Buscar

aula 2 - slides

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

1
31
1
Profª Karen Sturzenegger
Gestão da Sustentabilidade
Aula 2
31
2
Conversa Inicial
31
3
Nesta aula, abordaremos a questão da 
sustentabilidade e do desenvolvimento 
sustentável já como um conceito consolidado 
e discutiremos as medidas propostas para 
que esse conceito seja colocado em prática 
pelos diversos atores
31
4
A questão da sustentabilidade se 
internacionalizou e fez com que muitas nações 
entrassem em acordos para a manutenção do 
ambiente natural. Nesta aula, vamos abordar a 
RIO +20 e alguns desdobramentos dessa 
conferência tanto por 
um viés político de 
acordos internacionais 
quanto de um caráter 
de gestão voltado a 
uma sustentabilidade 
empresarial
A.PAES/shutterstock
31
5
Conferências 
Internacionais no 
Brasil: ECO-92 e RIO +20
31
6
Além das convenções das décadas de 1970 e 
1980, houve a Conferência das Nações 
Unidas sobre Ambiente e Desenvolvimento 
(CNUMAD), no Rio de Janeiro, em 1992 
O objetivo era estabelecer uma parceria 
mundial pela criação de novos níveis de 
cooperação entre os Estados e os setores-
chave das sociedades, a partir de acordos 
internacionais que respeitassem os 
interesses de todos e protegessem a 
integridade do meio ambiente 
2
31
7
ECO-92, no Rio de Janeiro
Crédito: Eduardo DiBaia/ AP Photo/ Imageplus
31
8
Governos se comprometeram com as 
mudanças climáticas e a mudança nos 
padrões de desenvolvimento
O Brasil se comprometeu com a Agenda 21 
Nacional, na construção de políticas públicas 
e no desenvolvimento sustentável do país
31
9
Pacto Global 
31
10
Depois da ECO-92, outras conferências foram 
realizadas objetivando a renovação do 
compromisso político com o desenvolvimento 
sustentável, a definição de novos prazos, a 
avaliação do progresso e das lacunas, até 
então, além da inclusão de novos temas. 
Como exemplo, podemos citar aqui a RIO 
+10 e a RIO +20 
31
11
Ademais disso, tivemos o Pacto Global
Rawpixel.com/shutterstock
31
12
O Pacto Global foi uma iniciativa lançada no ano 
de 2000 pelo então secretário-geral das Nações 
Unidas Kofi Annan. A partir de informações 
coletadas pelo Pacto Global – Rede Brasil, o 
Pacto Global se trata de uma chama para 
empresas com o objetivo de alinharem suas 
estratégias e operações aos Dez Princípios 
universais nas áreas de Direitos Humanos, 
Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e 
desenvolverem ações que contribuam para o 
enfrentamento dos desafios da sociedade
3
31
13
Esses dez princípios são derivados de 
documentos como Declaração Universal de 
Direitos Humanos, Declaração da 
Organização Internacional do Trabalho sobre 
os Princípios e Direitos Fundamentais no 
Trabalho, Declaração do Rio sobre Meio 
Ambiente e Desenvolvimento e Convenção 
das Nações Unidas contra a Corrupção
31
14
Os 10 princípios que 
compõem o Pacto Global
Direitos 
humanos 
1 As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente 
2 Assegurar-se de sua não participação em violações desses direitos 
Trabalho
3 As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva 
4 A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório 
5 A abolição efetiva do trabalho infantil 
6 Eliminar a discriminação no emprego 
Meio 
ambiente
7 As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais 
8 Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental 
9 Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis 
Anticorrupção 10 As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina 
Fonte: Pacto Global – Rede Brasil (https://www.pactoglobal.org.br/).
31
15
Atualmente, o Pacto Global é considerado a 
maior iniciativa de sustentabilidade 
corporativa do mundo, com mais de 16 mil 
participantes, entre empresas e 
organizações, distribuídos em 70 redes 
locais, que abrangem 160 países
31
16
Acordo de Paris 
31
17
As mudanças climáticas requerem novos 
pactos ambientais internacionais
Protocolo de Quioto: definição na 
necessidade de cortes nas emissões de gases 
de efeito estufa (GEE)
O Protocolo de Quioto teve algumas 
dificuldades, entre elas a não ratificação 
pelos Estados Unidos e a saída do Canadá das 
negociações em 2011
31
18
Em 2015, um novo acordo surge: o Acordo de Paris
CRÉDITO: AGÊNCIA FRANCE PRESS
Acordo sobre o clima: principais pontos
 Manter o aquecimento 
global “abaixo dos 2 °C”
Continuar com as medidas 
adotadas para evitar que 
chegue a um aumento de 
1,5 °C
 Os países ricos 
deveriam doar 100 
bilhões de dólares/ano 
a partir de 2020
 Novo objetivo fixado 
“até 2025”
 Os países desenvolvidos deverão 
“mostrar o caminho” em matéria de 
redução no uso de GEE*
 Nesse sentido, os países em via de 
desenvolvimento “devem demonstrar 
seus esforços” de redução
 Limitar as emissões de GEE “em 
curto prazo”
 A partir de 2050: redução rápida 
que permita alcançar um equilíbrio 
entre as emissões produzidas pelo 
homem e as absorvidas pelos 
depósitos de carbono
 Os países desenvolvidos deverão 
ajudar financeiramente os que estão 
em vias de desenvolvimento
 Os outros países podem colaborar 
“como voluntários”
 Revisão a cada 25 anos – primeiro 
balanço obrigatório em 2025
 Cada revisão deve apresentar uma 
progressão em relação à anterior
 Para ajudar os países mais vulneráveis, é 
preciso ter em conta as perdas derivadas 
do aquecimento global
* Gases de efeito estufa
PerdasMecanismos de revisão
2025
Divisão dos esforços
Temperatura
2100
Financiamento
2020-2025 Diferenças
Objetivos de emissões
2050
4
31
19
Objetivos do Milênio
31
20
Os Objetivos do Milênio foram elaborados no ano 
2000, em encontro na sede das Nações Unidas, 
na qual dirigentes de todo o Globo se reuniram 
para consolidar o compromisso de combate à 
extrema pobreza e demais problemas da 
sociedade
Na ocasião, 189 nações firmaram o compromisso 
que se denominou nos oito Objetivos do Milênio 
(ODM), com metas a serem atingidas até 2015. A 
representação gráfica dos oito objetivos é 
apresentada a seguir 
31
21
Fonte: ODMBrasil.gov.br.
ACABAR COM A FOME
E A MISÉRIA
EDUCAÇÃO BÁSICA
DE QUALIDADE PARA 
TODOS 
IGUALDADE ENTRE
SEXOS E VALORIZAÇÃO
DA MULHER 
REDUZIR A
MORTALIDADE INFANTIL 
MELHORAR A SAÚDE
DAS GESTANTES 
COMBATER A AIDS, 
A MALÁRIA E OUTRAS 
DOENÇAS 
QUALIDADE DE VIDA
E RESPEITO AO MEIO 
AMBIENTE
TODO MUNDO 
TRABALHANDO PELO 
DESENVOLVIMENTO
31
22
Os ODMs alcançaram discretos avanços. Pode ser 
vista uma diminuição da pobreza, porém não se 
alcançaram as metas estabelecidas para 2015. 
Outro tema que avançou nos ODMs foi a 
educação 
A saúde obteve êxito na diminuição da 
mortalidade infantil, freando o avanço de 
pandemias e melhorando a cobertura de 
campanhas de vacinação 
E, mesmo com a melhora da água potável em 
todas as regiões, muitos outros objetivos e 
metas não foram alcançados até 2015 
31
23
O Brasil obteve êxito em algumas dessas 
metas. Segundo o Relatório Nacional de 
Acompanhamento elaborado pelo Instituto de 
Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) no ano 
de 2014, e dados do site do Governo Federal 
– ODM Brasil –, o avanço das metas foi 
possível graças à participação social e a uma 
série de políticas públicas que trouxeram 
impactos positivos sobre os ODM
31
24
Objetivos do 
Desenvolvimento 
Sustentável 
5
31
25
Na ocasião da Cúpula das Nações Unidas para 
o Desenvolvimento Sustentável, no ano de 
2015, as negociações para a elaboração e AS 
definições dos novos objetivos e metas foram 
concluídos com a denominação de Objetivos 
do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 
Os ODSs passaram então a conduzir as 
políticas públicas e as atividades 
socioparticipativas até o ano de 2030
31
26
Fonte: https://brasil.un.org.
Representação dos 17 ODSs 
ERRADICAÇÃO 
DA POBREZA 
FOME ZERO 
E AGRICULTURA 
SUSTENTÁVEL 
SAÚDE E 
BEM-ESTAR 
EDUCAÇÃO 
DE QUALIDADE 
IGUALDADE 
DE GÊNERO 
ÁGUA POTÁVEL 
E SANEAMENTO 
ENERGIALIMPA 
E ACESSÍVEL 
TRABALHO DECENTE 
E CRESCIMENTO 
ECONÔMICO 
INDÚSTRIA, INOVAÇÃO 
E INFRAESTRUTURA
REDUÇÃO DAS 
DESIGUALDADES 
CIDADES E 
COMUNIDADES 
SUSTENTÁVEIS
CONSUMO E 
PRODUÇÃO 
SUSTENTÁVEIS 
AÇÃO CONTRA A 
MUDANÇA GLOBAL 
DO CLIMA
VIDA NA 
ÁGUA 
VIDA 
TERRESTRE 
PAZ, JUSTIÇA E 
INSTITUIÇÕES 
EFICAZES 
PARCERIAS E MEIOS 
DE IMPLEMENTAÇÃO
31
27
Além dos acordos globais que buscam um 
equilíbrio planetário e um desenvolvimento 
sustentável, legislações e instituições 
também possuem papel importante. Vamos 
abordar algumas delas na próxima aula 31
28
Na Prática
31
29
A partir dos 17 ODS, vamos visitar o site da 
ONU Brasil <https://brasil.un.org/pt-
br/sdgs> e conhecer as 169 metas. Que tal 
elaborar o rascunho de um projeto 
socioambiental que inclua pelo menos duas 
metas? Por exemplo, uma formação 
profissionalizante de mulheres em situação 
de vulnerabilidade (ODS 5 – igualdade de 
gênero e ODS 8 – trabalho decente). Agora 
podemos conversar sobre os projetos com os 
colegas
31
30
Finalizando
6
31
31
Atualmente, os ODSs, fruto das primeiras 
metas e discussões que resultaram nos 
ODMs, são uma grande referência na busca 
pela sustentabilidade global. E sua efetivação 
com a sociedade é um processo central que 
demanda a parceria entre todos os atores 
envolvidos

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes