternativas 
 
(a)taxa, por decorrer de regime jurídico tributário. 
 
(b)tarifa, pelo caráter compulsório da cobrança. 
 
(c)imposto, por decorrer da lei. 
 
(d)contribuição, por corresponder a arrecadação de valores para 
atividade específica. 
 
 
4- Projeto de lei ordinária municipal deseja criar tributo para custear a 
prestação do serviço público de iluminação das vias e logradouros 
públicos do Município Alfa. O projeto prevê também que o tributo será 
cobrado na fatura de consumo de energia elétrica. 
Diante deste cenário, o tributo a ser criado poderá ser 
Alternativas 
 
(a)a taxa de iluminação pública, mas sua arrecadação não pode ser feita 
na fatura de consumo de energia elétrica. 
 
(b)a contribuição de iluminação pública e sua arrecadação pode ser 
feita na fatura de consumo de energia elétrica. 
 
(c)a taxa de iluminação pública e sua arrecadação pode ser feita na 
fatura de consumo de energia elétrica. 
 
(d)a contribuição de iluminação pública, mas sua arrecadação não pode 
ser feita na fatura de consumo de energia elétrica. 
 
 
 
5- Com base no Sistema Tributário Nacional, assinale a alternativa 
correta. 
Alternativas 
 
(a)A contribuição de melhoria é um tributo de competência exclusiva 
dos Estados federados. 
 
(b)As taxas podem ser instituídas pela União, Estados e Distrito Federal 
e Municípios. 
 
(c)O ICMS tem destinação orçamentária específica. 
 
(d)Os impostos têm por finalidade precípua a intervenção do Estado na 
atividade econômica. 
 
 
6- Assinale a afirmação correta. A Constituição Federal vigente 
estabelece as competências comuns e privativas dos entes federativos, 
para instituir os tributos que discrimina. Nesse sentido, podemos 
afirmar que: 
Alternativas 
 
(a)Compete aos Estados-membros da Federação instituir o IPVA, o ICMS 
e o IOF. 
 
(b)A União, Estados, Distrito Federal e Municípios podem instituir taxas 
de serviço, sendo as de polícia de competência privativa da União. 
 
(c)O ITR é de competência federal, mas os Municípios podem legislar 
sobre citado imposto se firmarem convênio com a União. 
 
(d)Compete somente à União instituir o Imposto sobre Grandes 
Fortunas e o Empréstimo Compulsório. 
 
7- A Assembleia Legislativa do Estado Alfa, castigado por chuvas 
torrenciais que causaram graves enchentes, aprovou lei complementar 
estadual de iniciativa parlamentar que instituiu empréstimo 
compulsório sobre a aquisição de veículos automotores no território 
estadual, vinculando os recursos obtidos ao combate dos efeitos das 
enchentes. 
 
Diante desse cenário, assinale a afirmativa correta. 
Alternativas 
 
(a)A iniciativa da lei que instituiu o empréstimo compulsório é privativa 
do chefe do Poder Executivo. 
 
(b)O empréstimo compulsório necessita de lei complementar estadual 
para sua instituição. 
 
(c)O Estado não pode instituir empréstimos compulsórios. 
 
(d)A vinculação da receita de empréstimos compulsórios é 
inconstitucional. 
 
 
8- O Estado X, visando aumentar a sua arrecadação, instituiu novo 
imposto, não previsto na Constituição Federal. 
Sobre a hipótese, assinale a afirmativa correta. 
Alternativas 
 
(a)O Estado X pode instituir imposto, mediante lei complementar, desde 
que previsto na Constituição Estadual. 
 
(b)Para exercer a competência residual do Estado X, é necessária lei de 
iniciativa do Governador do Estado. 
 
(c)O Estado X não pode instituir o imposto novo, tendo em vista que a 
competência residual para a instituição de novos impostos é somente 
da União. 
 
(d)É vedada à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, a 
instituição de impostos não previstos na Constituição Federal. 
 
 
9- O Estado X, visando aumentar a sua arrecadação, instituiu novo 
imposto, não previsto na Constituição Federal. 
Sobre a hipótese, assinale a afirmativa correta. 
Alternativas 
 
(a)O Estado X pode instituir imposto, mediante lei complementar, desde 
que previsto na Constituição Estadual. 
 
(b)Para exercer a competência residual do Estado X, é necessária lei de 
iniciativa do Governador do Estado. 
 
(c)O Estado X não pode instituir o imposto novo, tendo em vista que a 
competência residual para a instituição de novos impostos é somente 
da União. 
 
(d)É vedada à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, a 
instituição de impostos não previstos na Constituição Federal. 
 
 
10- O Município Beta, após realizar uma grande obra pública de 
recuperação, ampliação e melhoramentos da praça central do bairro 
Gama, custeada com recursos próprios, no valor de quinhentos mil 
reais, e que promoveu uma valorização dos imóveis apenas nesse 
bairro, decidiu cobrar uma contribuição de melhoria. O referido tributo, 
instituído mediante lei ordinária específica, foi cobrado de todos os 5 
mil proprietários de imóveis privados daquela cidade, em um valor fixo 
de 200 reais para cada um. José, advogado e morador do bairro Delta, 
bastante distante do bairro Gama, se insurge contra a referida 
contribuição de melhoria. 
Diante desse cenário, a referida contribuição de melhoria 
Alternativas 
 
(a)foi corretamente instituída, pois decorre de previsão legal específica, 
tendo como fato gerador a obra pública realizada. 
 
(b)foi corretamente instituída, pois respeitou o princípio da igualdade 
tributária ao adotar o mesmo valor para todos os contribuintes da 
cidade. 
 
(c)foi incorretamente instituída, por ter atingido imóveis que não se 
valorizaram por decorrência da obra pública e por ter cobrado valor 
cujo somatório é superior ao custeio da obra. 
 
(d)foi incorretamente instituída, pois só pode ser cobrada nos casos em 
que a obra pública seja exclusivamente para abertura, alargamento, 
pavimentação ou iluminação de vias públicas.

Outros materiais

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes