Buscar

MEDICINA DE ANFÍBIOS

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Aluna: Raissa Filgueira Macedo 
MEDICINA DE ANFÍBIOS 
CLASSIFICAÇÃO: 
• Individuos sem cauda 
• Representantes sapos, rãs e pererecas 
• Possuem patas 
 
• Ordem caudata 
• Representantes salamandras e tritões 
• Formada por 3 subordens- pleurodelinae, 
salamandrinae e salamandrinhas 
• Possuem cauda na fase adulta com 1 a 2 
pares de patas 
 
• Quase não existe diferença 
• Tritões vivem uma vida semi-aquatica a 
aquática 
• Salamandras adultas vivem uma vida 
principalmente terrestre 
• A maioria dos tritões tem pés palmados e uma 
cauda em forma de pá, o que facilita a vida na 
agua 
• Salamandras normalmente tem caudas mais 
longas e arredondadas com dedos bem 
desenvolvidos para cavar no solo 
ORDEM GYMNOPHIONA 
• Ausência de patas 
• Cabeça bastante ossificada 
• Possuem tentáculos 
• 75% são vivíparas 
• Possuem phallodeum 
 
SISTEMA TEGUMENTAR 
• Possui epiderme muito fina com apenas uma 
camada de queratina 
• Presença de glândulas em pele para produção 
de muco e toxinas 
• A apele é muito permeável permitindo troca de 
substancias e gases com o ambiente 
• Órgão mais sensível e o principal termômetro 
da saúde e do ambiente 
• Possui 3 tipos de cromatóforos- pigmentação 
• Deposição de fosfato de cálcio, proteoglicanos 
e glicosaminas- proteção e armazenamento 
HIDRATAÇÃO 
• Pele, rins, sistema endócrino e linfático- 
principais responsáveis 
• Não costumam beber agua- absorção 
cutânea- região ventral próximo da pele 
SISTEMA RESPIRATÓRIO 
• Branquial: girinos 
• Cutânea: adultos 
• Bucofaringea 
• Pulmonar: adultos 
SISTEMA CIRCULATORIO 
• Coração com 3 câmaras 
• Presença de artérias pulmocutãneas 
• Girinos 1 átrio e 3 ventrículos 
 
SISTEMA EXCRETOR 
• Produz amônia (larvas) e ureia (adultos) 
• A ureia costuma ser excretada por adultos de 
espécies terrestres 
• Rins- ureteres – cloaca 
Aluna: Raissa Filgueira Macedo 
SISTEMA REPRODUTOR 
• Gônadas intracavitárias 
• Ovários ativos (preenche e cavidade 
celomática inteira) 
• Órgão de bidder- sapos machos: ovários 
torna-se ativo 
 
 
SISTEMA DIGESTÓRIO 
• Cavidade oral e esôfago muito amplos na 
maioria das espécies 
• Língua- captura do alimento 
• Protusão do estomago- remoção de conteúdo 
• Adultos são carnívoros- trato digestório curto 
CRIAÇÃO E MANEJO 
• Erros de manejo são os principais problemas 
• Estrutura do terrário 
• Substrato 
• Nutrição (inseto ou tenébrio ração) 
• Higiene 
EXAME CLINICO 
• Espécie 
• Histórico- anamnese 
• Comportamento, coloração, respiração 
• Resposta e estímulos e comportamentos 
• Manipulação; luva sem talco ou saco ziplock 
• Exame rápido e objetivo- desidratação e 
lesões de pele 
• Pesagem 
• Examinar mucosa, olhos, narinas, pele, 
palpação e transluminação 
COLETA DE MATERIAL 
• Lesões cutâneas “imprint” ou raspado leve 
• Coleta de sangue 
• Swab ou lavado cloaca 
 
 
 
Aluna: Raissa Filgueira Macedo

Outros materiais